.

quinta-feira, junho 30, 2011

Welsh Corgi Cardigan - Cachorros.


Welsh Corgi Cardigan - Cachorros: A Welsh Corgi Cardigan (pronuncia k?rgi) é uma das duas separadas raças de cães conhecidas como Welsh Corgi, que se originou em Gales; o outro chama-se welsh corgi pembroke. A cardigan é tida como uma das raças mais antigas de pastoreio. Reconhecida como raça há mais de 1 000 anos, tem seu surgimento especulado em possíveis 3 000 anos. Até meados do século XIX, foi o único cão criado por comunidades galesas. Originalmente um animal de pastoreio em fazendas, devido a seu tamanho reduzido, suficiente para mordiscar os calcanhares e não ser pisoteado, tem em seu nome o significado de "cão (gi) de guardar (cur)". É considerado um cão alerta e exuberante, embora teimoso, o que torna seu adestramento difícil. Ficisamente pode atingir os 32 cm e pesar 17 kg. Sua pelagem pode ter variadas cores, desde a tigrada à azul merle. Possui os olhos bem separados, as orelhas eretas e arredondadas e a calda grossa como a de uma raposa.

Welsh Corgi Pambroke - Cachorros.


Welsh Corgi Pambroke - Cachorros: A Welsh Corgi Pembroke é uma raça de cães nativa do País de Gales, além de ser a raça oficial da rainha Elizabeth II do Reino Unido, que possui sete exemplares e um quarto de seu palácio dedicado principalmente a seus "companheiros". Criados para o trabalho desde o ano de 920, foram inicialmente usados para pastorear gado, caçar ratos e guardar fazendas. Especula-se se sua história não estaria ligada à dos vallhund suecos, possivelmente levados à Grã Bretanha pelos vikings. Mais adiante na história, passaram a serem vistos como cães de companhia, apesar de ainda serem usados para o trabalho. O gosto por morder permanece como um traço comum à esta raça pastora, o que torna seu adestramento difícil. Fisicamente apresenta a pelagem colorida e curta, seu focinho é compacto e mais curto que o do corgi e a falta de rabo é um traço hereditário.

Basset Artesiano - Cachorros.


Basset Artesiano - Cachorros: A Basset Artesiano Normando (em francês: Basset artésien normand) é uma raça de cães de pernas curtas desenvolvida na França, cujo termo basset refere-se especificamente aos sabujos de pernas curtas. É dito que sua história mistura-se com a do cão de Artois, já que, em 1870, o conde Le Coteulx de Canteleu e o criador Sr. Louis Lane iniciaram os cruzamentos entre basset franceses chamados, dos quais desenvolveram-se duas amostras: uma de patas retas e outra de patas tortas para a frente (o normando). Popular até a Primeira Guerra Mundial, foram quase extintos após a realização das duas grandes guerras. Os bassets são cães andantes, seguidos pelos caçadores a pé. Ter as pernas curtas significa inabilidade em manter-se muito longe do caçador, o que representa vantagem em determinadas condições, como caçar em regiões montanhosas. Como propósito, este animal foi usado para caçar coelhos e outras presas de pequeno porte, fosse sozinho ou em matilha, embora hoje sejam essencialmente criados como animais de estimação. Fisicamente, sua altura varia entre 30 e 36 cm e seu peso é de aproximadamente 17 kg. A pelagem é curta e tricolor ou bicolor. A cabeça e orelhas compridas são distintas. Seu temperamento é descrito como alegre e afetuoso.

Boiadeiro de Entlebuch - Cachorros.


Boiadeiro de Entlebuch - Cachorros: Boiadeiro de Entlebuch (em alemão: Entlebucher Sennenhund) é uma raça de cão originária de Entlebuch, vale situado na região de Lucerne e de Berne, na Suíça.
Raça é conhecida desde a Antiguidade, tem em sua aparência uma provável descendência dos mastiffs romanos, embora seja difícil precisar sua orrigem. Descoberta no século XIX por um juíz de competições e um criador que exploravam os vales suíços, é vista como a menor das raças dos tricolores boiadeiros. Raramente visto fora de sua terra natal, é descrito como um cão de adestramento com dificuldade moderada, forte e compacto, que gosta de agradar ao dono. Tais características o transformaram em um popular cão de companhia.

quarta-feira, junho 29, 2011

Galgo Polaco - Cachorros.


Galgo Polaco - Polonia: A galgo polaco, originalmente chamada chart polski, é uma raça primordialmente usada pela nobreza polonesa para caçar lebres e raposas. Em meio a Segunda Guerra Mundial e ao período comunista, a raça foi praticamente extinta, reavidada anos mais tarde. Classificado como forte e de personalidade reservada, tem seu adestramento considerado mediano. Fisicamente, sua pelagem pode ter várias cores, é dupla e lisa, embora áspera ao toque.

Galgo Hungaro - Cachorros.


Galgo Hungaro - Cachorros: O galgo húngaro, originalmente chamada magyar agar, é uma raça rara fora de seu país natal ou da Transilvânia. Classificado como de mesma personalidade que seu parente britânico, é visto como caçador ativo, apesar de ser plácido e tímido, difícil de transparecer emoção. De adestramento considerado mediano, tem a pelagem curta que não oferece proteção para o frio ou umidade. Como os demais greyhound, é um corredor nato, descendente de raças que viveram há 5 mil anos no Antigo Egito.

Pastor de kraski - Cachorros.


Pastor de kraski - Cachorros: O pastor de Kraski, inicialmente conhecido como Krasky ovcar, é uma raça utilizada para a proteção do gado desde a Idade Média na Eslovênia. Reavivada nos dias mais recentes, é reconhecido como um típico cão de guarda: vigilante e instintivamente desconfiado, que não hesita diante do perigo. De adestramento dito difícil, não é um cão recomendado para o convpivio familar, embora eficiente como cão de guarda. Até 1968, foi tratado como um só junto ao pastor jugoslavo, devido a seus pesos, habitat, e pelagem semelhantes.

Cão Fila de São Miguel - Cachorros.


Cão Fila de São Miguel - Cachorros: Originário da Ilha de São Miguel, no arquipélago dos Açores, o Cão de Fila de São Miguel faz parte do grupo das raças caninas insulares portuguesas, juntamente com o Barbado da Terceira e o actualmente extinto Cão de Fila da Terceira, estando formal e oficialmente reconhecida nas instâncias competentes nacionais e internacionais como uma raça individualizada.

De tipo molossóide, é uma raça de porte médio, de traços rústicos, dotada de grande inteligência, 
muito independente e auto-confiante, e de grande poder físico, sendo ainda hoje, seguindo a tradição secular da e na sua ilha de origem, utilizada para a guarda e guia de gado bovino leiteiro.

História: Com o povoamento do Arquipélago dos Açores e o início da exploração das condições óptimas das ilhas para a criação de gado bovino, cedo se tornou clara a necessidade da presença de cães nas ilhas para ajudar à condução e defesa do gado, datando do século XVI a primeira referência à sua presença, nomeadamente na Ilha de São Miguel. Esses animais são reconhecidos como os precursores do Fila de São Miguel.

Embora a existência do Cão de Fila de São Miguel, como raça individualizada, esteja registada desde o início do século XIX, é apenas em 1982 que é iniciado o seu registo pela iniciativa de António José Amaral com a colaboração de Maria de Fátima Machado Mendes Cabral, médica veterinária, com o objectivo de criar um censo dos seus efectivos. 

O primeiro exemplar da raça registado oficialmente foi a cadela 'Corisca', uma perfeita representante da sua raça.  É também pela iniciativa destas mesmas duas pessoas que, em 1984, dois anos após o início do registo de indivíduos é publicado o primeiro estalão oficial. Em 1995 é proposto à Fédération Cynologique Internationale a homologação da raça, tendo sido finalmente reconhecida no ano de 2008.

