.

terça-feira, março 22, 2011

Pit Bull - Cachorros.



Pit Bull - Cachorros: Pit Bull é na realidade uma denominação utilizada para designar o cruzamento e a missigenação de um conjunto de raças de cachorros, como os American Pit Bull Terrier, o American Staffordshire Terrier, o Staffordshire Bull Terrier, e o Bull Terrier, inclusive o Rottweiler e os respectivos resultado destes cruzamentos, porem não se limitando somente a estas raças. Inclusive de forma errada, costumam confundir e denominar os Pit Bull com sendo a raça American Bull Terrier, pois apesar de sua origem e os seus ancestrais serem comuns, a raça American Bull Terrier é uma raça distinta, enquanto que os Pit Bull como foi já foi dito anteriormente, são a mistura de varias raças. Sem entretanto, a estabilização de um padrão fisico e comportamental definidos, tendo tanto o seu padrão fisico e estetico e o seu temperamento e sua personalidade bastante variaveis e instáveis, de um exemplar para o outro.



Entretanto, a história e a origem dos Pit Bulls é a mesma das do American Staffordshire Terrier e American Bull Terrier, com estas raças possuindo como ancestral comum o Staffordshire Bull Terrier, cuja origem está vinculada à região de Staffordshire na Inglaterra. Estes cachorros, extremamente versáteis foram introduzidos nos Estados Unidos pelos imigrantes ingleses, e tiveram um grande sucesso nas rinhas, que conquistaram muito sucesso no final do século XIX. A chegada dos cachorros aos Estados Unidos, no entanto, marcou também o início da transformação do Staff Bull no American Staffordshire Terrier, que teve seu tamanho aumentado graças aos acasalamentos promovidos pelos criadores, que buscavam um cachorro mais robusto e com um maior porte. Em 1835, com a proibição das rinhas, é que deu-se realmente a dissociação entre os criadores e a partir daí surgem o American Staffordshire Terrier e o American Pit Bull Terrier.


Em 1898 o United Kennel Club (UKC) reconheceu o primeiro exemplar da raça e em 1909 foi fundado nos Estados Unidos a ADBA (American Dog Breeders Association), uma associação exclusiva de criadores da raça Pit Bull. Estas entidades independentes do American Kennel Club foram as principais responsáveis por reunir e direcionar os responsaveis e criadores que tinham como propósito manter o Pit Bull "original",  privilegiando principalmente o seu temperamento destemido, aguerrido e determinado. Entretanto, por um lado foi justamente este temperamento destemido e determinado que fez crescer o interesse pela raça por criadores sérios e conscientes. De outro lado, porem atraiu uma legião de criadores desinformados, irresponsáveis, e inescrupulosos, que incentivavam comportamentos extremamente agressivos, e que não se preocupavem em ter  qualquer dominio ou controle sobre seus cachorros.



E foram justamente, esses exemplares sem nenhum treino, educação ou socialização, totalmente desorientados e descontrolados, e que consequentemente, não desenvolveram, e portanto não conseguiram manter as boas qualidades de temperamento dos Pit Bulls, devido tambem a missigenação sem controle ou rigor, com diversas outras raças. Buscando sempre e de uma maneira inconsequente e irreponsavel, a obtenção de exemplares cada vez mais agressivos e furiosos, verdadeiras maquinas de combate, criados, aprimorados e desenvolvidos pelos proprios seres humanos. Exemplares estes, que vieram a protagonizar diversos acidentes graves, entre eles inclusive, muitos fatais, o que fez com que a raça, como um todo,  viesse a ser estigmatizada e marginalizada. E que de forma precipitada, desinformada e preconceituosa se tornou alvo de inumeros protestos em diversos países, com o intuito e o objetivo da criação de leis com o proposito de uma total e completa extinção da raça.




Preconceito este totalmente infundado e precipitado, já que o responsável direto por está serie de acidentes foram os proprios criadores que promoveram e incentivaram estes exemplares a terem este comportarmento violento, agressivo, desequilibrado e anti-social, O que provocou uma temor sem fundamento, e uma forte discriminação em relação a essa raça, o que vem ocasionando, principalmente no Brasil, um imenso número de Pit-Bulls cruel, covarde e irreponsavelmente abandonados. Inclusive nenhuma das três grandes entidades cinófilas internacionais, tanto a  AKC,  o The Kennel Club (Inglaterra) e a FCI (à qual o Brasil é filiado) reconhecem o Pit Bull, como raça oficial e legitima. Ao menos no Brasil, a CBKC criou um grupo especial para as raças não reconhecidas pela FCI, onde outras raças e tambem os Pit Bulls recebem um pedigree diferenciado, com o proposito de preservar o trabalho dos criadores e incentivar tambem a presença de exemplares destas raças em exposições caninas.



Sendo que no Brasil, os primeiros grupos de criadores a se organizarem para preservar e proteger a raça começou em 1996. E posteriormente, muitos outros clubes regionais de criadores foram criados com o mesmo proposito de disseminar informações positivas e corretas sobre a raça Pit-Bull. Promovendo encontros, exposições, e inclusive atividades como os Game Dog, e tambem formalizando os padrões da raça e organizando o registro dos filhotes. Sendo o Pit Bull,  um cachorro extremamente robusto, entretanto bastante ágil, flexivel e resistente, e com um temperamento muito determinado. E é um cachorro fidelissimo ao seu responsável e tambem a seus familiares. Sendo tambem  um cachorro bastante inteligente, conseguindo  aprender as orientações e instruções com relativa facilidade, porem como tambem pertencem a família dos Terriers, pode ser genioso e temperamental. E apesar de ser um cachorro destemido e determinado, o Pit Bull quando bem educado e orientado, não é desobediente ou agressivo com o seu responsavel, seus familiares e demais pessoas da casa.



