.

domingo, maio 08, 2011

Fox Terrier - Cachorros.



Fox Terrier - Cachorros: A Fox Terrier é uma raça de cachorro de porte médio-pequeno, originária da Inglaterra, o tamanho do macho varia entre 37 e 40 centímetros e o seu pesa é de aproximadamente oito quilos, sendo a fêmea ligeiramente mais baixa e pesa tambem um pouco menos. O Fox Terrier é um cachorro muito ativo e forte, mas tambem é inteligente, teimoso, persistente, e destemido. Mas tambem acima de tudo, muito amigo, afetuoso e protetor do seu responsável, e apesar de ser muito amigo do seu responsável, isso não significa que seja um cachorro de um responsável só, pois se dedica e integra-se muito bem com toda a família, mas acata melhor as ordens de quem lhe impõe disciplina e regras, do que quem lhe dá somente carinho.





E apesar de ser um cachorro muito meigo, afetuoso e dedicado, tambem é um otimo cachorro para desempenhar a guarda e a defesa. Como possui uma enorme energia, é quase impossível que consiga ficar parado cinco minutos seguidos, é necessário então que se tenha tempo para o exercitar, passear e brincar, pois é um forte desportista. E se for deixado muito tempo sozinho, pode tornar-se destrutivo, estressado e muito barulhento. E são cachorros inteligentes, sensíveis e muito equilibrados, tendo uma personalidade muito hierárquica, mas a sua convivência com outros cachorros é muito complicada, havendo grande possibilidade de ocorrência de brigas. 




É um cachorro que aprende muito depressa, mas prefere, na maior parte das vezes, fazer à sua maneira. Devido a isto, na sua educação, o responsável tem de ter pulso firme, pois em caso contrário o cachorro só vai obedecer para ser recompensado. Quanto à saúde, como a maior parte dos terriers, o Fox Terrier é um cachorro muito resistente, não tendo muita tendência a adoecer. E por ser um cachorro resistente, muitos de sua raça chegam a passar dos 15 anos de idade, alguns chegando até mesmo aos 20. O Fox Terrier talvez seja o mais famoso dos representantes do grande grupo dos Terriers, pois a história do Fox Terier é bastante antiga e segundo alguns historiadores, a raça já estava solidamente constituída nas Ilhas Britânicas ainda no século XV. 




O Fox terrier foi desenvolvido pelos ingleses para participar como coadjuvante na caça à raposa, inicialmente eram utilizados em conjunto com o Fox Hound, que encontrava e cercava a presa mas tinha dificuldades de ‘desentocá-la’ devido ao seu tamanho. Era nesse ponto que entravam em cena os valentes Terriers que tinham a função de entrar na toca e afugentar a caça ou alertar o caçador de sua exata localização. Pois esta atividade requeria um cachorro muito destemido, ágil, forte e compacto, enfim, era preciso que fosse um autentico Fox Terrier. O primeiro padrão da raça foi criado em 1876, incluindo as duas variedades: os de pelo liso e os de pelo de arame ou duro. 




Mas apesar de sua antiguidade, o Fox Terrer foi uma das raças que mais se modificou fisicamente desde que seu padrão foi aprovado, especialmente nos anos 20 e 30. Por suas características marcantes, a raça atendia de tal forma a todos os desejos dos criadores e caçadores que em pouco tempo se transformou numa das mais populares da Inglaterra. E não sendo utilizada apenas em sua função original, mas ganhando rapidamente novos adeptos entre os que queriam um ágil cachorro de companhia. Sua personalidade efusiva fez com que fosse adotado como personagem por vários autores, entre eles Hergé, o famoso autor de Tintin, que criou Milu, o fiel companheiro do personagem principal inspirado no Fox terrier. 




O Fox Terrier é um cachorro especial e requer um responsável idem, pois tem uma personalidade bastante forte e precisa de um responsável com experiência e autoridade. E é uma raça que está sempre alerta, pois são cachorros que topam qualquer atividade que seja proposta, e adoram correr, caçar e brincar. Podem obter excelentes resultados em provas de agility, esporte no qual podem aproveitar completamente a sua agilidade e rapidez. Por sua história e utilização inicial, desenvolveram um enorme senso de independência, uma vez que, na prática da caça em tocas, era necessário que fossem autoconfiantes e determinados para cumprirem sua meta, e esta característica eles absolutamente não há perderam. 




