.

sábado, maio 28, 2011

Landseer - Cachorros.



Landseer - Cachorros: Landsser é uma raça de cachorro, que porem muitos clubes de cinofilia consideram como sendo simplesmente uma variação preta e branca da raça Terra Nova, entretanto o FCI a considera como sendo uma raça separada. Esta raça se bem treinada ajuda tambem muito os nadadores salvadores a recuperar pessoas na água que estão a se afogar. O Landseer é um grande cachorro de pernas longas, com a pelagem branco e preto e com um corpo poderoso e bem equilibrado. E está sempre atento e disposto a rebocar e salvar pessoas que estejam se afogando ou com dificuldades de nadar para a costa. E são muitas as histórias sobre os esforços corajosos deste cachorro em resgatar as pessoas que estejam se afogamento.





Na verdade, a raça tem o nome de Sir Edwin Landseer, um pintor que comemorou os feitos heróicos de um Landseer em resgatar o capitão do afogamento, pois os Landseers são definitivamente “bebés d’água”. Inclusive é um cachorro que não hesitaria em dar um mergulho se eventualmente estiver passando próximo a um rio ou mesmo um pequeno riacho, mesmo que esteja carregando alguma mochila presa as suas costas. O Landseer teve sua origem no Continente Europeu, mas precisamente na Alemanha e na Suíça, porem ainda é considerada por muitos clubes de cinofilia como sendo uma variante revestida de branco e preto da raça Terra Nova que é totalmente negro.





O Landseer, porém é uma raça distinta e separada que é reconhecida pela FCI, pois devido a ter sido considerada uma variante da Terra Nova, o Landseer quase desapareceu completamente, principalmente quando o Terra Nova tipicamente preto tornou-se moda. E tambem a existência da raça foi gravemente afetada pela 2 ª Guerra Mundial, e graças aos esforços feitos pelos criadores alemães e suíços, o Landseer foi revivida nos anos 1930. O cachorro que foi desenvolvido pelo cruzamento da Terra Nova com o Cão de Montanha dos Pirinéus é muito mais leve, com uma pelagem mais pesada que é muito mais fácil de cuidar. O Landseer tambem possui um excelente nariz, pois igualmente ao Retriever é igualmente hábil na recuperação na terra ou na água.





E o Landseer faz um bom cachorro de guarda também, e é uma raça das mais exigentes neste quesito, pois ao ter a percepção de que a família está em perigo imediatamente não hesitaria em colocar entre a família e o perigo detectado. E apesar de não ser um cachorro feroz, é bastante destemido e ficaria bravamente na frente do membro da família para enfrentar a ameaça. E quanto a sua aparência e porte o Landseer é uma raça de cachorros que é muitas vezes confundido como um Terra Nova. No entanto, além do óbvia diferença nas características, um Landseer é comparativamente mais alto do que uma Terra Nova. Sendo que a Landseer é uma raça grande, com uma bela e nobre aparência, e a sua simétrica e enorme cabeça está intimamente equipado com um couro cabeludo curto e sem rugas que cobre a cabeça.





A Landseer tem um crânio largo e um focinho curto, mas forte, que porem parece estar fora do quadrado,tendo tambem um nariz preto escuro, e os olhos são amendoados dando ao cachorro uma expressão amigável. As orelhas de tamanho médio são de forma triangular e têm pontas ligeiramente arredondadas,e as orelhas são tambem cobertas com pelos bem curtos. O pelo mais comprido situa-se na parte de trás da base dos ouvidos. As orelhas são simetricamente postas em planos ao lado da cabeça. Esta raça tem um pescoço largo e musculoso, uma parte traseira reta e nivelada, com um lombo musculoso e um peito profundo, com costelas bem arqueadas.





