.

quarta-feira, março 30, 2011

Raça Buldogue - Cachorros.





Raça Buldogue - Cachorros:  O Buldogue é uma raça de cachorros classificada na família dos molossos, e tem como seus ancestrais os antigos molossos do Tibet, sendo porem criado e desenvolvido originalmente como raça na Grã-Bretanha, e era nos primórdios de sua criação e do desenvolvimento da raça, utilizados quase que exclusivamente em rinhas para batalhas com outros animais de grande porte principalmente com touros, inclusive o seu nome Buldogue do inglês Bulldog significa, Bull (touro) e Dog (cachorro). Dai a sua origem, nome e caracteristicas físico/anatomicas estarem relacionadas diretamente, com o seu propósito inicial, que eram as batalhas contra touros. Inclusive os Buldogues tem algumas particularidades anatomicas que lhes são peculiariares, e que se mantem preservadas até a atualidade, e que se caracterizam de maneira inconfundível nos cachorros desta raça, como o fato que eles terem que ser dotados de extremidades curtas, para que os touros tivessem uma maior dificuldades em chifrá-los, e tambem arremessa-los para o alto. 





E tambem possuir o canal nasal curto e com a ponta do nariz recuada em direção aos olhos, o que facilitava a sua respiração durante o ato de mordedura no nariz dos touros, e a propria caracteristica da presença de rugas no seu focinho, tinha a função anatomica de permitir que o sangue do touro escorresse sem se aproximar e alcançar, e  consequentemente não escorrer entre os seus olhos. E do inicio da criação, até o posterior desenvolvimento e aprimoramento da raça, as suas caracteristicas foram se diferenciando e ficando cada vez mais distantes dos antigos Molossos para emoldar-se na morfologia dos exemplares voltados, desenvolvidos e aprimorados de maneira especifica para a pratica do Bull-Baiting, que é o termo que designa-vá os extintos combates entre os cachorros, principalmente os Buldogues, e os touros. E que na época desfrutava de um grande prestigio e popularidade , e fazia muito sucesso na antiga Inglaterra, principalmente entre os trabalhadores mineiros da região de Black Country. 




Sendo que o nome Buldogue apareceu pela primeira vez em forma de documento histórico em uma algumas cartas enviadas por um aristocrata para alguns criadores da raça, isso por volta de 1631. Pois até então não havia um nome padrão e especifico para a raça, sendo utilizados vários nomes como bondogge, boldogge e bandogge. E o bull-baiting se disseminou rapidamente por todo a Inglaterra, impulsionada também inclusive, pela grande paixão dos ingleses pelas apostas. E a pratica do Bull-Baiting, chegou a ser exercida com grande sucesso e popularidade por quase todo continente europeu, entretanto posteriormente, foi encontrando grande oposição, sendo por fim proibida em 1698 na Holanda, em 1834 na França, e finalmente na própria Grã-Bretanha no ano de 1835. E se durante a época em que teve um grande sucesso e perdurou o Bull-Baiting, a criação de exemplares de Buldogue que conseguiam obter êxito nos combates se converteu rapidamente em uma atividade extremamente rentável, fazendo com que a raça tivesse um crescimento exponencial.




Entretanto assim que os combates entre animais, as rinhas, juntamente com os Bull-Baiting foram decretados como atividades ilegais, houve um declínio imediato no interesse e consequentemente na criação e na manutenção de cachorros da raça Buldogue, com muitos criadores desfazendo-se de seus planteis, por falta de retorno financeiro, e praticamente os abandonando, pois devido a forma como eram criados nesta época, estes Buldogues tornaram-se cachorros extremamente anti-sociais, agressivos e ferozes, sendo perigosa a sua utilização até como cachorros de guarda e defesa. E durante este período a raça correu um grande risco de se descaracterizar e até se extinguir rapidamente, fato que só não ocorreu devido a dedicação de um grupo de aficionados e amantes da raça, composto por aristocratas, empresários e comerciantes, que conseguiram selecionar e preservar um bom numero de exemplares de Buldogues, principalmente os comerciantes dos subúrbios de Londres, Sheffield y Nottingham e Birmingham.