Origem: A raça hoje conhecida como o Cão de Fila de São Miguel descende dos mastins e alões inicialmente levados para as ilhas dos Açores pelos primeiros colonos, vindos do continente. Mais tarde, e através do contacto com outros povos que aportavam e se estabeleciam nos Açores, o património genético da raça foi enriquecido com cruzamentos feitos com mastins ingleses, buldogues e dogues de Bordéus, até ao culminar do aparecimento da nova raça, de características morfológicas e temperamentais próprias plenamente definidas. 

Para além das mencionadas, outras raças raças poderão fazer parte da ancestralidade do Fila de São Miguel, como o Cão de Santo Humberto, também conhecido como Bloodhound, e o Dogo Canário, raça espanhola oriunda das Ilhas Canárias, mas está ainda por demonstrar a verdadeira ligação - se existente - entre estas raças e o Fila de São Miguel.

Aparência; Doshi, um cachorro Fila de S. Miguel de três meses, com orelhas e rabo intactos
De porte médio, o Cão de Fila de São Miguel é um animal de traços fortes e rústicos, normalmente 
ligeiramente mais comprido que alto. A cabeça tem aspecto maciço, com dentição completa e uma dentada possante, e o pescoço é forte e direito, de comprimento médio, radicando de um tronco sólido e de peito largo. As patas são proporcionais ao corpo e ligeiramente afastadas. 

Possui uma musculatura forte e bem definida, sem se tornar pesada. A pelagem é curta e lisa e forte.
Temperamento: Raça de uma inteligência viva e aguçada, com grande facilidade em aprender, a força de carácter do Cão de Fila de São Miguel, aliada a uma desconfiança perante estranhos instintiva a todo o guarda, pode ser facilmente confundida com agressividade, mas esconde uma índole meiga para com aqueles com quem lida de perto, sem no entanto deixar de ser um guardião tenaz e corajoso de quem o trata. A lealdade à sua família humana é extrema.

Saúde: Sendo uma raça rústica, possui uma saúde robusta e não existem registos até à data que levem a crer que exista alguma patologia a que a raça seja especificamente atreita por razões genéticas. A  esperança média de vida desta raça está calculada nos 12 anos.
Manutenção: A mesma rusticidade que dá a saúde vigorosa à raça também a torna uma raça carente de pouca manutenção, num sentido estreito. O pêlo curto e duro poderá ser escovado ocasionalmente e banhos serão esporádicos. Uma alimentação sã e equilibrada proporcionará aos cachorros em desenvolvimento o necessário para se tornarem adultos saudáveis e o mesmo regime será o suficiente para assegurar a saúde em adulto.

Função: Cão pastor por tradição e excelência, a sua aptidão natural para o gado bovino pode, com o devido treino, ser canalizada para a guarda de cavalos e outros ruminantes de menor porte como ovelhas e cabras. Quando não canalizado para a pastorícia, o Cão de Fila de São Miguel deu já provas da sua aptidão para a caça grossa, como a do javali e do veado.
Mais recentemente, o Cão de Fila de São Miguel encontrou lugar nas forças de segurança pública - 
Polícia de Segurança Pública e Guarda Nacional Republicana - como elemento nas equipas cinotécnicas. 

O seu temperamento forte e protector é também valorizado como cão de defesa pessoal.
Treino:Mesmo como animal de companhia, um Cão de Fila de São Miguel deve ter a oportunidade de ter uma tarefa a desempenhar. Um treino consciencioso é sempre um meio simples e eficaz de estreitar a relação entre a família humana e o animal, ao mesmo tempo que proporcionará exercício físico e mental necessários à formação e desenvolvimento de um animal bem equilibrado.
No entanto, dadas as características intrínsecas da raça, treinar um exemplar do Cão de Fila de São 
Miguel é uma tarefa que se pode demonstrar bastante desafiante para alguém que tenha pouca 
experiência com cães. Sendo uma raça muito inteligente e dominante, não responderá bem ao uso da força. Uma socialização plena é recomendada.

terça-feira, junho 28, 2011

Grande Boiadeiro Suiço - Cachorros.



Grande Boiadeiro Suiço - Cachorros: O Grande Boiadeiro Suíço (em alemão: Grosser Schweizer Sennenhund) é o maior dos cães montanheses de três cores da Suíça. Surgido como uma raça de trabalho, era utilizado como animal de tração, puxando carroças leiteiras no percurso das fazendas aos mercados ou conduzindo o gado. Foi registrada como raça no século XX. Podendo chegar aos 61 kgs, é um cão classificado como gigante, de adestramento relativamente fácil, e embora possua uma ossatura pesada, é ágil e multifuncional.

Curly Coated Retriever - Cachorros.


Curly Coated Retriever - Cachorros: Curly Coated Retriever é uma raça canina oriunda da Grã-Bretanha. É considerada uma das raças retrivers mais antigas de todas e ainda usada como no século XVIII: para caçar em geral patos. Descende dos prováveis cruzamentos entre o spaniel inglês de água, um retrivier, o poodle e o spaniel irlandês de água. Nos dias mais atuais, além de para caçar, é ainda descrito como um bom cão de guarda, rastreio e alarme, sendo ainda utilizado em provas de agility e competições de obediência. Fisicamente é um animal que pode atingir os 69 cm e pesar 36 kg. Com uma expectativa de vida de 12 anos, é um canino de pelagem resistente ao frio e a água, encaracolada da raíz ás pontas exceto na face. Seu temperamento é classificado como tolerante, inteligente e leal.

Bearded Collie - Cachorros.


Bearded Collie - Cachorros: Bearded Collie, Highland collie ou Collie Barbudo é uma raça canina, originária da Grã-Bretanha, mais precisamente da região das Highlands, Escócia. Surgiu da cruza ao acaso de diversas raças de cães pastores como Old English Sheepdog, Polski Owczarek Nizinny, (conhecido também por Lowland Polish Sheepdog), Rough Collie e Border Collie. De acordo com a história, o mais antigo registro visual mostrando um Collie barbudo data de 1771, um retrato do Duque de Buccleigh feito por Thomas Gainsborough. A raça Lowland Polish Sheepdog, antepassados dos Collies Barbudos, chegou a Escócia em 1514, com um capitão da marinha polonesa chamado Kazimierz Grabski, que vendeu 3 de seus 6 cães a um pastor escocês por um carneiro e uma ovelha.
Em 1912 foi fundada a Bearded Collie Society em Edimburgo que não sobreviveu à Primeira Guerra Mundial. Devido a estas convulsões sociais que se arrastaram na primeira metade do século XX, o Bearded Collie esteve quase extinto. Contudo, conseguiu recuperar na segunda metade do século, mas ainda não é uma raça muito divulgada.
Aparência: Cão robusto de altura entre 53 e 56 cm, com peso entre 25kg e 30 kg. A cabeça é grande, com focinho alongado, dentes brancos e bem posicionados. Os olhos devem ter a cor harmoniosa com a cor da pelagem. Orelhas inseridas altas e pendentes, cauda mantida baixa em repouso e alta quando em estado de atenção. Seu pêlo é grosso e forte, com subpêlo mais macio embora ainda espesso. Suas cores podem ser ardósia, loiro-ruivo, todas as tonalidades de cinza, preto, areia e pode ter manchas claras ou não.
Temperamento: Conhecido por seus "pulos", é um cão entusiasmado,alegre e afetuoso. Costuma "pastorear" seus donos e apesar de seu tamanho, é gentil, o que o torna apto a conviver com crianças, com as quais se dá muito bem. É um animal extremamente social e aprecia companhia. Quando criado com forte convívio humano, torna-se um excelente cão de guarda. É apto a ser criado em casa ou ambientes fechados, apesar da necessidade de exercícios físicos. É um dos poucos cães de grande porte com senso de limpeza. Deve-se educá-los desde pequenos, pois são cães espertos,e podem se tornar travessos. De acordo com o livro A Inteligência dos Cães, de Stanley Coren, o Bearded Collie encontra-se na 34ª posição entre as 135 pesquisadas em "IAOC": Inteligência a Adestramento e Obediência a Comandos.
Utilidade: Utilizado durante séculos como guia e pastor de rebanhos, é muito resistente aos invernos mais rigorosos e muito atento ao seu trabalho. Pertenciam principalmente a trabalhadores rurais, tendo sido mais valorizados e selecionados por sua capacidade de trabalho em pastoreio e nas travessias de gado das Terras Altas para os mercados nos séculos XVII e XVIII.