A cauda é forte densamente coberta com cabelo espesso, quando está em repouso, a cauda forma uma ligeira curva no final e trava para baixo. Em movimento, a cauda é portada reta com uma ligeira curva no final. A raça tem uma pelagem dupla, o acabamento é longo, reto e macio ao toque, com o acabamento levemente ondulado, e tambem é grossa e oleosa, sendo que o subpêlo é grosso e muito oleoso. E sua pelagem predominantemente branca é marcada com manchas pretas no corpo, a cabeça e as orelhas são pretas. Uma mancha branca que vai do focinho ao colar melhora a aparência e a torna impressionante. A personalidade e o temperamento do Landseer o tornam definitivamente um cachorro de família, pois esta raça adora estar próxima de sua familia.





E apesar de seu grande porte, preferem a qualquer coisa estar no colo de um membro da família e ser carinhosamente afagado. Pois este afável cachorro faz um bom e calmo membro da família, e não gostaria de ser relegado para um canil ou o quintal, pois prefere ficar dentro de casa, se preguiçar no sofá ou na frente do fogo onde ele pode dedicar toda a sua atenção para a família. E este gigante gentil seria tambem uma ótima babá, gentil e tolerante, o Landseer é um companheiro maravilhoso e um guardião seguro para toda a família e especialmente as crianças, pois é um protetor por natureza. O Landseer sabe tambem imediatamente discernir uma situação perigosa, e vai agir imediatamente para proteger a família.





E é um cachorro amigável com estranhos, outros cachorros e animais, desde que não os reconheça como uma ameaça à família.  A Landseer é um bebedor bagunçado, e baba muito também, porem é um cachorro muito inteligente, que é conhecido por ser fácil de treinar, o que não deixa de ser uma vantagem para esta raça de grande porte. O Landseer é uma raça grande e energética, porem eles se adaptam muito bem em um apartamento, pois são praticamente inativos dentro de casa, e podem mesmo ser considerada como almofadas de sofá. Pois esta é uma raça preguiçosa, pronto para descansar dentro de casa o dia todo, entretanto são nadadores exímios e natos, principalmente pelos seus pés palmados que o fazem nadadores excelentes.





Se a natação não é possível, uma longa caminhada seria benéfica para o Landseer. Entretanto são cachorros bastante sensíveis ao clima quente, e para exercitar o Landseer é melhor faze-lo no início da manhã ou começo da noite quando a temperatura é mais amena e fria. E quanto aos cuidados com a pelagem, a raça tem uma pelagem grossa que se faz necessária uma escovação cuidadosa diária. E de preferência uma escovação com um pincel duro, para poder remover os emaranhados de sua pelagem. E a escovação regular tambem vai distribuir os óleos da pelagem, e banhos freqüentes não são necessário nem recomendáveis para não retirar o óleo que impermeabiliza o pêlo, e no lugar da lavagem um banho seco é recomendado.





As unhas devem ser cortadas regularmente, e os cachorro devem ter os dedos ergôs removidos. O Landseer é muitas vezes confundida com a Terra Nova, na verdade, nos EUA e na Grã-Bretanha estas duas raças são consideradas como sendo a mesma coisa. No entanto, a FCI considera o Landseer do Continente Europeu uma raça separada. Este grande cachorro branco e preto foi retratada no famoso quadro “Um membro ilustre da Humane Society” feito pelo renomado pintor Sir Edwin Landseer em 1838. Este pintor fez inúmeras pinturas retratando grandes cachorros brancos e negros. E estes cachorros eram cachorros da raça Landseer, eventualmente nomeado em homenagem ao famoso pintor.





O cachorro que foi retratado na pintura era de um exemplar chamado Bob. Diz a lenda que este cachorro e o seu responsável ficaram como náufragos por duas vezes, a primeira vez, o cachorro foi capaz de trazer o mestre em segurança à costa nadando duas milhas de onde o navio tinha afundado. No segundo naufrágio do cachorro não foi bem sucedido em resgatar o mestre e ele nadou até a praia sozinho. E Bob passou a freqüentar com frequência as ruas das docas para salvar pessoas de afogamento, e devido ao seu valoroso empenho o cachorro foi adotado pela Humane Society. Nos seus 14 anos de dedicação e serviços prestados aos náufragos o cachorro foi creditado com 23 resgates.





