.

quarta-feira, dezembro 29, 2010

Cachorros - Obesidade.



Cachorros - Obesidade: Não é só conosco. A preocupação com os “quilinhos a mais” deve se estender aos nossos companheiros peludos. Aquelas "gordurinhas localizadas" podem sinalizar doença do metabolismo ou má alimentação, com sérios riscos à saúde dos cachorros. E este é o terceiro motivo que mais leva os cachorros a visitarem os veterinários. A maioria dos responsáveis pelos cachorros não sabe, mas a massa corporal acima do normal em cachorros pode gerar sérios problemas no funcionamento do organismos deles. E nos diagnósticos de obesidade em 99% das vezes o motivo da visita ao veterinário é outro, e apenas no consultório o responsável descobre que seu cachorro é obeso, e que essa obesidade foi a causa que originou o problema de saúde no seu cachorro. 

De acordo com as pesquisas estimativas de ONGs feita a veterinários, mais de 20% dos cachorros que vivem em cidades localizadas em áreas urbanas apresentam algum nível de obesidade. De acordo com veterinários especialistas em nutrição animal, a obesidade nos cachorros, assim como nas pessoas, é uma doença seria que causa diversos prejuízos à saúde e à longevidade dos cachorros . Segundo os veterinários, a obesidade pode ocorrer por inúmeros fatores e tem diversas origens, como distúrbios de saciedade, sedentarismo, alimentos excessivamente palitáveis e predisposição racial contribuem para o seu surgimento. O responsável pelo cachorro também colabora nos aspectos de alimentação errada ou excessiva e na ausência da prática de exercícios físicos, hipotireoidismo e outras disfunções hormonais, também podem causar o excesso de peso. 


Por isso, antes de qualquer regime alimentar ou de exercícios, é necessária a avaliação de um médico veterinário. E a obesidade se não for tratada pode-rá levar a dificuldades locomotoras, hipertensão arterial, diabetes, podendo inclusive ocasionar o óbito do cachorro. O responsável deve estar sempre atento ao peso do cachorro, observar se ele tem dificuldade para caminhar, levantar ou deitar, se cansa fácil, se tem um apetite exagerado, se bebe muita água, devendo informar ao veterinário em uma eventual consulta sobre qualquer uma dessas alterações. Para evitar esse desequilíbrios na massa corpórea, os veterinários recomendam uma alimentação balanceada, não dar petiscos em excesso (maior responsável pela obesidade de acordo com pesquisas especializadas), a prática de atividades físicas regulares (como caminhadas) e a observação das raças de maior risco. 


Atualmente os veterinários estão dando maior ênfase e abordando de forma mais ampla à obesidade animal, por ser a obesidade a causadora de diversas enfermidades que acometem os animais, principalmente os cachorros. São feitos diagnósticos específicos que identificam o grau de adiposidade dos cachorros, constatando-se os possíveis prejuízos à sua saúde e prescrevendo-se as restrições alimentares e o condicionamento físico necessários ao tratamento dos cachorros obesos. Não devemos esquecer também que os cachorros possuem necessidades nutricionais diferentes das dos seres humanos, por isso precisamos oferecer rações produzidos especificamente para as caracteristicas do bio-tipo da raça e da idade do cachorro. Pois quando damos para eles aquele "pedacinho da borda de pizza" ou um "pedacinho de chocolate" podemos estar causando um grande mal a sua saúde! 


E para manter o seu cachorro em forma, passeie diariamente com eles por pelo menos meia hora, o tempo pode aumentar para as raças que apresentam maior predisposição, não se esqueça da guia e da coleira, e brincadeiras com bolas e outros brinquedos podem somar e complementar os exercícios. E seguir a dieta recomendada pelo veterinário, utilizando a ração recomendada e especifica para a raça e a idade do cachorro, e também não dar petiscos em excesso, e se for optar por dar comida caseira, consulte um veterinário para saber qual é a dieta mais apropriada, deve-se tambem consultar um veterinário a qualquer sinal de peso em excesso, para saber se ocorrência da possibilidade de problemas hormonais. E as raças de cachorros que apresentam uma maior predisposição a manifestarem à obesidade são o Labrador Retriever, o Cairn terrier, o Scottish terrier, o Basset hound, o Cavelier king charles spaniel, o Cocker spaniel, o Longhaired dachshund, o Beagle e todas as raças gigantes de pelo longo.

    COMPARTILHE A POSTAGEM.

    .

    .
    .

    Visualizações de página do mês passado