E os países europeus mantém provas de caça para a raça até hoje, as provas são simulações da caça tradicional, utilizando-se tocas artificiais com comprimentos de até 15 metros. Nestas provas há a presença real das raposas no final, mas tanto o cachorro quanto a raposa são protegidos pela colocação de uma rede que impede o contato físico entre os dois. É um cachorro que apesar de seu tamanho compacto, precisa de exercícios constantes para se manter em forma e mentalmente saudável. Pode ser facilmente utilizado como cachorro de alarme, que chamará a atenção do seu responsável para qualquer evento diferente, esta característica, no entanto, pode vir a se transformar num problema para aqueles que vivem em apartamentos, uma vez que os latidos poderão incomodar os vizinhos. 




Outro problema pode ser sua tendência a cavar jardins e vasos, dando vazão ao seus mais arraigados instintos de Terrier. E tambem é uma excelente companhia para crianças, aguentando firme o nível de atividade delas, e dificilmente se cansará antes. Já seu convívio com outros cachorros é bastante complicado e difícil, e normalmente o máximo que esses cachorros suportam é a presença de cachorros do sexo oposto. As duas variedade do Fox terrier podem ser bi-colores ou tricolores, mas a cor predominante deve ser o branco. Nos bicolores aceitam-se manchas pretas ou castanhas e nos tricolores as manchas podem ser combinadas de preto e castanho, mas cada uma das cores bem definida. 




Manchas tigradas, vermelha ou fígado (castanho muito escuro ou chocolate) não são admitidas no padrão da raça. Nos exemplares de pelo liso, os cuidados com a pelagem são praticamente nulos, sendo recomendável a escovação apenas para ajudar a eliminar os pelos mortos, pois são cachorros quase que auto-limpantes. Já os de pelo duro precisam de cortes periódicos em sua pelagem, e os cães de exposição nunca podem ser cortados com tesoura uma vez que essa prática muda a consistência da pelagem e pode até mesmo a tonalidade original dos marcas. As tosas de exemplares de pista devem ser feitas à base do stripping, que consiste na retirada manual dos pelos com a ajuda de uma faquinha apropriada. 




Esse procedimento só deve ser realizado por profissionais competentes. Assim como o cachorro adulto, o filhote tem uma energia impressionante que pode, e deve, ser canalizada pelo responsável especialmente com jogos que incentivem a obediência do filhote. Na classificação do pesquisador Stanley Coren, em seu livro ‘A Inteligência dos Cães’, Fox Terrier pêlo liso ocupa a 40ª e o Fox Terrier pêlo de arame ocupa a 51ª posição entre as 133 raças pesquisadas, o que apenas comprova a tese de que é um cachorro que precisa realmente ser estimulado a obedecer seu responsável. Por isso mesmo, é altamente recomendável que desde cedo o seu responsável inicie um programa de adestramento de obediência com seu Fox, com o objetivo de tornar a convivência mais fácil para ambas as partes. 




A educação do filhote requer, acima de tudo, paciência. Especialmente quando o filhote já tiver aproximadamente 6 meses e estiver trocando seus dentes, deve-se evitar que os móveis sejam seu alvo preferencial, para isso, convém fornecer brinquedos próprios para esta fase. Não é recomendado que ele seja deixado muito tempo sozinho em casa, sem a supervisão dos responsáveis, porque caso ele se sinta entediado, certamente vai procurar diversão por conta própria e nem sempre o responsável vai concordar com as condições deixados nos brinquedos que ele encontrou. O Fox Terrier é uma raça extremamente rústica em termos de saúde e uma vez que estejam vacinados, vermifugados e sendo alimentados adequadamente dificilmente apresentam problemas, e também não são propensos a nenhuma doença genética particular como outras raças.









 




   

COMPARTILHE A POSTAGEM.

.

.
.

Visualizações de página do mês passado

.COMO ACABAR COM AS PULGAS!