.

sábado, maio 21, 2011

Sloughi - Cachorros.



Sloughi - Cachorros: O Sloughi ou Galgo Polaco, é uma raça oriunda do Marrocos no Norte da Africa, embora seus ancestrais tenham chegado com tribos árabes nômades há mais de mil anos. Provavelmente o Sloughi acompanhou as tribos nômades árabes que invadiram o noroeste da África há mais de 1000 anos, talvez tambem, seja oriundo da cidade Saloug, no Iêmen. E è um exímio caçador, sua pelagem cor de areia, lhe dá uma perfeita camuflagem durante as perseguições a lebres, antílopes e fenecos nos desertos. Além de cachorro muito utilizado para trabalho, era também tratado quase como um membro da família, enquanto cachorro de companhia. É tambem um cachorro muito vigoroso, e que consequentemente requer muito exercício, e seu grau de adestramento é considerado mediano.



É visto como um cachorro silencioso e respeitável, embora um pouco nervoso e agressivo com estranhos. E tal como o Saluki, o Sloughi foi tratado como membro da família na sua terra natal, e saudado e chorado quando morto. Inclusive esta raça é muito semelhante, quanto à forma e comportamento, ao Saluki, porem tem uma pelagem rasa e macia. A sua gama de cores de areia e corço lhe conferem uma camuflagem ideal para caçar animais no deserto tais como gazelas, lebres e fenecos. Sendo vigilante por natureza, o Sloughi pode comportar-se de forma agressiva para com estranhos, e tambem não é um cachorro indicado para se ter em uma casa que tenha crianças, pois por seu temperamento nervoso, torna-o mais feliz numa atmosfera mais tranquila.





Cão de Canaã - Cachorros.


Cão de Canaã - Cachorros: O Cão de Canaã é uma raça desenvolvida em Israel, e descende de cachorros utilizados pelos beduínos no deserto, e foi originalmente usado pelos beduínos como pastor e cachorro de guarda no deserto de Negev. Sendo originalmente um pário, o Cão de Canaã existiu durante séculos no Médio Oriente. porem nos anos trinta, a doutora Rudolphina Menzel, uma autoridade israelita em cachorros, conduziu um programa de criação seletiva em Jerusalém, produzindo uma raça versátil, bela e bastante inteligente, que é a que hoje conhecemos. E que inclusive atualmente desfruta de muito prestigio e faz um grande sucesso em Israel, pois trata-se de um cachorro que possui grande devoção pela família. Mas que porem, mantém certa distância de pessoas estranhas.



E pode latir a qualquer barulho ou pessoa que lhe possa parecer estranha, pois trata-se de um cachorro guardião por essência. A raça atual, que se desenvolveu nos anos trinta, mostrou ser excepcionalmente versátil. Pois durante a Segunda Guerra Mundial, vários Canaãs foram treinados para detecção de minas, e depois da guerra, alguns membros da raça chegaram a ser usados como guias para cegos. O cão de Canaã atualmente é usado hoje tambem para orientar e guardar rebanhos, seguir rastros e procurar e salvar pessoas. Embora bastante reservado, é tambem um ótimo cachorro de companhia, sendo inclusive cada vez mais popular no seu país de origem, porem alguns exemplares da raça foram levados para os Estados Unidos, onde devido as suas qualidades tambem despertaram simpatia e admiração.






Mastiff Ingles - Cachorros.



Mastiff Ingles - Cachorros: O Mastiff Inglês ou simplesmente Mastiff (em inglês: English Mastiff) é considerado uma raça de cachorros tradicionalmente inglesa. Seu antepassados devem ser buscados entre os Mastins Assírios, descendentes por sua vez do Mastim do Tibete. Dotado de grande força, foi usado intensamente no combate entre cachorros, leões e ursos na antiga Inglaterra. Hoje, é essencialmente um cachorro de guarda e de defesa. A cinofilia lhe tem grande estima, tanto por seus dotes estéticos como pelas qualidades psicofísicas. É, sem dúvida, um cachorro grande, volumoso, vigoroso e simétrico. E de todas as raças caninas, é a mais pesada, sendo que a média mundial para exemplares de boa linhagem e característicos da raça é de 90 kg para machos e 80 kg para fêmeas, isso aos 2 anos.





Aos três anos um Mastiff pode ultrapassar facilmente os 100 kg, havendo registo de um exemplar com mais de 155 kg. Tem um nariz largo, olhos pequenos e afastados, orelhas pequenas, finas e muito sensíveis ao tato. A cauda tem implantação alta, é larga na raiz e vai se afinando até a ponta, sua pelagem é curta e espessa, porem não muito fina nos ombros, no pescoço e no dorso. Raça popular nos Estados Unidos da América, no Brasil o plantel vem crescendo em qualidade e quantidade, persistem, porém, alguns desafios para a criação pois, mesmo nas exposições de estrutura e beleza, observam-se cachorros com pouca estrutura óssea e falta de massa.





Uma vez que se trata de uma raça molossóide, e quanto à marcação (cor), ausência de máscara preta.  Ele pode apresentar cores como fulvo prateado (um tom de bege claro), fulvo abricot (um tom de laranja escuro) e fulvo tigrado, que é uma das cores básicas mais o preto. Todos os Mastiffs devem possuir máscara e orelhas pretas, não existe o preto sólido como cor, e caso isto ocorra, é um sinal claro de que o exemplar é um mestiço. Muitos são os cuidados necessários para com a raça, principalmente devido ao seu peso excessivo, pois o filhote, que nasce com mais ou menos 600 gramas, apresenta já aos seis meses um peso de mais de 50 kg.





O Mastiff requer cuidados especiais com alimentação, que nos seus primeiros 18 meses de vida deve ser a melhor possível, e nas quantidades recomendadas pelos veterinários. Inclusive qualquer excesso pode acarretar problemas como a displasia coxo-femural. Não deve haver suplementação de cálcio, pois isso pode acarretar problemas de postura. Recomendam-se exercícios físicos adequados a cada fase da vida e acompanhamento de um médico veterinário para que se respeitem os limites do cachorro. A sua expectativa média de vida é de aproximadamente doze anos.










COMPARTILHE A POSTAGEM.

.

.
.

Visualizações de página do mês passado

.COMO ACABAR COM AS PULGAS!