Pastor de Brie - Cachorros.


Pastor de Brie - Cachorros: Pastor-de-brie (em francês: Berger de Brie) é uma raça de cães desenvolvida na França. Apesar de sua origem incerta, seu surgimento foi atribuído a região de Brie, na qual prováveis cruzamentos entre os pastores-de-bauce e os barbet teriam gerado este canino. Um dos cães pastores mais populares do fim do século XIX, tornou-se um dos mais comuns animais de companhia em sua terra natal. Entre as principais curiosidades de sua história está o fato de ter sido soldado na Primeira Guerra Mundial. Fisicamente pode chegar a medir 69 cm e pesar 34,5 kg. Apesar do temperamento tímido e às vezes agressivo, é visto como bom cão de companhia e guarda. Sua pelagem, levemente ondulada e bastane seca, é descrita como de difícil trato.

segunda-feira, junho 27, 2011

Basset Alemão da Vestfália - Cachorros.


Basset Alemão da Vestfália - Cachorros: A basset alemão da Vestfália (em alemão: Westfälische dachsbracke) é uma raça desenvolvida para caças mais lentas e próximas ao chão inspirada nos cães de pernas curtas franceses. Sua origem, embora pareça remontar à Idade Média, devido a apresentação de gruvas da época, é datada apenas de 1886, quando descrito e nomeado. Oriundo de cruzamentos entre dachshunds e sabujos com mutações genéticas que os deixavam com as pernas mais curtas, era utilizado para caçar de lebres a javalis, já que seu reduzido tamanho era vantajoso para aproximidades com as presas. Entre as principais características de sua personalidade, estão a obediência e o companheirismo, além do adestramento ser classificado como fácil.

Cão de Aponte Frisão - Cachorros.


Cão de Aponte Frisão - Cachorros: O cão de aponte frisão, originalmente chamado stabyhoun, é uma raça oriunda do norte dos Países baixos, considera muito rara, já que sua população não ultrapassa os 3 500 indivíduos. De pelagem encaracolada, porém nunca ondulado, tem o temperamento descrito como obediente, paciente e amigável. Fisicamente, é considerado um cão de aponte equilibrado, de estrutura robustamente construída, ideal para o trabalho, como as caçadas.

Sabujo Sérvio - Cachorros.


Sabujo Sérvio - Cachorros: A Sabujo Sérvio (em sérvio: srpski gonic) é uma raça das mais antigas e comuns da Sérvia. Foi conhecido como sabujo dos Bálcãs até 1996. Mantido quase imutável por 250 anos, é um sabujo farejador que gosta de latir. Apesar do corpo robusto e musculoso, chegando a pesar 25 kg, é um animal de temperamento calmo, cujo adestramento é considerado de dificuldade moderada para donos inexperientes.

Flat-Coated Retriviever - Cachorros.


Flat-Coated Retriviever - cachorros: A Flat-Coated Retriever, oriunda do Reino Unido, é uma raça criada no século XIX através de cruzamentos entre terra-novas e cães do tipo setters. Popular até a virada do século XX, perdeu espaço para os golden e labrador retrievers, chegando quase à extinção na Segunda Guerra Mundial. Sua popularidade foi reconquistada como animal de trabalho, enquanto perito em levantamento e recolhimento de caça, e companhia. Podendo chegar aos 36 kgs, tem seu temperamento classificado como meigo, afável e sociável, além de seu adestramento ser considerado fácil. Sua pelagem longa e lisa, apresenta-se nas cores preta ou chocolate, o que o tornou, para alguns, um belo cão de estimação.

domingo, junho 26, 2011

Pointer Inglês - Cachorros.


Pointer Inglês - Cachorros: O pointer inglês (em inglês: English Pointer) é um cão cujo trabalho original era como de tiro. Daí, passou a ser utilizado como rastreador, localizando presas e ficando imóvel, em forma de seta, permitindo que os greyhounds perseguirem e capturarem as presas ou que os caçadores atirassem nelas. Considerado de temperamento meigo e dócil, é um pouco sensível, resignado, cuidadoso com crianças e tem seu adestramento classificado como fácil. Fisicamente pode atingir os 30 kg e tem a pelagem dura, curta e brilhosa, que pode atingir quatro diferentes colocarações.

Spitz dos Visogodos - Cachorros.


Spitz dos Visogodos - Cachorros: O Spitz dos Visigodos (em sueco: Västgötaspets), conhecido também por vallhund sueco, é um cão de uma raça canina de personalidade determinada, tenaz, dura, corajosa e enérgica, além do gosto por mordiscar calcanhares. Nativa da Suécia, esta raça possivelmente descende dos corgis, levados à Escandinávia pelos vikings e quase foi extinta na época da Primeira Guerra Mundial. Salvos por dois criadores estes cães ainda são raros, mas estão cada dia mais populares. De adestramento classificado moderado, pode atingir os 16 kg.

Poitevin - Cachorros.


Poitevin - Cachorros: A poitevin é uma raça oriunda da região francesa de Poitou revitalizada através de linhagens do foxhound inglês. Sua extinção ocorreu na época da Revolução Francesa e, quando não dizimada nas batalhas, sofreu com a epidemia de raiva. Atualmente em seu país natal estes cães fazem parte de uma matilha caçadora, que desfila em uma feira regional. Para além disso, é considerado um bom cão de companhia quando adaptado desde filhote ao ambiente familiar. De adestramento considerado fácil, é um animal que pode atingir os 34 kg e os 69 cm. Entre seus principais atributos físicos estão a ossatura densa e o pescoço longo, esguio e musculoso.

Silky Terrier - Cachorros.


