sábado, agosto 20, 2011

Brucelose - Cachorros.



Brucelose - Cachorros: A brucelose é uma doença infecto-contagiosa, que se manifesta de forma crônica e que frequentemente provoca abortos nas cadelas. E dependendo das condições do meio ambiente, podem ser bastante resistentes, pois quando presentes em animais ou tecidos mortos, quando enterrados podem resistir vivas por 2 meses em clima frio, porem são bastantes sensíveis a regiões de clima quente e a luminosidade não conseguindo resistir a mais de 24 horas, não conseguindo resistir tambem a desinfetantes comuns, a pasteurização e inclusive a uma simples fervura. 

E para que aconteça a manifestação da brucelose, independe do sexo do cachorro, ou da estação do ano pois o clima não têm influência na apresentação da doença, mas principalmente a idade, pois as brucelas são mais suscetiveis a infectar  cachorros ou outros animais jovens, entretanto tambem pode ocorrer em outras faixas etárias. E tambem não há transmissores, nem vetores especiais e os principais reservatórios da doença são os próprios animais infectados. Porem as fontes de infecção mais comuns são a água, os alimentos e os resíduos contaminados do aborto como a placenta, secundinas e lóquios, entretanto especialmente nos cachorros é comum a transmissão da brucelose po via venérea, através do coito. 

Pois o cachorro adulto infectado não apresenta qualquer sintoma específicos e tambem não corre qualquer risco de morrer pela enfermidade. Sendo que a Brucella canis geralmente fica localizada na genitália e nos infonodos regionais tanto nos machos quanto nas fêmeas. Nos machos a brucelose causa principalmente orquite e epididimite, e nas fêmeas provoca o aborto entre 44 e 55 dias de gestação, e metrite. Sendo que consequentemente a infertilidade é inevitável. podendo inclusive tipos de brucelose diferenciados ocorrerem e acometerem espécies diferentes, encontrando-se comumente por exemplo infecções em cachorros por Brucella abortus e Brucella suinus. 

Sendo inclusive importante ressaltar que todos os tipos de brucelose são tambem zoonoses, sendo portanto transmissiveis e consequentemente patogênicas para os seres humanos. Sintomas clínicos como higromas, artrites e neonatos enfermos devem sempre merecer atenção como sinais suspeitos para um possível diagnóstico de brucelose. Porem não há sintomas gerais como febre e outros, pois a doença tem uma tendência ao curso crônico e à endemicidade. 

Em alguns casos pode-se observar uma letargia nos cachorros acometidos, como tambem uma pelagem pobre, e uma certa rigidez dos membros posteriores. E o diagnóstico da suspeita de brucelose está baseada fundamentalmente nos sinais clínicos, entretanto o diagnóstico deve-rá sempre ser sorológico ou bacteriológico, porque há numerosas causas de aborto e tambem porque os sinais de brucelose têm similares em outras enfermidades animais. E inclusive são numerosos os métodos sorológicos para o diagnóstico da brucelose. 

E o antígeno utilizado geralmente é o de Brucella abortus que dá reação cruzada com todas os tipos de brucelas patogênicas, exceto a Brucella canis, pois para esta é imprescindível usar o antígeno homólogo. Quando uma prova é positiva há grande probabilidade de que o cachorro seja doente uma vez que a brucelose é uma doença crônica. Quando a prova é suspeita de negatividade, deve ser repetida de um a 2 meses depois. e caso haja na constatação de um mesmo resultado negativo o cachorro poderá ser então diagnosticado como não portador da brucelose. 

E mesmo que a brucelose mesmo sendo uma doença que não apresente ou cause maiores problemas de saúde aos cachorros, por ser uma doença cronica e de carater endêmico é bastante prejudicial para os criadores, pois a fêmea devido aos abortos cronicos se torna praticamente estéril. Porem a gravidade maior é principalmente pelo fato de a brucelose ser uma zoonose, podendo consequentemente ser transmitida as pessoas, devendo-se por isto tomar-se todas as precauções e providências para se evitar e se erradicar a presença da brucelose. 

E a melhor maneira e através da prevenção, como se evitar alimentar os cachorros com leite e derivados sem pasteurizar ou ferver, ou tambem com carne ou vísceras cruas ou mal passadas, e tambem exigir dos responsáveis interessados no uso de cachorros machos ou fêmeas como reprodutoras, teste sorológico de brucelose, inclusive caso seja constatada a presença da brucelose a castração dos cachorros enfermos deve ser levada em consideração, sendo este procedimento altamente recomendável. 

E principalmente para os criadores, devem ser consideradas e tomadas todas as precauções necessárias e fundamentais para um perfeito esquema profilático, como examinar todos os cachorros do canil anualmente, examinar as fêmeas selecionadas para a reprodução algumas semanas antes do acasalamento. Não trazer nenhum novo cachorro para canil antes de se fazer os 2 testes negativos para brucelose, e se uma fêmea abortar, deve-se imediatamente desinfetar o local, isolar a fêmea  e se fazer o teste para a confirmação ou não da presença da doença. 

E se um macho perder repentinamente o interesse no acasalamento ou falhar na produção algumas, tambem deve ser preventivamente examinado. Em caso de duvidas deve-se consultar imediatamente o veterinário, inclusive deve-se tambem se alertar os outros criadores sobre uma eventual presença da doença, para que possa se tomar todas as precauções e providências necessárias para se evitar a sua alastração. 


Aprenda os Segredos dos Melhores Adestradores ...!

Finalmente! Você poderá adestrar e educar o seu cachorro, com apenas alguns treinamentos básicos, fáceis e de simples execução. 
E o seu cachorro irá lhe obedecer fielmente de uma forma facil e natural.

Você mesmo poderá ensiná-lo a deixar de destruir suas coisas, a latir só quando necessário, ou o melhor a fazer suas necessidades no lugar correto e ainda irão passear sem arrastar você junto...










COMPARTILHE A POSTAGEM.

COMPRE E RECEBA EM CASA! COM TODA COMODIDADE, SEGURANÇA E RAPIDEZ.

,

,

CURSO DE VIOLÃO: EBOOK + VIDEO AULAS - TOTALMENTE GRATIS!