Bob é considerado um dos grandes cachorros brancos e negros que existiram por mais de 200 anos nas ilhas de Newfoundland. Estes cachorros gigantes que foram utilizadas pelos pescadores para puxar redes europeias à costa foram levados para a Inglaterra. E eram conhecidos por sua habilidade de ajudar as pessoas que estavam a se afogar. E um grande número de cachorros desta raça eram trazidos e vendidos pelos pescadores europeus, na Inglaterra. Acreditava-se que as exportações dos cachorros foram feitos na década de 1770. No entanto, constatou-se que estes cachorros já existiam na Inglaterra a muito tempo, pois uma pintura do Conde de Romney já tinha retratado um cachorro da raça Landseer.





Onde foram feitas extensas descrições da raça em 1732 no livro “Senhores do ferrador”. “Uma História da Terra e da Natureza Animados”, escrito por Oliver Goldsmith em 1774 descreveu extensivamente o cachorro. Por causa da aparência impressionante a raça Landseer foi retratado na pintura e tem sido objeto de numerosos livros. E cachorros da raça Landseer são originados da Alemanha e da Suíça, foi especulado de que a raça foi criada através do cruzamento da Terra Nova branco e preto com cachorros Pyranean Mountain, para se criar um cachorro que se assemelha-se ao cachorro na pintura feita por Sir Edwin Landseer. Otto Walterspiel, um criador alemão tinha aprimorado e desenvolvido seletivamente a raça.





Entretanto o primeiro exemplar da raça Landseer nasceu na Holanda em 1893, já a segunda ninhada de raça pura, nasceu em 1902 na Suíça. Em 1960, o Landseer do tipo europeu-continental, que é um cachorro que tem as pernas mais longas e tambem é conhecido por ser bem mais ativa do que a raça Terra Nova, quando foi então considerada como uma raça separada pela FCI, sendo a raça registada sob o número 226. E após o registro, a popularidade da raça continuou a subir. A raça conquistou outros países europeus, podem inclusive agora serem vistos por toda a Europa.










Aprenda os Segredos dos Melhores Adestradores ...!

Finalmente! Você poderá adestrar e educar o seu cachorro, com apenas alguns treinamentos básicos, fáceis e de simples execução. 
E o seu cachorro irá lhe obedecer fielmente de uma forma facil e natural.

Você mesmo poderá ensiná-lo a deixar de destruir suas coisas, a latir só quando necessário, ou o melhor a fazer suas necessidades no lugar correto e ainda irão passear sem arrastar você junto...






Falena - Cachorros.



Falena - Cachorros: O Falena, ou Phalene em frances, é a versão de orelhas em queda do Papillon, uma raça também conhecida como o cachorro da borboleta ou da Continental Toy Spaniel ( Epagneul Nain Continental ). Inclusive a Falena é a forma mais antiga da Papillon, a aparência da variedade de orelhas eretas não foi documentado até o século 16, época em que a Falena tinham sido retratados em inúmeras pinturas, especialmente em retratos dos ricos pelos antigos mestres e seus alunos. Bélgica, França, Espanha e Itália têm sido creditado com a criação ou desenvolvimento de cachorros da borboleta. O Papillon ganhou popularidade depois da virada do século XIX, e em meados do século 20, a popularidade do Papillon tinha em muito ultrapassado o de Falena.


Que inclusive chegou a um numero de exemplares suficientemente baixo para se tornar ameaçada de extinção. Felizmente, a raça conseguiu se recuperar e se salvar da extinção.  O século 21 viu um ressurgimento do interesse na raça Falena, com os seus criadores ressaltando que nos países onde ela é julgada juntamente com o Papillon, os juízes devem estar suficientemente familiarizado com a raça padrão para apreciar as qualidades de uma raça bem Falena, e não confundir as suas orelhas caídas com os de um semi-ereto Papillon nabal, o que sugeriria uma falta de conformação. A raça Falena é considerado uma variante do Papillon no AKC, onde estão inscritos como Papillons e mostrado e julgados na mesma classe.