E com um tratamento diferenciado, e sem um treinamento com um condicionamento agressivo e belicoso, gradualmente foi se desenvolvendo, aprimorando e sociabilizando a raça. E a simpatia e o interesse por este novo Buldogue, mas civilizado e sociabilizado, com suas inerentes qualidades como um otimo cachorro para guarda e defesa pessoal, foi crescendo e se recuperando gradualmente, inclusive ocorrendo em Birmingham, nas datas de 3 e 4 de dezembro de 1860, a primeira apresentação da raça em uma exposição canina. E em 1863 foi inscrito o primeiro Bulldog no Livro de Origens da raça, e um ano depois, em 1864, se criou o primeiro Clube da raça, e foi Samuel Wichens, que estudou e redigiu os primeiros conceitos e padrões básicos para normalização e a evolução da raça, e depois de se obter a sua aprovação pelos associados do Clube, estas normalizações foram publicado em 1865. No entanto após 10 anos de sua criação, está primeira associação deixou de existir, porém imediatamente logo após foi criado e constituído o Bulldog Club Incorporated, clube que é responsável pela normalização do padrão de raça Buldogue até a atualidade na Inglaterra




E depois da constituição do Bulldog Club Incorporated, principalmente no inicio do século XX, a raça reconquistou o seu grande prestigio, se difundindo por vários paises da Europa, onde encontrou uma grande aceitação tanto por parte do público quanto dos novos criadores. Aumentando consideravelmente o interesse pela raça desde especialistas, criadores, e o publico em geral, principalmente em paises como França, Holanda, Suiça, Alemanha, Italia, Espanha, Portugal e tambem os Estados Unidos, onde se destaca-va por suas virtudes não somente como cachorro de guarda, mas tambem e principalmente como um excelente cachorro de companhia. Entretanto ao longo da história da criação dos Bulldogs, a raça passou em varias ocasiões por diversas etapas de evoluções e diferentes tipos de desenvolvimentos, com isto ocorrendo principalmente na época do apogeu das rinhas de combates entre cachorros, quando os criadores treinavam e selecionavam os exemplares mais resistentes, destemidos e ferozes com o propósito de obter melhores resultados nos combates e consequentemente maiores lucros.




Periodo este, em que houve excessos e exageros, inclusive fazendo-se grandes modificações em sua morfologia natural, com o mais puro propósito e objetivo de transforma-los em autênticos show-dogs, ou seja cachorros preparados e direcionados especifica e exclusivamente para proporcionar espectáculos sanguinários, tendo como  conseqüência após tantas transformações, o desenvolvimento de uma raça desnaturada, extremamente feroz, destemida, anti-social e quase que incontrolável agressividade, e que após a proibição dos combates entre cachorros em vários países e por fim na Inglaterra, sendo que estas caracteristicas incutidas na raça e estes fatos provocaram o desinteresse quase que imediato dos criadores, houve então o risco eminente e o perigo do desaparecimento da raça. Entretanto devido a um trabalho abnegado de amantes da raça, o Bulldog foi progressivamente transformando as suas caracteristicas, sendo criado, tratado e treinado de uma maneira pacifica e sociabilizada, pois anteriormente não tinha quase que contato algum com as pessoas, com o propósito de que a sua ferocidade e agressividade fossem acentuada. 




E progressivamente a raça foi sendo modificada e aprimorada em seu temperamento e personalidade, com o intuito de manter as suas otimas qualidades como um cachorro de guarda feroz e destemido, porem fiel, pacifico, sociável, obediente e controla-vel por seus responsáveis e familiares. Sendo que atualmente a raça Bulldog é considerada como quase que uma incomparável raça de guarda, e tambem uma adorável raça de companhia, principalmente para as crianças, e apesar de seu passado feroz e belicoso, atualmente após o aprimoramento e a evolução da raça, temos um cachorro com uma morfologia e estética excepcional, e com uma personalidade e um caráter fiel, sociável, estável e extremamente confiável. Entretanto não se deve ignorar, não só o seu perfil histórico de uma raça feroz e anti-social, mas que principalmente o Bulldog é um cachorro forte e robusto, e que tem uma tendência natural a desenvolver uma personalidade dominante, e que deve então desde filhote ser orientado, educado e treinado, para que sejam acentuados a sua personalidade caracteristicas como obediência, equilíbrio e sociabilidade.




E devido a sua disseminação e grande aceitação por quase toda Europa, e tambem em paises fora da Europa, principalmente nos Estados Unidos, alem do próprio buldogue inglês, há vários outros tipos de buldogues como o buldogue francês ou bouledogue, o buldogue espanhol, sendo este inclusive o mais pesado e robusto de todos, chegando a pesar até 50 kg, e tambem o bulldog americano, entretanto o buldogue americano não é reconhecido oficialmente, há tambem um tipo de buldogue desenvolvido no Brasil, que é o buldogue campeiro, que igualmente ao buldogue americano tambem não é reconhecido oficialmente. Sendo que independente do tipo ou do porte dos buldogues todos tem caracteristicas essenciais de personalidade ou anatomicas que lhe são peculiares, como um corpo compacto, largo, possante e musculoso, uma cabeça com o crânio proporcionalmernte grande, maciça e arredondada, um focinho curto e achatado, um pescoço curto, grosso, arqueado e com barbela, maxilares proeminentes, boca com mandíbulas largas e quadradas, lábios pendentes, orelhas pequenas e com o pêlo curto e denso de cor fígado, dourado, vermelho, branca, preta, rajado, castanho e qualquer uma destas combinações, porem as cores fígado, preto e preto com manchas castanhas não são muito recomendáveis, e o seu peso pode variar de 24 a 28 Kg do Buldogue inglês até 35 a 45 o buldogue Espanhol. 



