domingo, setembro 11, 2011

Cachorros - Agressividade.



Cachorros - Agressividade:  Há muitas duvidas dos responsáveis e das pessoas em geral sobre a questão dos cachorros agressivos, e de como agir para evitar que os cachorros se envolvam em acidentes graves como ataques a pessoas e crianças. Especialmente devido a divulgação constante pela midia, e na grande maioria das vezes pela midia sensacionalista de diversos casos de acidentes envolvendo cachorros de raças consideradas agressivas, e consequentemente a preocupação dos responsáveis e das pessoas em geral cresceu imensamente, gerando muita ignorância e criando muita incompreensão sobre quais são as reais causas e motivos do porquê estes acidentes acontecem.



A principio é importante destacar que apesar dos acidentes causados por cachorros de grande porte e de raças consideradas agressivas virarem instantaneamente manchetes das notícias na grande midia. Não é deles o maior índice de ataques a pessoas, mas sim das raças de cachorros de pequeno porte, consideradas do tipo companhia que muitas vezes são muito mais ativas e agressivas que as raças tidas como potencialmente perigosas e agressivas. No entanto, como a gravidade dos ataques causados por estes acidentes é proporcional ao tamanho dos cachorros, e como cachorros de pequeno porte normalmente não causam ferimentos graves e significativos, por causa disto geralmente podem passar desapercebidos.



Porem a questão principal é ter consciência de que qualquer cachorro, independente de seu porte ou a sua raça pode tornar-se agressivo. E as razões para tal comportamento e atitudes são diversas, e vão desde o temperamento do cachorro até as condições ambientais, entretanto a principal sem duvida alguma é devido a falta de educação e orientação e tambem a estimulação a violência e a comportamentos agressivos que são  passados aos cachorros por seus responsáveis. Inclusive há vários tipos de agressividade, e nem todo cachorro reage de forma agressiva aos mesmos tipos de estímulos, pois a reação agressiva de um cachorro vai variar de acordo com a sua personalidade, por isso mesmo é importante que o responsável tenha a honestidade de avaliar a personalidade do seu cachorro a fim de evitar possíveis acidentes e, principalmente, agir de forma a corrigir algum traço desviante.



E na agressivamente por dominância, por exemplo os cachorros que normalmente entram nesta categoria são aqueles de personalidade mais forte, e de raças consideradas mais independentes. Entram também os pequenos de pequeno porte que não são tratados como cachorros por seus responsáveis e acabam desenvolvendo uma personalidade muito dominante. Pois as chances de ataque aumentam muito quando, por exemplo, um cachorro com uma personalidade dominante, que não tenha sido socializado, educado e orientado é contrariado pelo seu responsável. Pois cachorros dominantes podem reagir agressivamente, também, quando pressentem uma disputa ou quando sentem sua posição hierárquica ameaçada.



E na agressividade pela posse, pois inclusive a agressividade pela posse é praticamente uma variante da agressividade por dominância, porem apresenta-se de uma forma mais específica. Neste caso o cachorro sente que precisa defender sua casa, ou seus objetos que ele considera preciosos, que podem ser o seu alimento, um brinquedo, ou um osso, de quem quer que seja. E na agressividade pela defesa do território, a proteção do território é um aspecto instintivo dos cachorros, por isso mesmo é que são usados pelos humanos para a função de guarda. O problema, neste caso, é quando a agressividade pela defesa de território ultrapassa as cercas ou muros que delimitam o território real do cachorro.



Neste caso, uma ocorrência que é muito comum de acontecer no comportamento dos cachorros de guarda e proteção, e a importância de um bom adestramento é fundamental. Pois cachorros de guarda precisam ser, antes de tudo, equilibrados e confiar plenamente em seus responsáveis, que, por sua vez, não devem estimular comportamentos agressivos e não controlados em seus cachorros. E na agressividade para proteção, que é um tipo de agressividade voltada para a proteção do grupo ou da matilha do cachorro, e é um dos principais fatores de acidentes, especialmente porque nestes casos não há o controle do cachorro por seu responsável. Pois o cachorro age por seu próprio e natural instinto de defesa seu e de seu grupo ou matilha e inclusive obviamente não tem o discernimento para saber quando parar.