Silky Terrier - Cachorros: O Australian Silky Terrier é uma pequena raça de cão do terrier tipo de cão . A raça foi desenvolvida na Austrália , embora os tipos e raças ancestrais eram da Grã-Bretanha . É intimamente relacionado com o Australian Terrier eo Yorkshire Terrier . A raça é chamado de Terrier de seda na América do Norte, mas é chamado de Terrier Australian Silky no seu país de origem e no resto do mundo.
Aparência: O Australian Silky Terrier é um pequeno e compacto terrier pernas curtas, 23 a 26 cms (9-10 ins) na cernelha , alerta e ativo. O cinza longo e sedoso e branco ou azul e tan casaco é uma característica de identificação, penduradas em linha reta e se separaram ao longo das costas, e descrito como "plana, fina e brilhante". Todas as proporções e os aspectos do corpo e cabeça, bem como tons desejável de cinza e branco e colocação de marcas são amplamente descrito no padrão da raça. O Terrier Silky deve ser ligeiramente mais longo do que alto (cerca de um quinto mais longo que a altura na cernelha). Este é um cão que foi historicamente usado para caçar e matar roedores e cobras, assim que seu corpo deve ter substância suficiente para caber esse papel. A pelagem exige bastante preparação regular e shampooing para manter a sua sedosidade. Silky terrier tem fortes e em forma de cunha cabeça. Os olhos são pequenos e amendoados. De acordo com as normas, olhos claros são considerados uma falha. As orelhas são pequenas e portadas eretas. Silky terrier tem uma cauda de alta set e pequenas, quase felino, com os pés. A pelagem deve ser 
longa, mas não tanto tempo para abordagem até o chão. O cabelo no rosto e nas orelhas é normalmente 
cortada.
História: Os ancestrais do Terrier Australian Silky incluem o Yorkshire Terrier (originalmente da Escócia, antes de ser considerada da Inglaterra) eo Australian Terrier, (que desce da áspera terriers tipo revestido trazida da Grã-Bretanha para a Austrália no início do século 19) poucos registros para indicar se os cães Terriers iniciais foram apenas australianos nasceram com pêlo sedoso, ou se houve uma tentativa de criar uma raça separada. De acordo com o American Kennel Club, a raça começou no final do século 19, quando Yorkshire Terrier foram cruzados com os Terriers australiano. No início, a raça foi conhecida como a Sydney Silky, como era encontrado principalmente na cidade de Sydney, na Austrália. Embora a maioria das outras raças de cães australianos estavam trabalhando, o Silky Terrier foi criados principalmente para ser um animal de estimação e companheiro urbana, embora também seja conhecido por matar cobras na Austrália.
Até 1929 o Terrier australiano, o Australian Silky Terrier, eo Yorkshire Terrier não foram claramente definidos. Cães de três raças diferentes pode nascer na mesma ninhada, devem ser separados por aparência para os diferentes tipos, uma vez que foram cultivadas. Depois de 1932,  na Austrália, cruzamentos ainda estava desanimado, e em 1955 o nome da raça se tornou oficialmente o australiano Terrier de seda. A raça foi reconhecida pela Australian National Kennel Conselho em 1958 no grupo do brinquedo . Durante e após a Segunda Guerra Mundial soldados americanos que tinham sido estacionados na Austrália trouxe de volta ao Estados Unidos um Terriers poucos Silky. Fotografias de jornal da raça em 1954 causou uma onda de popularidade e centenas de Silkies foram importados da Austrália para os Estados Unidos. O American Kennel Club reconheceu a raça como o Silky Terrier, em 1959, assim como a United Kennel Club (EUA ) em 1965, é também reconhecido como o Silky Terrier pelo Canadian Kennel Club . A raça é reconhecida por todos os clubes do canil importante no mundo de fala Inglês, e internacionalmente pela Federação Cinológica Internacional como raça número 236. Também pode ser reconhecido por vários clubes do kennel menores e empresas de internet de registro da raça.
Grupos Breed
O Australian Silky Terrier é um terrier, mas geralmente é colocado no grupo do brinquedo ao invés do 
Grupo Terrier , devido ao seu pequeno tamanho. Como agrupamentos raça são feitas principalmente para 
organizar grupos de raças para exposições de cães, é mais seguro para os cães pouco para estar com 
os outros a sua própria dimensão, e não com cães maiores. A Fédération Cynologique Internationale 
tem uma seção especial do Grupo Terrier que inclui apenas o menor cães, enquanto os clubes do canil 
outro lugar da raça no Grupo Toy, mas universalmente todos concordam que o tipo de raça é Terrier.
Temperamento: O padrão da raça Terrier descrever o temperamento ideal Australian Silky tão agudamente alerta e ativo. Eles gostam de ser dado chances para correr e brincar, mas deve ter um quintal bem vedado. Eles também gostam de caminhar a passos rápidos e jogando bola. A seda é capaz de fazer bem em um apartamento, embora eles também são uma raça ativa indoor. É importante eles são mantidos ocupados e social para desencorajar o tédio                                
Cuidados
O revestimento do Silky Terrier é altamente suscetível a emaranhados e esteiras e requer escovação 
diária e pentear. Esta raça requer um profundo compromisso dos proprietários. Para manter a pelagem 
brilhante, lavagem regular é necessário. Usando um Shampoo Abacate e Aveia vai ajudar a aliviar a 
coceira, pele seca desta raça. Esta raça particular deve ser levado para um groomer a cada três semanas e os seus dentes escovados, enquanto lá. Terriers são conhecidos por terem problemas nos dentes e gengiva. Cuidados também devem ser tomados com grooming perto da área do pescoço e um leash aproveitar deve ser usado para proteger o Silky Terrier de colapso traqueal . 
Terriers sedosa gostam de brincar com bolas. É melhor comprar uma bola de 
plástico em vez de uma bola de algodão, já que tendem a morder e mastigar o algodão para fora. Recomenda-se a jogar bola com ele, pelo menos, uma vez por dia. Além disso, se existem certos limites que você não deseja para que entre, você tem que deixá-lo saber rigorosamente, seja apontando um dedo severo para ele ou repreender-lo com um pouco dura, mas não tom alto.

sábado, junho 25, 2011

Shi-poo - Cachorros.


Shi-poo - Cachorros: O Shih-poo é um pequeno cão doméstico. É um cruzamento entre um poodle e um Shih Tzu. O nome Shih-poo é uma junção de dois nomes da raça. Este tipo de cão também é conhecido como o Pooshih.  Aparência: O Shih-poo tem características de ambos os seus pais, eo aparecimento de Shih-poos irá variar.  Tamanho, por exemplo, vai depender se o pai é um poodle toy ou miniatura. Em geral, o Shih poo é  longa revestidos, uma vez que tanto o Poodle e Shih-Tzu tem uma pelagem longa, mas a sua textura da  pelagem pode ser Shih Tzu em linha reta, 

Poodle cacheado, ou algures no meio. Shih-poos pode ser de qualquer cor ou combinação de cores na ascendência de um dos progenitores. Desde o Shih poo é uma raça misturada não é reconhecido por qualquer clube grande no canil os E.U. O Shih-poo é um dos muitos cruzamentos nomeado Poodle, criados em uma tentativa de combinar as características do Poodle, tais como a sua grande inteligência e de baixa vertente casaco, com as características desejáveis de uma outra raça (neste caso, o Shih Tzu ). No entanto, é igualmente provável que os traços indesejáveis dos pais será produzido também, assim que os filhotes de cachorro deve ser cuidadosamente selecionada. 

Alguns Shih poo pode ter um mais longo, mais focinho do poodle-like do que seu pai Shih-Tzu, aliviar muitos problemas de respiração que o Shih-Tzu pode experimentar. Existem vários registros de híbridos específicos que registram designer / híbrido filhotes cruzamento de pais de raça pura. No entanto, estes registos não são reconhecidos pelo Kennel clubes legítima ou reputados criadores de cães de raça pura.

Curiosidades No livro infantil Hannah West, no centro do Universo, por Linda Johns, um dos personagens é um cachorro Shih poo. A denominação Shi-poo (assim como o Labradoodle) é nada mais que uma nova designação específica entre o cruzamento de duas raças diferentes da mesma espécie, a Canus lupus familiaris, não podendo ser considerada uma espécie híbrida. No Brasil, é conhecida tecnicamente como SRD - Sem Raça Definida - e popularmente como Vira-latas.



Aprenda os Segredos dos Melhores Adestradores ...!

Finalmente! Você poderá adestrar e educar o seu cachorro, com apenas alguns treinamentos básicos, fáceis e de simples execução. 
E o seu cachorro irá lhe obedecer fielmente de uma forma facil e natural.

Você mesmo poderá ensiná-lo a deixar de destruir suas coisas, a latir só quando necessário, ou o melhor a fazer suas necessidades no lugar correto e ainda irão passear sem arrastar você junto...




Broholmer - Cachorros.


Broholmer - Cachorros: A Broholmer, inicialmente conhecida como uma variação de mastiff, é uma raça canina que ficou oficialmente extinta quando o último cão, registrado em 1910, morreu. O declive acentuado desta e de outras raças foi devido a invasão viking na Dinamarca, Suécia e Noruega um século antes. Em 1974, membros do Kennel Club da Dinamarca recriaram a raça broholmer para companhia. Neste país está a maioria dos exemplares. Classificada como uma raça gigante, seu peso varia entre 40 e 70 kgs, e seu adestramento é considerado não muito fácil.