O padrão da raça é a mesma, com excepção das orelhas caidas, o que não se senta tão baixo sobre a cabeça como a de outros tipos de Spaniel. Nos países onde os clubes seguem as diretrizes da FCI, a Falena é considerada uma raça distinta. O Falena é inclusive considerado um Spaniel de brinquedo que leva o seu nome da palavra francesa para mariposa, e a raça é muitas vezes referida como a “Continental Toy Spaniel”. O Papillon é idêntico, exceto que os ouvidos são definidos na cabeça, franjas, como asas de uma borboleta. O Falena é um cachorro carinhoso, um alegre pequeno cachorro. É resistente, e cria-se seus filhotes com facilidade, é tambem um bom andarilho, e pode se adaptar aos extremos do clima.


Sua aparência atraente e natureza amigável tornam o Papillon  um cachorro ideal para a família. Mas, como muitas raças pequenas de companhia, eles tem uma tendência a se tornarem possessivos de seus responsáveis e muitas vezes podem se tornar muito ciumentos e agressivos com visitantes da casa. E o porte e o tamanho do Falena é de uma altura de 20 à 28 cm na cernelha, o Falena tem um porte um pouco mais longo do que alto. E sua pelagem é abundante, longa, fina, sedosa fluindo em linha reta com qualidade elástica, plana na parte traseira e laterais do corpo, com uma franja profusa no peito. Não tem subpêlo, com o pelo curto e fechado no crânio, focinho, à frente das patas e dos pés traseiros para jarretes.


E as orelhas são bem franjadas com o interior coberto de pêlos sedosos de comprimento médio. Costas das patas dianteiras são cobertas com penas diminuindo para os metacarpos, e as pernas traseiras são cobertas até os jarretes, com abundantes calções (culotes). A cauda é coberta com uma pluma longa, flutuante. O pelo em pé é curto, mas bem, pode aparecer tufos sobre os dedos e crescer além de si formando um ponto. E as cores da pelagem são particolor branca com manchas de qualquer cor, tri-color preto e branco com manchas castanho acima dos olhos, dentro das orelhas, nas bochechas, e pode ter tambem sob a raiz da cauda. Na cabeça, a cor diferente do branco deve cobrir ambas as orelhas para trás, e de frente e se estender sem interrupção das orelhas sobre ambos os olhos.


Uma chama claramente definidos e faixa branca no nariz é preferível a uma cabeça solidamente marcada. A simetria das marcas faciais é desejável, e o tamanho, formato, localização, ou ausência de manchas no corpo são sem importância. Phalenes pode ser qualquer particolor, desde o nariz, pálpebras e os lábios são bem pigmentadas de preto. Entre as cores, não há preferência.

As seguintes faltas devem ser severamente penalizados:
(A) do nariz não preto.
(B) A cor diferente do branco não cobrindo as orelhas para trás e da frente, ou não se estende desde os ouvidos mais de ambos os olhos. A pequena extensão do colarinho branco na base das orelhas ou alguns cabelos brancos, espalhados entre a cor não deve ser penalizado desde o surgimento da borboleta não é sacrificado.


Como um grande número de raças pequenas de companhia, a Falena aceita com boa vontade um passeio no colo de seu responsável, ou tambem se contentam com uma caminhada ao redor do parque. E tambem a higiene diária é necessária para manter a Falena com o pelo bonito e em bom estado. E quanto a origem e história, acredita-se ser um descendente do Spaniel Anão do século 16 e que tiveram origem em Espanha, a guloseima, Falena pouco tem sido incluído em muitas pinturas, incluindo alguns de Rubens e Van Dyke. O Papillon, borboleta ou cachorro, é idêntico, exceto para os ouvidos asa de borboleta. No Canadá, os Estados Unidos e no Reino Unido eles são julgados como uma raça com os padrões quase idênticos. No entanto, a FCI (França) separa as raças para os padrões e as variações de peso. Phalenes tem feito bem em treinamento de obediência e provas de agilidade.


Bullenbeisser - Cachorros.