E na agressividade por medo, o critério utilizado é que a melhor defesa é o ataque, e é está a filosofia presente nas reações de um cachorro quando está com medo. E normalmente ocorre quando o cachorro é ou se sente acuado e teme ser machucado. E nestes casos o cachorro reage por antecipação, ou seja, por puro instinto de defesa. E esta situação é muito comum de ocorrer em consultórios veterinários e durante sessões domésticas de limpeza de ouvidos, dentes e até mesmo quando o responsável precisa dar um remédio que seja por via oral ao seu cachorro. E na agressividade redirecionada, o caso mais típico deste tipo de agressividade é quando cachorros da uma mesma casa brigam entre si sempre que outro cachorro passa próximo ao seu portão.



Isso acontece quando o cachorro, impedido de atacar o verdadeiro alvo de sua agressividade, ataca outro indivíduo mais próximo a ele. E na agressividade predatória, que é o caso quando um cachorro persegue uma pessoa quando ela simplesmente passa por ele correndo. É possível, inclusive, que quando a pessoa pare de correr, ele pare também, sem latir ou machucá-la. Nesta situação o cachorro age naturalmente por puro instinto de caça, sem a mínima intenção de intimidar ou machucar. E as principais razões que podem levar um cachorro a se mostrar agressivo são muitas, e mesmos situações corriqueiras do dia-a-dia podem levar um cachorro a atacar uma pessoa, entretanto basicamente há 3 fatores que podem ser considerados como os principais:




- Cachorros que são maltratados, e que devido a isto passam a encarar os seres humanos, de uma maneira geral, como fonte de mal-estar e maus tratos. Nestes casos, para o cachorro, a melhor defesa é o ataque.


- Cachorros treinados para terem comportamento agressivo e que são entregues a pessoas com pouca ou nenhuma responsabilidade e/ou experiência. Nestes casos, é comum que o cachorro passe a ser o líder da matilha quando percebe a falta de autoridade do seu responsável.


- Distúrbios de comportamento devido a razões genéticas, nesta situação pode-se encontrar os casos de acidentes envolvendo cachorros de raças sem a menor tradição de agressividade e que se tornaram muito populares, como os cachorros de caça como o Cocker e o Labrador, por exemplo, e cachorros de companhia como os Poodles e os Yorks. E pode-se citar como o motivo principal destes problemas a atuação de pessoas que acasalam e vendem cachorros sem nenhuma preocupação, conhecimento ou critérios. 


Entretanto, a educação, orientação e a própria influência comportamental que são transmitidas aos cachorros por seus responsáveis, é que irão nortear o próprio comportamento e atitudes dos seus cachorros. Devido a isto, é de fundamental importância, principalmente nas raças com instinto de dominância, que sejam feitos adequadamente os processos de educação e socialização com paciência e de uma forma segura e equilibrada, inclusive sem que haja a necessidade da presença de violência verbal ou física para com o cachorro. Pois com toda a certeza, procedendo desta forma, independente da raça do cachorro, e mesmo que ela tem uma fama de violenta e agressiva, se terá a gratificante companhia de um cachorro fiel, amigo, tranquilo e equilibrado. Pois independente de qualquer teoria ou situação, na realidade quem destroi ou constroi a personalidade e a índole de um cachorro é o seu próprio responsável.    




Aprenda os Segredos dos Melhores Adestradores ...!

Finalmente! Você poderá adestrar e educar o seu cachorro, com apenas alguns treinamentos básicos, fáceis e de simples execução. 
E o seu cachorro irá lhe obedecer fielmente de uma forma facil e natural.

Você mesmo poderá ensiná-lo a deixar de destruir suas coisas, a latir só quando necessário, ou o melhor a fazer suas necessidades no lugar correto e ainda irão passear sem arrastar você junto...





COMPARTILHE A POSTAGEM.

Visualizações de página do mês passado

.COMPRE E RECEBA EM CASA! COM TODA COMODIDADE, SEGURANÇA E RAPIDEZ.

.COMPRE E RECEBA EM CASA! COM TODA COMODIDADE, SEGURANÇA E RAPIDEZ.
.

.

.
.