.

sábado, setembro 03, 2011

Cachorros - Homeopatia.



Cachorros - Homeopatia: O uso da homeopatia para o tratamento de cachorros e outros animais vem tendo um bom desenvolvimento, e tem demonstrado de uma forma clara, simples e natural como esta prática pode ser benéfica. Atualmente no ocidente tem se presenciado de uma maneira explicita a eficácia deste modo de tratamento, que é quase que uma filosofia. Pois para promover a cura, o homeopata precisa conhecer todos os  sintomas de seu paciente. Estes sintomas irão  revelar o modo como cada indivíduo interage com o meio que o cerca, e qual a solução para o mal que lhe aflige. E pelos sintomas apresentados e observados no cachorro, o homeopata irá escolher, com base na totalidade sintomática deste mesmo cachorro, aquele medicamento que o espelhe, e que, portanto, será capaz de curá-lo. 

Podemos destacar então basicamente três grupos de sintomas que o profissional homeopata, tanto seja ele médico ou veterinário irá pesquisar.  Que podem ser os sintomas mentais, o que não quer dizer que seja uma doença mental, na concepção que estamos acostumados a definir. E sim se referem a  um modo pessoal de reagir a determinadas situações; como por exemplo ao medo, pois alguns cachorros quando se deparam com situações de perigo recuam, enquanto que outros já partem para o ataque. E o que dificulta a coleta destes sintomas por parte do médico veterinário é devido ao fato da inexistência de comunicação falada entre o cachorro e o homem. Alguns sintomas podem até ser percebidos, mas outros já são de difícil percepção. 

Como por exemplo, podemos perceber quando o cachorro está triste, mas não conseguimos, por falta de comunicação saber o porque, e tambem podemos perceber quando o cachorro sente medo, porem muitas vezes não sabemos de que ele tem medo. E os veterinários podem contar apenas com a sua observação e a observação dos responsáveis pelo, que deve ser a mais detalhada possível, mas este deve ter o cuidado de somente relatar ao veterinário exatamente o que viu, sem tentar interpretar de uma forma personalizado o que observou. Os sintomas gerais se referem ao cachorro como um todo, englobando várias esferas, tais como suas preferências alimentares, sua piora ou melhora diante de alguma situação, fato, hora do dia ou clima, por exemplo. 

E os sintomas físicos se referem àquilo que conhecemos como doenças convencionais, ou seja, são as doenças que o cachorro eventualmente tenha manifestado durante a sua vida. E pode-se Verificar que determinados cachorros têm uma maior tendência a desenvolverem determinadas doenças. Alguns têm otite por várias vezes, enquanto que outros têm pneumonias, enquanto outros têm insuficiência renal. Isto se deve ao fato de que cada organismo apresenta facilidade de exteriorizar seu mal desta ou daquela forma. Também se faz necessário se qualificar o motivo pelo qual os sintomas desta enfermidade se manifestaram, e em todos as suas nuances. 

Pois quanto mais detalhado for um sintoma, maiores serão as chances de conseguirmos individualizá-lo, portanto mais facilmente chegaremos ao medicamento correto. Pois Nestas nuances deve-se procurar descobrir o que existe que piore ou melhore o quadro, horários em que sintoma aparece mais evidente, determinadas atitudes que o agravem ou o melhorem. O paciente que chega ao Médico Veterinário Homeopata, vem ou porque o proprietário já se trata com Homeopatia, ou porque apresenta alguma doença onde a alopatia está falhando, tais como problemas dermatológicos ou problemas de comportamento. Precisamos mudar esta visão da homeopatia, esta onde dizem que ela é ótima para este tipo de doenças, realmente ela é ótima para isto, mas não somente para isto. 

Pois inclusive você pode tratar o seu cachorro com a Homeopatia para qualquer doença que seja tratável com a alopatia sendo os resultados mais duradouros e os medicamentos mais inócuos. E os profissionais que se utilizam da homeopatia na medicina veterinária também examinam o paciente, fazem diagnósticos, se utilizam de exames complementares (radiografias, exames de sangue, ultrassonografias, etc.) e usam outras terapias quando necessário, não dispensando as novas descobertas da medicina veterinária. O homeopata também recomenda uma cirurgia, sendo ela realmente necessária, inclusive no arsenal de medicamentos homeopáticos existem drogas que podem ser utilizadas para minimizar os efeitos traumáticos da cirurgia, bem como os efeitos indesejáveis da anestesia. 

Ou seja, o médico veterinário homeopata é um Veterinário como outro qualquer, apenas vê o seu cachorro por um outro ângulo, mais complexo e mais completo. Pois a homeopatia atua em todas as áreas, não existindo nenhuma contra indicação para a sua utilização. E a única contra indicação ocorre quando pessoas leigas em homeopatia fazem prescrições, normalmente porque já se utilizaram deste ou daquele medicamento e conseguiram resultados. pois isto não é uma garantia para que o tratamento funcione em outro indivíduo, Pois os medicamentos, na homeopatia, não são para este ou aquele quadro clínico, e sim para determinado indivíduo com aquele determinado quadro clínico. Justamente por isto, muitas pessoas que já fizeram uso de medicação homeopática não ficaram satisfeitas com o resultado. 

Porem a culpa não é da homeopatia, e sim destas prescrições realizadas sem a correta individualização do quadro e do paciente, que neste caso, obviamente não recebeu o medicamento correto. O que acontece é que, na alopatia, qualquer um que tenha uma dor de cabeça, por exemplo, pode se utilizar de uma série de medicamentos. Já na homeopatia a dor de cabeça de um indivíduo será combatida com um medicamento escolhido para esta dor dele, enquanto que a dor de cabeça de outro paciente poderá não ceder com aquele mesmo medicamento, visto que não são a mesma dor de cabeça, terão nuances diferentes. E é isto tudo que torna o ato de saber prescrever medicamentos homeopáticos algo muito serio e complexo, pois requer muita observação e estudo.

COMPARTILHE A POSTAGEM.

.

.
.

Visualizações de página do mês passado

.COMO ACABAR COM AS PULGAS!