Bichon Bolonhes - Cachorros.


Bichon Bolonhes - Cachorros: Bichon bolonhês (em italiano: Bolognese) é uma pequena raça de cães do tipo bichon, originária da Itália, cujo nome refere-se à cidade de Bolonha. Apreciado como cão de companhia de luxo desde o século XI devido a sua beleza e graça, tem sua origem desconhecida, ainda que se especule ser este canino um descendente do maltês. Considerado um presente de luxo dado entre realezas, foi bastante retratado em pinturas. Seu físico, que não muito se diferencia do padrão antigo (chegando aos 4 kg e medindo 30 cm), tem na pelagem a grande diferença: antes aceitava-se a mescla entre o preto e o branco, sendo o preto modernamente proibido.

Mastim dos Pirineus - Cachorros.


Mastim dos Pirineus - Cachorros: A mastim dos Pirenéus[Nota] (em espanhol: Mastín del Pirineo), também conhecida como mastin d'Argon, é uma raça descedente direta dos matins brancos e mastins espanhóis de pêlo claro. Usados para guardar os rebanhos, usavam coleiras grossas com pontas de ferro para se protegerem dos lobos. Ao longo dos anos, os cruzamentos seletivos transformaram estes cães, que podem atingir os 75 kgs, em animais de companhia para donos experientes no trato com cães, apesar do adestramento ser dito difícil.

sexta-feira, junho 24, 2011

Lapphund - Cachorros.


Lapphund - Cachorros: O Lapphund, conhecido também por lapphund sueco, é uma raça cujo surgimento é especulado em torno de 7000 anos. E sua utilidade a principio era com pastoreio e guarda de renas, porem a raça entrou em declínio no século XX. E foi somente na década de 1960, que um programa buscou reavivar a raça, gerando os padrões hoje conhecidos. Apesar do adestramendo e dos cuidados com a pelagem serem considerados difícies. Este cachorro, que pode atingir 21 kgs, popularizou-se no Reino Unido e na Escandinávia como um cachorro de companhia fiel e ativo.

Pharaoh Hound - Cachorros.


Pharaoh Hound - Cachorros: O Pharaoh Hound, originalmente chamado kelb-tal fenek (em português: cão de coelho), é uma raça cujo nome em inglês remete à semelhança com os antigos cães do Oriente Médio, pertencentes aos mercadores fenícios que se espalharam na região do Mediterrâneo. Caçadores de coelhos, utilizavam audição, olfato e visão para capturarem estas pequenas presas. Ainda usado para caça, tornou-se popular como cão de companhia, ainda que seu adestramento seja considerado difícil.

Pumi - Cachorros.



Pumi - Cachorros: A Pumi é uma raça canina originária da Hungria, e que foi desenvolvido no século XVIII, este cachorro é descendente do Puli e de uma raça franco-germana terrier. Pouco popular fora de sua terra natal, foi mencionado como pertencente a uma raça em 1815, sendo então reconhecido individualmente na década de 1920. Desenvolvido inicialmente para conduzir o gado, é tido como um cachorro espirituoso e cheio de energia, descrito ainda como incapaz de manter-se quieto. Tais qualidades o tornam um bom cachorro de guarda, cujo desempenho é satisfatório, além de ser ainda um bom rateiro (caçador de ratos). Adaptável, é capaz de viver nas zonas urbana e rural, embora não seja indicado para viver em espaços muito pequenos, como apartamentos. Fisicamente, pode chegar a pesar 15 kg e medir 48 cm. De aparência dita rústica, necessita de bastante atividade física.

Puli - Cachorros.



Puli - Cachorros: A Puli é uma raça canina originária da Hungria, onde chegou trazida pelos nômades, chamados magiares, provenientes do Oriente por volta do ano 1 000. Considerado mais ágil que o komondor, foi utilizado para pastorear os rebanhos de ovelhas, ao invés de somente guarda-los. Raça europeia antiga, teve sua população reduzida a dois exemplares durante a Segunda Guerra Mundial. Todavia, esforços de criadores e cruzamentos controlados garantiram a sobrevivência destes caninos.
Fisicamente, pode chegar a medir 46 cm e pesar 16 kg. Raça considerada forte, tem a displasia como 
um de seus principais problemas de saúde. Seu temperamento é descrito como ativo e leal, chamado 
ainda de excelente para como cão de companhia, já que é adaptável a diversas circuntâncias. Ditos 
ainda inteligentes, são fáceis de serem aadestrados e, modernamente, são bastante usados em provas 
de agility.

quinta-feira, junho 23, 2011

Porcelana - Cachorros.


Porcelana - Cachorros: A porcelana (em francês: Porcelaine) é uma raça canina cuja origem é ainda 
imprecisa: suíços e franceses não conseguem comprovar sua primeira aparição, pois é sabido que este 
cão fora difundido em ambas as nações por anos, o que acredita-se ter gerado a controvérsia sobre 
seu surgimento. Historicamente, é ainda afirmado que este animal era um sabujo popular na França em 
1845, enquanto distribuíu-se em matilhas menores na Suíça, no ano de 1880. Historicamente, o 
porcelana fora quase extinto após revoluções, e os poucos exemplares restantes foram reunidos para 
manter a pureza e iniciar sua reconstrução numérica. Com os esforços bem sucedidos, estes sabujos 
tornaram-se ainda populares na Inglaterra, em parte por sua dita beleza, cuja pelagem produz 
reflexos brilhantes. Seu temperamento é qualificado como energértico e feroz caçador, embora gentil 
no convívio familiar e com outros cães, e de fácil adestramento. Chamado amigável, é ainda 
classificado como um vigoroso animal de faro aguçado e forte latido. Fisicamente, pode atingir os 28 
kg e os 59 cm.

Basset Alpino - Cachorros.


Basset Alpino - Cachorros: O basset alpino, originalmente chamado alpenländische dachsbracke, é uma 
raça menor criada sob inspiração dos bassets franceses através dos cruzamentos entre cães austríacos 
e dachshunds. Sua principal responsabilidade é rastrear animais feridos, já que é tradição local que cervos machucados sejam localizados e mortos. Apesar do adestramento ser considerado mediano, não é visto como bom cão de companhia. Podendo atingir os 18 kgs, tem como peculiaridade o nariz muito grande para o tamanho de sua cabeça.

Aidi - Cachorros.


Aidi - Cachorros: Aidi ou Cão do Atlas (em francês: Chien de l'Atlas) é uma raça marroquina de cachorros que é utilizada como cachorro de pastoreio, protegendo rebanhos de ovelhas e cabras. Possui boas habilidades de caça e um bom faro, inclusive em sua terra natal, o Marrocos, costuma ser usado para caçar em parceria com o sloughi, que persegue as presas que o Aidi localizou pelo faro. E quanto as suas características, é um cachorro rústico e musculoso, com pelagem farta, que serve como proteção às grandes variações térmicas da sua região de origem. Sua cor pode variar do bege, marrom escuro ao preto, e pesa de entre 20 a 25 quilos, e tem a altura (medida na cernelha) de 52 a 62 centímetros.





Pastor de Anatólia - Cachorros.


Pastor da Anatólia - Cachorros: O pastor da Anatólia, inicialmente chamado de Coban Köpegi, ficou conhecido na década de 1970, quando começaram a estudar as raças nascidas na região turca de Anatólia. São considerados cães alertas e protetores, regularmente usados para trabalho, como a proteção dos rebanhos de ovelhas e cabras. Vista como uma raça recente, ainda não passou por curzamentos que visem características para a companhia, já que, apesar de sociável, é agressiva com outros animais. Cão gigante de peso médio variando entre 41 e 64 kgs, é uma raça de adestramento dito difícil.

quarta-feira, junho 22, 2011

Boiadeiro de Berna - Cachorros.


