quinta-feira, agosto 11, 2011

Diabetes - Cachorros.



Diabetes - Cachorros: Atualmente os cachorros apesar de terem uma expectativa de vida maior, tem uma vida mais sedentária e consequentemente tambem praticam pouca atividade física.  E o somátorio destes dois aspectos, que são a idade avançada e o sedentarismo, são respectivamente os principais fatores que acarretam o aparecimento do diagnostico de diabetis nos cachorros.  Pois o diabetis faz com que o pâncreas desacelere a produção de insulina. quando então o organismo do cachorro deixa de transformar o alimento ingerido em energia. Fazendo com que grande parte se transforme em glicose que porem sem a presença da insulina, não pode ser metabolizada pelas celulas, ficando então está glicose fora des celulas, circulando e se acumulando nocivamente no sangue. Pois apesar do cachorro manter o apetite, e até comer e beber excessivamente, eliminando inclusive parte da glicose atraves da urina, há uma continua e acentuada perda de peso, fraqueza com uma grande apatia e falta de ar. E são estes inclusive os principais sintomas manifestados, e que indicam a presença do diabete nos cachorros. E quando, muitas vezes por negligencia, é diagnosticada tardiamente a presença da diabetes, é necessaria a internação imediata do cachorro para que se possa diminuir e se estabilizar os níveis de açúcar no sangue e tambem se minimizar o risco de maiores complicações. Pois um diagnostico preventivo e na fase inicial da doença, acarreta em uma maior qualidade de vida para o cachorro, evitando que o mesmo venha a sofrer e morra precocemente.  Pois o diabetis alem de provocar desnutrição e apatia nos cachorros, ocasiona tambem consequentemente cegueira, demora excessiva nas cicatrização de ferimentos, graves complicações nos rins e no coração, que dependendo do grau de incidência podem até ser fatais. Sendo que quando se atinge este grau, estas complicações só podem ser evitadas ou minimizadas se o cachorro vier a receber doses precisas e adequadas a ele, atraves de injeções diárias de insulina, e periodicamente a cada três meses, no máximo, é necessário se fazer um acompanhamento e um monitoramento minucioso de suas condições de saude. E atraves de exames especificos, monitora-se e identifica-se o estágio da doença, quando então se pode indicar precisamente a dose necessária de insulina proporcional e adequada para o seu organismo, pois para cada faixa etária e para cada biotipo de cachorro, há uma dose especifica e apropriada, juntamente tambem com uma posterior disciplina alimentar e atividades fisicas. E é fundamental cuidar bem da alimentação e estimular o cachorro a se exercitar todos os dias. Pois sem mudança nos hábitos, é praticamente impossível se evitar ou se controlar o diabete,  e  levando a serio e seguindo essas recomendações, com um tratamento basico atraves de doses diárias de insulina, associada preferencialmente a rações dietéticas especificas e sessões diárias de exercício. o cachorro pode voltar a ter tranquilamente uma rotina normal e desfrutar de uma otima qualidade de vida, e por muito tempo.





COMPARTILHE A POSTAGEM.

COMPRE E RECEBA EM CASA! COM TODA COMODIDADE, SEGURANÇA E RAPIDEZ.

,

,

CURSO DE VIOLÃO: EBOOK + VIDEO AULAS - TOTALMENTE GRATIS!