E mesmo com amigos e estranhos é bastante calmo e equilibrado, a não ser que algo ou alguem venha a representar uma ameaça ao seu responsável ou ao seus familiares. E devido a energia e a aptidão que a raça Pit-Bull manifesta  para a dinamica e a consequente pratica de esportes. As entidades ligadas à raça desenvolveram provas específicas, que visam a promover e incentivar a raça, a desenvolverem e aprimorarem os seus atributos e o seu desempenho nestas atividades. Atualmente existem diversos clubes que organizam eventos específicos como o Game Dog que envolvem provas de resistência, força e agilidade. Inclusive, os Pit-Bulls são  cachorros recomendados para responsaveis que gostem e tenham disposição para a pratica diaria de exercícios. É uma raça otima praticante de agility, e tambem adoram acompanhar o seu responsavel em caminhadas ou corridas. Entretanto o convívio com outros cachorros, é bastante complicado, inclusive com os da própria raça, pois seu instinto de dominância e combatividade é muito aguçado para com outros cachorros, devido principalmente a sua descendência e origem. Entretanto, com disciplina e orientação é possivel que haja convivência, porem com atenção e cuidados devidos.


È recomendavel, para que haja um relacionamento harmonioso e tranquilo, que os Pit-bulls criados juntos sejam do mesmo sexo, e que tambem preferencialmente convivam juntos desde filhotes. E tambem os Pit-Bulls, devido ao seu temperamento, dinâmica, e o seu alto grau de atividade, não se adaptam comodamente a apartamentos ou a pequenos espaços. Podendo inclusive vir a desenvolverem distúrbios psico-emotivos como depressão e comportamentos destrutivos e anti-sociais. O recomendado e o ideal, é que os Pit-Bulls possam desfrutar de bastante espaço, e tenha a companhia constante de seu responsavel,  e tambem muita atividade fisica, para que possam ter uma vida plena, feliz e saudável. Naturalmente, os Pit-Bulls, são cachorros com temperamento e personalidade dominantes, herança genetica de seus ancestrais inglêses. E devido a isto, seus responsáveis tem que saber impor disciplinas e limites a está tendência a dominância da raça. Orientação, educação e adestramento são essênciais e imprescindiveis para que o responsável tenha um cachorro sociável, tranquilo, controlavel e equilibrado. Não se deve, tambem ignorar a grande influência que o ambiente tem sobre o cachorro. Pois na grande maioria das vezes, o culpado pelo cachorro ser desequilibrado, agressivo e anti-social é justamente do proprio responsável, que não soube se impor,  orientar educar o seu cachorro.



Os Pit-Bulls, são bastante tolerantes com crianças, mas até em função de seu porte físico, não devem ser deixados sem a supervisão de um adulto, uma vez que durante as brincadeiras podem vir a derrubá-las. E como todo terrier, os Pits-Bulls devem ser estimulados à obediência desde cedo, caso contrário podem desenvolver uma personalidade dominante e sair do dominio e controle do seu responsável. Também é fundamental que se promova a socialização do filhote não apenas com pessoas diferentes, como também com outros cachorros. E o adestramento básico de obediência, é quase obrigatório para os cachorros que possuem estas características de dominância e dinamica. E de maneira geral os resultados aparecem tanto mais rápido, quanto maior for a participação e o envolvimento do responsável em todo processo de treinamento.



E assim como os adultos, os filhotes são bastante rusticos e resistentes, e tambem cheios de disposição. No entanto, é muito importante que o Pit-Bull desde jovem, já tenha um desenvolvimento adequado do ponto de vista de exercícios compatíveis com sua idade. E o responsável não deve jamais desenvolver atividades fisicas, com exercicios acima de sua capacidade e que venham esgota-los fisicamente. O que tambem pode vir a comprometer o desenvolvimento do filhote, além de poder provocar lesões musculares ou fraturas osseas. Pois um Pit-Bull bem preparado e condicionado fisicamente, exige um trabalho que envolve um programa bem estruturado de exercícios fisicos, e de preferência com acompanhamento veterinário. Entretanto, os Pit Bulls não são cachorros que causem preocupações a seus responsáveis com relação à sua saúde, e além de seu pelo curto exigir poucos cuidados para escovação e limpeza, não há registros de problemas de saude específicos da raça. Porem, como todas as raças de crescimento rápido e forte musculatura, pode apresentar displasia coxo-femural.







Aprenda os Segredos dos Melhores Adestradores ...!

Finalmente! Você poderá adestrar e educar o seu cachorro, com apenas alguns treinamentos básicos, fáceis e de simples execução. 
E o seu cachorro irá lhe obedecer fielmente de uma forma facil e natural.

Você mesmo poderá ensiná-lo a deixar de destruir suas coisas, a latir só quando necessário, ou o melhor a fazer suas necessidades no lugar correto e ainda irão passear sem arrastar você junto...



COMPARTILHE A POSTAGEM.

.

.
.

Visualizações de página do mês passado

.COMO ACABAR COM AS PULGAS!