Boiadeiro de Berna - Cachorros: A boiadeiro de Berna (em francês: Berner Sennenhund) (em alemão: Dürrbächler), também chamada de montanhês, é uma raça canina de trabalho originária do cantão de Berna, na Suíça. É considerada a raça mais bem sucedida das tricolores, já que estabeleceu-se satisfatoriamente por toda a Europa e América do Norte como cão de companhia, apesar do tamanho e de alguns exemplares apresentarem-se agressivos. Fisicamente, pode atingir os 44 kg e os 70 cm de altura. Devido a cruzamentos
artificiais, certa porcentagem dos boiadeiros de Berna vem apresentando câncer nos ossos e mastocitomas. Devido a este problema, sua expectativa de vida está entre as mais baixas para um canino, por volta dos sete anos. Sua pelagem é de difícil cuidado, preta, abundante, longa e brilhante, de manchas brancas nas patas, tórax, face e ponta da cauda. De adestramento considerado de dificuldade moderada para donos
inexperientes, apresenta ainda um focinho longo com manchas características de sua raça.

Sabujo Montanhes da Baviera - Cachorros.


Sabujo Montanhes da Baviera - Cachorros: O sabujo montanhês da Baviera, originalmente chamado Bayrischer gebirgsschweisshund, é uma raça rara, exceto como companheira de trabalho de caçadores e couteiros alemães, tchecos e eslovacos. É um animal considerado de faro e agilidade inigualáveis, oriundo do cruzamento entre o cão de Hanover e cães de pernas curtas da região da Baviera, usado para farejar rastros em florestas de animais feridos, já que o código de honra das caçadas diz que não se deve deixar um morrer só. De adestramento dito fácil, é classificado como de personalidade tenaz, dócil e sensata.

Buhund Noruegues - Cachorros.


Buhund Noruegues - Cachorros: O buhund norueguês, conhecido como pastor norueguês, é um cão de fazenda há séculos. Apesar de ser uma raça antiga, não era muito popular até a década de 1920, quando um oficial do governo se esforçou para salva-la. Como aparentemente não sofre com o calor, começou a se popularizar no Reino Unido e principalmente na Austrália. De personalidade serena, afetuosa, ativa e tranquila, é um animal de adestramento moderado, bom como cão de guarda e de companhia para donos mais experientes.

Pastor de Beauce - Cachorros.


Pastor de Baauce - Cachorros: A pastor de Beauce (em francês: Berger de Beauce) é uma raça canina europeia proveniente da região francesa de Beauce. Apesar do parente ter este nome, o pastor de Beauce é também conhecido como de Brie. Apesar das diferentes pelagens, as duas raças, geneticamente próximas, são ágeis, fortes e de físico imponente. Comum no norte da França, este pastor possui em seu histórico de trabalho a caça e o pastoreio de javalis. Mais recentemente, foi adotado como cão de companhia e de guarda. Passou ainda a ser bem visto e recebido em competições de raça pela Europa. Apesar de possuir um adestramento classificado como moderado, seu tamanho, que pode chegar aos 71 cm, requer que seus encontros com outros cães sejam supervisionados. Fisicamente, ainda pode atingir os 39 kg, tem o pescoço forte, o focinho alongado e a pelagem dura, curta e densa.

terça-feira, junho 21, 2011

Ridgeback Tailandesa - Cachorros.



Ridgeback Tailandesa - Cachorros: O Ridgeback Tailandesa é uma antiga raça de cão . A raça foi anteriormente desconhecidos fora da Tailândia , mas está ganhando aviso no mundo ocidental.  O Ridgeback tailandês é um dos únicos três raças que tem uma crista de cabelo que corre ao longo de sua volta na direção oposta à do resto do revestimento (Os outros são Rhodesian Ridgeback e Phu Quoc Ridgeback ). Eles também são conhecidos como um tailandês Mah Lang Ahn.
Aparência e Estrutura
O Ridgeback tailandês é um muscular, médias pária tipo cão com uma cabeça em forma de cunha, orelhas 
de formato triangular, prick, e um revestimento muito curto, liso. Tem um sulco pronunciado em sua 
parte traseira formada por pêlos que crescem na direção oposta que se estende desde atrás da 
cernelha para os quadris. Filhotes são ocasionalmente nascido ridgeless. Ridgebacks tailandês ter um 
corpo musculoso e simplificada, tornando-os extremamente ágil. A cauda é portada para cima, chamada 
uma foice ou cauda espada. Sua rugas da testa com a expressão enorme. Como muitos orientais raças, o 
Ridgeback tailandês manteve um 'queixo tesoura ", onde os dentes superiores e inferiores interlock 
quando os ossos da mandíbula reprimir. A língua pode ser preto ou tem marcas pretas. Os olhos são 
amendoados e castanhos, mas pode ser âmbar nos cães azuis. As orelhas são de inserção baixa e 
apontar ligeiramente para fora. As orelhas se levantar progressivamente durante o período de 
crescimento do filhote de cachorro, não são cortadas. O dorso é reto e nivelado. A pelagem é curta, 
dura, e em linha reta. Devido ao tamanho e densidade do derramamento casaco é mínima, ocorrendo uma 
ou duas vezes por ano. Porque esta raça não tem um subpêlo o cabelo não costuma incomodar as pessoas 
alérgicas a outras raças de cães. Revestimento deve ser cores sólidas de azul, preto, vermelho ou 
castanho com uma máscara preta sendo aceitável em vermelhos. No entanto, tigrado e branco também são 
encontrados, mas não são cores aceitáveis. Para a mostra internacional e da concorrência, altura do 
ombro deve ser 22-24 polegadas (56-61 cm) em homens e 20-22 polegadas (51-56 cm) nas fêmeas. As 
médias de peso de 35 £ 55 em mulheres e 40 £ 60 em homens.
Oito padrões distintos cume foram identificados: agulha, pena, seta, alaúde, violino, pino de 
boliche, folha, e Saddleback. Todos os padrões são aceitáveis, mas deve ser claramente definida e 
simétrica. Mais amplo do cume, a mais alta é valorizada.
Blue tailandês Ridgeback.
Blue tailandês Ridgeback.
Tailandês Ridgeback - Bitch
Black tailandês Ridgeback.
Fawn tailandês Ridgeback.

