terça-feira, novembro 02, 2010

Parasitas de Cachorros - Pulgas/Dipylidium Caninum.




Parasitas de Cachorros - Pulgas/Dipylidium Caninum: A pulga da espécie Ctenophalides canis que parasita os cachorros e o vetor de transmissão do parasita intestinal Dipylidium caninum.  A pulga é o hospedeiro intermediário do Dipylidium caninum, que causa no cachorro uma verminose grave e no homem a Zoonose Dipilidiose.

As pulgas quando estão na fase larval, ao se alimentarem das fezes de cachorros parasitados por pulgas contaminadas, acabam ingerindo os ovos da ténia do Cachorro (Dipylidium Caninum) existentes nestas fezes, pois os cachorros muitas vezes ao reagirem a irritação causada pelas pulgas, tentam livrar-se delas pegando-as com os dentes e as engolindo. E assim se inicia todo o processo em que o cachorro adquire o parasita, desenvolve a doença suas consequencias e sintomas   e a transmite e a dissemina através de suas fezes. Os ovos existentes nas pulgas ingeridas pelo cachorro,vão se desenvolver e transformar-se em vermes dentro do seu intestino, completando assim seu ciclo de vida e alcançando  seu completo e pleno desenvolvimento. O Dipylidium caninum, ou ténia do cachorro, e um parasita do grupo das solitárias, mede em media de 15 a 20 cm de comprimento e tem  de 2 a 4 mm de largura quando adulta. Pertence  ao  grupo dos chamados vermes chatos (achatados dorso ventralmente), ou Platelmintos como denominados em zoologia. Na sua fase adulta são perfeitamente visíveis, já seus ovos são visíveis somente com auxílio de microscópio óptico, e estão sempre agrupados formando o que se denomina  sincício. Ciclos de vida do parasita Dipylidium caninum:

Os ovos  são o estagio inicial da ténia do cachorro e são disseminados diretamente no ambiente  ou através das fezes do cachorro parasitado. São envolvidos e protegidos por invólucros chamados proglótides que são semelhantes a grãos de arroz e possuem mobilidade.  E de dentro dos proglótides saem os ovos dos quais se alimentam indiretamente as pulgas em seu estagio larval através das fezes de cachorro e de pulgas adultas contaminados. No estagio larval, as Larvas do parasita Dipylidium caninum vivem e se desenvolvem no sistema digestivo  das pulgas adultas da espécie Ctenophalides.

E  os cachorros reagindo a irritação causada pelas pulgas e na tentativa de elimina-las, involuntariamente as engole e consequentemente se transformam em seus hospedeiros. No qual a verminose do  parasita Dipylidium caninum desenvolvera seu ciclo final.  


Postagens Relacionadas:                








        

COMPARTILHE A POSTAGEM.

COMPRE E RECEBA EM CASA! COM TODA COMODIDADE, SEGURANÇA E RAPIDEZ.

,

,

CURSO DE VIOLÃO: EBOOK + VIDEO AULAS - TOTALMENTE GRATIS!