Seja bem-vindo. Hoje é

23 novembro, 2014

Bactéria Clostridium tetani - Cachorros.





Bactéria Clostridium tetani - Cachorros: O Tétano é uma doença aguda do sistema nervoso e muitas vezes fatal, que é causada por uma bactéria chamada Clostridium tetani, e que é anaeróbias,ou seja não necessita de oxigênio, e inclusive não resiste a sua presença. E que pode ser encontrada nas fezes dos cachorros, pois estas bactérias em forma de bacilos podem formar esporos, tornando-se arredondados e podendo sobreviver em condições adversas. E tais esporos conseguem sobreviver no intestino dos cachorros e de outros animais e tambem até dos seres humanos, sem prejudicar-lhes o organismo.


Porém suas evacuações levam com os dejetos os esporos tetânicos para o solo, contaminando o meio ambiente, e os esporos permanecem nos locais, contaminando também os objetos que se encontram no solo como pregos, arames farpados, facas, tesouras, espinhos, cacos de vidro, etc. Assim, quando o cachorro ou alguma pessoa se fere, os esporos penetram junto com a sujeira dos objetos contundentes, indo alojar-se sob a pele e, portanto, livre de contato com o ar. Nestas condições, os esporos liberam os bacilos que se reproduzem e passam a produzir toxinas que invadem o sangue e, posteriormente, o sistema nervoso central que controla os movimentos musculares.


E alem de cortes na pele, o tétano tambem pode ser transmitido através de mordidas dos cachorros, porem ela não é uma doença contagiosa. Feridas contaminadas, profundas ou com tecido morto e desvitalizados são particularmente propensos à infecção por tétano onde há baixo índice de oxigenio, pois essas bactérias são anaeróbias. E inclusive feridas com cortes ou furos contusos como aqueles causados por pregos, mordidas, lascas ou picadas de insetos são os locais favoritos para estas bactérias se instalarem. E o tétano também pode ser um risco para os filhotes, principalmente no momento do parto quando a mãe corta o cordão umbilical do filhote e tem os filhotes direto na terra.


Entretanto apesar de todo este aspecto propicio a contaminação, a ocorrência de tétano nos cachorros não é comum, sendo inclusive até mesmo muito rara. E a potente toxina que é produzida pela bactéria do tétano é a que causa os sintomas desta doença, pois a toxina do tétano afeta os nervos e os músculos na região chamada de junção neuromuscular. A toxina tetânica aumenta o estimulo da contração muscular causando um espasmo continuo. O período de incubação entre a exposição a bactéria em uma ferida contaminada e o desenvolvimento dos sintomas iniciais do tétano varia de 2 dias a 2 meses, mas geralmente se manifestam 14 dias após da lesão, sendo que num período de 1 a 7 dias, espasmos musculares progressivos causado pela toxina do tétano começam a aparecer.


A neurotoxina tetânica faz os músculos se contraírem continuamente, a mandíbula  fica enrigecida como os membros também e o cachorro acaba morrendo por dificuldade de respirar pois a musculatura do diafragma também é afetada. Pois o tétano pode causar contrações musculares no pescoço e nos músculos da mastigação, causando um grande enrigecimento e uma grande aspereza, até chega a atingir os músculos respiratórios. E nestes casos o cachorro para ter chances de sobreviver, deve receber suporte respiratório, ficar sedado, e tambem medicações para combater a bactéria e seus efeitos nocivos. E se após estes procedimentos médicos veterinários, e passados alguns dias, o cachorro conseguir superar e sobreviver ao tétano, deverá começar a fazer fisioterapia para recuperar os seus movimentos musculares, para inclusive reaprender até a andar.

COMPARTILHE A POSTAGEM.

SEGUIR NO TWITTER.

Follow CachorrosBlogs on Twitter

ADIÇIONAR NO GOOGLE +.

Seguidores

COMPARTILHE A POSTAGEM.

SEGUIR NO TWITTER.

Follow CachorrosBlogs on Twitter

.

.
ELES NÃO TEM VOZ, NEM VEZ. MAS SEU OLHAR NOS DIZ TUDO. SE NÃO PUDER ADOTAR, AO MENOS AJUDE-NOS À AJUDA-LOS. ( CASTRAÇÃO/VACINAÇÃO ).
Custom Search