Saúde
Ridgebacks tailandeses são um hardy, raça global saudável com poucos problemas inerentes saúde. A 
raça tem reproduzido na Tailândia quase exclusivamente pela seleção natural, até um passado muito 
recente. A população domesticada é pequena. Depressão endogâmica não foi observado na raça. Cães 
tailandês Ridgeback são propensas a sinus dermóide . As linhas modernas do tailandês Ridgeback, 
resultantes de cruzamentos interpopulacionais, também podem ser propensas a displasia da anca e 
outras doenças genéticas.
Temperamento
Ridgebacks tailandeses são uma raça inteligente. O nível de energia é tipicamente de médio a alto, 
com a maioria dos dia relaxante e períodos de atividade ocorrendo em surtos esporádicos. Bem 
produzido e socializado corretamente Ridgebacks tailandês fazer leais, animais de estimação família 
amorosa. Eles são naturalmente protetores de sua casa e da família e podem ser agressivos ou tímido 
quando não devidamente socializados. Eles são mais bem guardados pelos proprietários consistentes 
que têm uma compreensão completa do comportamento do cão. Por causa do isolamento geográfico prévio 
e falta de contato humano, o Ridgeback tailandesa permanece independente mente e grande parte do 
instinto natural original e unidades permanecem unidade, particularmente intacta presa. Devido à sua 
natureza, o Ridgeback tailandês não é recomendado para o manipulador de cão iniciante. Eles têm uma 
excelente capacidade de salto e pode buscar a percorrer se não for devidamente contida.
Saddleback Ridge
O ridgeback está sob um controle de dois grupos de genes epistáticos. O primeiro determina a 
existência do cume. O outro determina o tamanho do cume, de nenhum a muito grande (para baixo ao 
lado). Para este último, mais os genes no cão, o mais amplo é o cume. O cume será exibido somente se 
houver pelo menos um alelo dominante em ambos os grupos.
Cor
Cor da pelagem também está sob um controle de dois grupos de genes epistáticos. O primeiro determina 
a cor da pelagem, se ele deve ser preto, tigrado, vermelho ou branco. A série de dominação é negra 
para tigrado para vermelho para branco. A intensidade da cor da pelagem está sob controle de um 
conjunto de genes modificadores. O outro grupo controla a diluição das cores. Black pode ser diluída 
para fulvo cinza / prata / azul e vermelho vai se transformar. A cor normal é domínio sobre o 
diluído.
História
A origem do Ridgeback tailandês é não documentado, mas a raça foi desenvolvida no leste da 
Tailândia. A história da raça é o tema de numerosas hipóteses. É geralmente considerado um pária 
tipo que remonta a tempos antigos. O Ridgeback tailandês pode ter mutado de outra forma de cão 
tailandesa que tem aparência semelhante, mas sem crista no dorso. Arte rupestre indicou que os cães 
tailandês tinha acompanhado um caçador desde a idade da pedra nova do país (mais de 2.000 anos 
atrás). Devido ao isolamento das aldeias tailandesas no passado, a raça tinha sido puras dentro da 
vila durante séculos. Como resultado, a aparência da raça é bastante uniforme. Traços mais letal 
tinha sido descartados através de várias gerações de seleção natural. A raça tem um baixo nível de 
depressão por endogamia.
A raça de terceiros existentes ridgeback cães é o Phu Quoc Ridgeback do Vietnã , que é um pouco 
menor do que o Ridgeback tailandês. Com base na genética baseada em hipótese, tanto Ridgeback Dog 
Dog tailandesa e Phu Quoc são susceptíveis de ser descendente de Funan Ridgeback Dog que originou 
mais de 1.000 anos atrás, em Funan Era da região. The Dog Dog Hottentot ou Ari (como chamado pela 
tribo), um ancestral conhecido ridgeback Africano do Rhodesian Ridgeback, está extinto. Sua ligação 
com o cão Ridgeback Funan é muito provável em uma opinião do historiador. A possível ligação 
genética entre as três raças restantes está sendo investigado através de estudos de DNA.
A relação entre os tailandeses e os Ridgeback Rhodesian Ridgeback é incerto.

Sarplaninac - Cachorros.



Sarplaninac - Cachorros: O Sarplaninac ou Šarplaninec (em albanês : Deltari Ilir ; Macedonian : Шарпланинец ; sérvio : Шарпланинац ), (tradução literal: Cão da Serra Sar ) também conhecido como Sharplaninac / Sharplaninec , Shepherd Jugoslava ou Dog Illyrian Shepherd , é uma antiga guarda de gado da raça originalmente da Sérvia e Macedónia . O Sarplaninac foi inicialmente registado pela Federação Cinológica Internacional (FCI), em 1939, como a Ilíria cão pastor em parte por causa de um esloveno, croata, sérvio e do movimento que procurou distanciar-se da Áustria e da Alemanha.
Em dezoito anos de 1939-1957 a raça foi reconhecida como o cão de pastor Illyrian pela Federação 
Cinológica Internacional , no entanto, a pedido da Federação Iugoslava da Cynology em 1957 o nome da 
raça foi alterado para Jugoslava Shepherd Dog-Šarplanina após a Montanhas Sar onde a raça é mais 
comum. Este nome manteve-se como a designação oficial da FCI 53 anos desde então. 

Aparência
O Sarplaninac é um cão grande e fortemente construído. O corpo é ligeiramente maior que a altura na 
cernelha , e conta as patas dianteiras para cerca de 55% da altura. A cabeça é grande, mas proporcional ao corpo, com olhos escuros.

Tamanho
Sarplaninac é um cão robusto, bem proporcionado com boa ossatura, de um tamanho que é bem acima da média e com uma espessa pelagem longa e bastante grosseiros que enfatiza a aparência curto. Eles são 
cerca de 38-55 kg e 70 a 82 cm. Embora os cães muito maiores que existem, que pode chegar até 80 kg 
- a maioria destes "gigantes" são provavelmente de origem da raça mista e provavelmente não puro.

Casaco
A pelagem é densa e de comprimento médio, pode ser áspero ou liso. A pelagem também é cerca de 
quatro polegadas (10 cm) de comprimento. A pelagem vai beneficiar de escovar ocasional. Todos os 
tipos Sarplaninac são sólidos de cor: fulvo, de ferro fundido cinzento, branco ou quase preto. A cor 
não precisa ser completamente uniforme, e mais Sarplaninac ter vários tons diferentes da mesma cor 
esmorecer um no outro. Não há bicolores e não de maneira uniforme preto revestido cães entre os 
animais puros , mas estranha cor de espécimes não existem.

Cor
Normalmente sable ou cinza escuro com "macacão" na cabeça e nas costas, o subpêlo sendo mais pálida. Quase todas as outras cores são aceitas, mas os cães não devem ter grandes manchas brancas em seu 
casaco.

Temperamento
O temperamento da raça é descrita como independente, confiável, protetora, mas não mal-humorado, 
incorruptível e dedicado ao seu mestre. A raça é indiferente com estranhos, e calma até uma ameaça 
ao rebanho se apresenta. A raça tem uma natureza extremamente protetor. Na ausência de um rebanho de 
ovelhas, o Sarplaninac, muitas vezes, tratar os seus seres humanos como ovelhas - pastores-los longe 
do perigo ou áreas indesejáveis. Eles são sereno e majestoso, dócil com crianças e cães menores. 
Eles também são muito inteligentes e criados para trabalhar sem supervisão humana, enquanto 
guardavam os rebanhos nos pastos altos. Filhotes jovens podem matar pequenos animais, até treinados 
para não caçar. Como muitos de seu primo cães Mountain , o Sarplaninac é um cão de guarda muito sério e dedicado.  Devido a isto, eles são naturalmente desconfiados de estranhos e terá boa socialização em uma idade jovem para diminuir esse traço de personalidade inata. Eles são calmos e gentil com sua família, mas 
quando confrontados com o perigo de se tornarem um adversário formidável, não uma raça apropriada 
para todos. Formação consistente e firme é essencial para garantir a conformidade.

Vida profissional
As ovelhas guarda Sarplaninac perto do Lago de pico no Kosovo . O Sarplaninac (Jugoslava Shepherd) é uma raça reservada e intuitiva, teimosa e reservada, mas devidamente treinados e tratados com autoridade, que é excelente em uma variedade de tarefas.  Cão-agressão e desconfiança de estranhos são traços comuns da Sarplaninac, razão pela qual a socialização precoce é de extrema importância. Fortemente ossatura e musculoso, o cão tem uma completa top-coat, com um subpêlo abundante denso, tornando-o resistente e adequado para uma vida fora. O Sarplaninac tem sido conhecida a luta ou afugentar um lobo , lince e até mesmo dos Balcãs ursos .A raça também pode trabalhar de gado e servir como um cão de guarda. Eles foram usados ​​primeiramente como cães militares em 1928 pelo exército do Reino dos Sérvios, 
Croatas e Eslovenos e mais tarde sob Josip Broz Tito na República Socialista Federativa da 
Iugoslávia . Hoje é usada por militares da Sérvia como cão de guarda nas regiões montanhosas.
O Sarplaninac está se espalhando por fazendas norte-americanas como um cão de pastoreio de ovelhas e 
um guardião do gado. Desde 1975, as exportações bem sucedidas têm sido realizadas para os Estados 
Unidos e Canadá para controle de coiotes, e é aí que a sua futura segurança descansa. Ele agora está 
ganhando reconhecimento como um hard-working guarda rebanho, capaz nesses países.
História Sua origem não é clara, acredita-se que seus antepassados ​​foram os antigos Molosser cães da Grécia  e da pecuária cães de guarda da Turquia. A raça foi inicialmente reconhecido pela Federação Cinológica Internacional (FCI), em 1939, como o Illyrian Pastor, após o nome antigo da região. Em 1957, a pedido da Federação Jugoslava Canine (JKS), a FCI mudou o nome para Jugoslava Shepherd Dog-Sarplaninac, após a Montanhas Sar ( Sar Planina em línguas eslavas do Sul ), onde a raça é mais comum. A imagem do Sarplaninac é destaque na inversa do Macedonian 1 denar moeda, emitida em 1993, e sobre o emblema de Dragas , uma cidade no sul do Kosovo, localizado na região das Montanhas Sar. 