E quanto ao temperamento os Buldogues apesar de seu passado belicoso, atualmente são cachorros muito fies e confiáveis aos seus responsáveis e familiares, tranquilos, equilibrados e sem nenhum traço de violência ou qualquer agressividade, e apesar de serem cachorros que gostam de companhia, sendo bastante afetuosos e brincalhões, são porem tambem cachorros bem estáticos e não gostam muito de se exercitarem, podendo perfeitamente serem criados em apartamentos sem maiores problemas, e tambem são muito docêis com crianças, inclusive com as menores de 06 anos. E é um cachorro que gradativamente tem conquistado a simpatia e admiração e a fidelidade a raça por muitas pessoas, não somente na Europa, mas tambem em todo mundo. E inclusive o sucesso e o prestigio desfrutado pela raça, e decorrente tambem em razão de sua evolução em todos os sentidos, principalmente comportamental e temperamental, pois trata-se de uma raça que vem tendo as suas caracteristicas selecionadas e modificadas de forma criteriosa e gradual no decorrer do tempo,com o intuito e o propósito de se conseguir um cachorro que tivesse como principais caracteristicas ser um excelente companheiro e fidelíssimo, inteligente, calmo, controlável, e muito equilibrado. 


Os buldogues apesar de serem fortes e resistentes, porem devido principalmente as suas peculiares caracteristicas anatomicas está suscetivel a desenvolver potenciais problemas de saúde, especialmente por ser uma raça de focinho curto, tem uma forte tendência a manifestar a ocorrência de problemas respiratórios. E inclusive devido a isto não deve ser forçado a fazer qualquer atividade muito dinâmica ou exercício físicos nas horas de calor mais intenso, pois os buldogues não toleram muito bem o calor, fato pelo qual procuram deitar em pisos frios para se refrescar e descansar, como azulejos e cimento, e tambem devem ter sempre água fresca em abundância, além de um local com bastante sombra. E as dobras ou rugas do focinho devem receber atenção especial, já que tem uma tendência a acumularem secreção e umidade, podendo ocasionar dermatites e até o surgimento de fungos. Há tambem eventualmente a ocorrência de doenças como monorquidia ou criptorquidia que é a ausência de um ou dos dois testículos na bolsa escrotal, problemas cardíacos e respiratórios, dificuldades de cruzar ou acasalar e tambem problemas durante o parto. Porem atualmente, os responsáveis e principalmente os criadores estão trabalhando intensamente para minimizar e até eliminar as complicações inerentes e as doenças cronicas e caracteristicas em que os buldogues são mais suscetives de serem acometidos e que cronicamente tem se transmitindo de geração em geração. 



Porem este não é um trabalho de processamento simples nem fácil e tambem não apresenta resultados satisfatórios, concretos ou palpáveis a curto prazo. Pois ao longo da história da criação dos bulldogs, a raça foi vítima de depurações e transformações anatomicas especificas em que se enfatizavam e selecionavam os exemplares mais ferozes e adequados anatomicamente. E estes exemplares, que então se consideravam ideais, eram desenvolvidos com o objetivo de aumentar o seu potencial belicoso tendo em vista a melhorar os seus resultados nos combates. E foi nesta época em que se exagerou mais nas mudanças em sua morfologia, com o cachorro sendo preparado e modificado para se convertê-rem em autênticos show-dogs, ou cachorros espetáculos. Entretanto, graças aos constantes aprimoramentos que foram gradativamente sendo incutidos na raça, efetivamente, os bulldogs atuais descendem de exemplares bastante diferentes dos que atualmente representam a raça. Excessão deve ser feita no caso especifico dos buldogues americanos, pois o bulldog americano é geneticamente diferenciado dos buldogues clássicos da atualidade do ponto de vista morfológico. Pois ainda apresenta caracteristicas especificas e inerentes aos primórdios do desenvolvimento de raça ainda da época do século XIX.









Aprenda os Segredos dos Melhores Adestradores ...!

Finalmente! Você poderá adestrar e educar o seu cachorro, com apenas alguns treinamentos básicos, fáceis e de simples execução. 
E o seu cachorro irá lhe obedecer fielmente de uma forma facil e natural.

Você mesmo poderá ensiná-lo a deixar de destruir suas coisas, a latir só quando necessário, ou o melhor a fazer suas necessidades no lugar correto e ainda irão passear sem arrastar você junto...










COMPARTILHE A POSTAGEM.

.

.
.

Visualizações de página do mês passado