Bullenbeisser - Cachorros: O Bullenbeisser (também conhecido como Buldogue alemão) foi uma raça canina conhecida por sua robustez e agilidade. Entretanto a raça está atualmente praticamente extinta devido à sucessivos cruzamentos com outras raças de cachorros. Era conhecido como mordedor de touros, que antes também era chamado segundo antigos textos germânicos de Canis Ursiritus (cão de urso) e Canis Porcatoris (cão de javali) ultrapassou fronteiras e, na segunda metade do século XIX, se encontrava nos Países Baixos, Bélgica e no leste da França. Então se distinguiam o Bullenbeisser de Dinzig e o Bullenbeisser Brabançon, de menor tamanho, que dois criadores descreviam assim em 1877, no periódico Der Hund und seine Jagd: “é um cachorro imponente, forte e sério, e tambem é o cachorro mais inteligente da raça dos molossos, medindo cerca de 55 cm. Tem o focinho curto, largo e desnivelado, marcado por rugas e com lábios pendentes. A cabeça é larga, seu diâmetro é maior que o de qualquer outra raça, os olhos são ligeiramente oblíquos e um pouco cobertos pela pele da frente. Tem rugas na testa e nas bochechas. As orelhas são cortadas. A linha superior é reta, e a cor de sua pelagem é de leão, rajada de cor de lobo.







Aprenda os Segredos dos Melhores Adestradores ...!

Finalmente! Você poderá adestrar e educar o seu cachorro, com apenas alguns treinamentos básicos, fáceis e de simples execução. 
E o seu cachorro irá lhe obedecer fielmente de uma forma facil e natural.

Você mesmo poderá ensiná-lo a deixar de destruir suas coisas, a latir só quando necessário, ou o melhor a fazer suas necessidades no lugar correto e ainda irão passear sem arrastar você junto...



Sabujo Espanhol - Cachorros.



Sabujo Espanhol - Cachorros: O Sabujo Espanhol, originalmente chamado Sabueso Español, é uma raça parente do Mastiff, do Bloodhund e possivelmente do extinto Talbot, e foi criado na Península Ibérica, longe do contato com outros cachorros. Considerado um farejador vigoroso, é geralmente utilizado para trabalhar sozinho, e sua variação de tamanho é tão grande, que recebeu nomes distintos, como Sabujo Espanhol Lebrel, o menor de todos porem praticamente extinto. De adestramento considerado de dificuldade mediana, não é visto como bom cachorro de companhia, já que apresenta problemas de socialização com outros animais. Até a pouco tempo, esta raça ocorria em dois tamanhos diferentes, mas o menor, o Lebrero, está agora virtualmente extinto.





E mesmo na variedade padrão existe uma diferença de tamanho acentuada, em que os machos são 20 por cento maiores do que as fêmeas. Esta raça raramente trabalha em matilha, pois é normalmente um caçador solitário, que trabalha apenas com seu companheiro humano, e adora o trabalho pesado e segue de bom grado rastros do nascer ao pôr-do-sol. O Sabueso pode ser temperamental e deve ser apresentado às crianças e aos estranhos com cuidado, e pode também causar alguns problemas com cachorros que não conhece. Embora a raça não tenha sido especificamente criada como cachorro de guarda, alguns indivíduos mostram-se surpreendentemente eficazes nessa área. E a semelhança entre o Sabueso e os Mastins indica a antiguidade da raça, e tambem desenvolveu-se a partir da mesma fonte que o Bloodhound e é um descendente provável do extinto Talbot Hound Branco, e o isolamento na Península Ibérica permitiu à raça manter-se em estado puro.







Aprenda os Segredos dos Melhores Adestradores ...!

Finalmente! Você poderá adestrar e educar o seu cachorro, com apenas alguns treinamentos básicos, fáceis e de simples execução. 
E o seu cachorro irá lhe obedecer fielmente de uma forma facil e natural.

Você mesmo poderá ensiná-lo a deixar de destruir suas coisas, a latir só quando necessário, ou o melhor a fazer suas necessidades no lugar correto e ainda irão passear sem arrastar você junto...



COMPARTILHE A POSTAGEM.

.

.
.

Visualizações de página do mês passado

.COMO ACABAR COM AS PULGAS!