Aprenda os Segredos dos Melhores Adestradores ...!

Finalmente! Você poderá adestrar e educar o seu cachorro, com apenas alguns treinamentos básicos, fáceis e de simples execução. 
E o seu cachorro irá lhe obedecer fielmente de uma forma facil e natural.

Você mesmo poderá ensiná-lo a deixar de destruir suas coisas, a latir só quando necessário, ou o melhor a fazer suas necessidades no lugar correto e ainda irão passear sem arrastar você junto...




Lupo Italiano - Cachorros.




Lupo Italiano - Cachorros: O Italiano Lupo foi criado em 1966 por atravessar uma loba selvagem do Norte da Lazio com um alemão cão pastor. 
Diferentemente da maioria dos híbridos cão-lobo esta canina exibida uma propensão a ser usado como um cão de trabalho, e sua criação foi assumida pelo Governo italiano. 

A facilidade de reprodução foi criado em Cumana (Piemonte) e do número de cães aumentou gradualmente para cerca de 700 espécimes. A raça foi oficialmente reconhecida pelo Governo italiano e as leis foram aprovadas para fornecer recursos financeiros para sua reprodução. 

Hoje em dia inúmeras Alpine equipes de resgate utilizam esses cães para busca de vítimas de avalanches. Ao longo do tempo, tem-se revelado superior ao pastor alemão na localização de pessoas enterradas sob a neve. Também tem sido utilizado como cão de resgate para localizar pessoas presas sob os escombros dos edifícios derrubados no rescaldo de um terremoto. 

Tem realizado excepcionalmente bem neste papel.
Aparência
Semelhante a um pastor alemão na aparência, seu focinho lembra a de um lobo. Altura varia entre 60 a 70 centímetros (24-28 in) para cães, e 58 a 65 centímetros (23-26 in) para as fêmeas. A cabeça e sua expressão define o sexo do animal. Os lábios devem ser pretos. A mandíbula é forte, e há um conjunto completo de 42 dentes: a mordida é em forma de tesoura. 

Os olhos dão uma expressão intensa e leal, e variam de âmbar a de cor amarela, cor azul é uma característica indesejável. O corpo é robusto, não muito alongado. O abdômen é forte e colocou dentro 

A coluna vertebral é reta, e muito bem construído. A anca é ligeiramente menor que os ombros. O Italiano Lupo deve sempre mover-se rapidamente e graciosamente, apesar de seu tamanho. Seu trote deve dar a impressão de "força elegante", lembra o lobo selvagem. os membros são longos, musculoso, levemente angulado. 

Sua pelagem é de comprimento médio e dureza, mais curto e mais fino nas coxas, cabeça e membros. As faixas de cores de cinza, com marcas diversas, a creme, com uma sela escura. A cauda, ​​sem exagero, trava de baixa até a polêmica, e não deve mostrar qualquer curva excessiva (exemplo: husky siberiano ).

Temperamento:
Nos últimos 15 anos, o italiano Estadual de Florestas Corps tem trabalhado principalmente com este cão, na Itália e no exterior. O Italiano Lupo, quando se trabalha com a patrulha da floresta, é sempre competente e confiável. 

A sua atitude para tarefas como resque avalanche e terremoto é formidável e é extremamente bem adaptada para procurar as pessoas ou outros animais perdidos nas montanhas e bosques. O Italiano Lupo foi escolhido para servir em Turim Jogos Olímpicos de 2006. 

Uso:
O Italiano Lupo está bem adaptado para o trabalho em um ambiente de montanha, como um cão avalanche e como cão de resgate. É resistente a condições atmosféricas adversas e do mau tempo. Ela não é afetada pela neve-reflexo. 

Com o seu sentido de cheiro afiado, é ideal para procurar pessoas desaparecidas ou animais feridos. Por isso, revela-se uma ajuda ideal para guardas florestais do parque, ou guardas jogo. Também pode ser treinado como um cão policial e possui grande força física e agilidade incrível. Também pode ser treinado como um guarda para proteger o rebanho de gado. Há mais de 15 anos, o italiano Estadual de Florestas Corps tem usado este híbrido de cão-lobo como 
seu cão de trabalho principal.

Smoushond Holandes - Cachorros.



Smoushond Holandes - Cachorros: O Smoushond Holandês ( Hollandse Smoushond , Holandês Ratter ) é uma pequena raça de cão, descendente de um tipo de terrier -como cão mantidos em estábulos para eliminar ratos e camundongos na Alemanha e na Holanda . Eles são considerados como relacionados ao Schnauzer.
Aparência
O Smoushond holandês é pequeno no tamanho, no máximo 10 kg de peso e 43 centímetros na cernelha . 
Seu impermeável revestimento é áspero e peludo, e de qualquer sombra de cor amarela. A forma 
característica da cabeça é larga e curta, com orelhas caídas inseridas altas na cabeça. 
História
O Hollandse Smoushond Club (Smoushondenclub) foi formada em 1905 para documentar e registrar o 
pequeno cão estável como uma raça pura, pois estava em perigo de extinção. Suas origens pode ter 
sido com o antepassado da raça Schnauzer, como uma cor incorreta amarelo. O nome refere-se a sua 
pele shaggy e no rosto, como homens judeus (chamados Smouzen em 1800) tinha barbas e cabelos longos. 
Eles foram chamados de "holandesa" para evitar confusão com o similar grifos belga . Durante a 
Segunda Guerra Mundial , a raça quase desapareceu. Em 1973, vários criadores começaram a reconstruir 
a raça com os cães poucos remanescentes, a maioria dos quais tinham sido cruzados com outras raças. 
Grande parte da reconstrução foi realizada com o uso de Border Terrier cruzes.
Reconhecimento
Embora popular na Holanda, a raça não é bem conhecida em outras partes do mundo. Foi reconhecido em 
2001 pela Federação Cinológica Internacional e colocado no Grupo 2, Seção 1, Pinscher, Schnauzer . 
Dos clubes canil importante no mundo de fala Inglês, ele só é reconhecido pelo United Kennel Club 
nos Estados Unidos (em seu grupo Terrier .) Também podem ser encontradas na lista por alguns dos 
grande número de registros de internet baseado em pequenas e cão empresas de registro como uma 
"espécie rara".

segunda-feira, junho 20, 2011

Terrier Checo - Cachorros.


Terrier Checo - Cachorros: O terrier checo, também conhecido como cesky terrier, é uma raça criada pelo geneticista Frantisek Horak na década de 1940 para ter o tamanho reduzido e caçar em tocas. Misturando o terrier escocês com o selyham terrier, obteve um cão de orelhas caídas para que não entrasse terra e de pelagem mais escura, para que não fosse facilmente identificado. Considerado um cão destemido, é um bom animal de guarda com tendência para morder. Podendo chegar aos 8 kgs, tem o adestramento reconhecidamente difícil bem como o trato com sua densa pelagem.

COMPARTILHE A POSTAGEM.

.

.
.

Visualizações de página do mês passado