.

domingo, maio 06, 2012

Dentes/Doenças Bucais - Cachorros.



Dentes/Doenças Bucais - Cachorros: Uma higiene dentária e bucal deficientes nos cachorros podem ocasionar graves problemas na saúde bucal e também em outros orgões vitais dos cachorros. Pois as doenças bucais e periodentais, tem inicio com o acumulo de placa bacteriana e posterior formação de tártaro sobre os dentes. E estas são doenças que afetam as gengivas, os tecidos que revestem, sustentam e envolvem a base dos dentes, ligamentos periodônticos, ossos alveolares e superfícies de cemento (tecido ósseo que reveste a raiz do dente). E a gravidade das doenças bucais-periodontais, está diretamente relacionada com a quantidade de placa bacteriana presente nos dentes e com a faixa etária dos cachorros, pois estas são doenças que acometem mais frequentemente os cachorros idosos. 

E tambem os cachorros de raças de pequeno porte, são acometidos mais precocemente dos que os cachorros de raças de grande porte, e também de maneira mais intensa.  Principalmente as raças Yorkshire, Dachshund, Poodles que têm uma maior predisposição a desenvolverem doenças bucais. As doenças bucais periodentais, podem se disseminar através da circulação sanguínea, com as infecções se alastrando dos dentes e da boca para outros órgãos internos como o coração, o fígado, os rins e também para as articulações, prejudicando a saúde em geral e encurtando o tempo de vida do cachorro. Sendo que a placa bacteriana, é o acumulo sobre os dentes de material formado pela aglutinação de bactérias de forma concentrada, e em constante crescimento, e as bactérias colonizam todas as estruturas bucais e acumulam-se na superfície dentária, que são cobertas por uma película composta de glicoproteínas, polipeptídeos e lipídeos de origem salivar. 

Algumas bactérias como a Streptococcus sp e a Actinomyces sp entre outras, colonizam esta película dando formação a placa bacteriana, e com o espessamento e  desenvolvimento  da placa bacteriana sobre a arcaria dentária a sua composição se altera. Ocasionando a evolução e o desenvolvimento das doenças bucais periodontais,  devido à mudança de uma flora bacteriana de predominancia aeróbica para anaeróbica. E após a formação da placa bacteriana, ocorre sua mineralização dando inicio a formação do tártaro, sendo que a placa bacteriana não é resultado de resíduos alimentares. Entretanto, a alimentação tem uma importantancia fundamental na formação e no desenvolvimento da placa bacteriana, uma alimentação de consistência macia e aderente induz a um aumento de formação de placas bacterianas, e consequentemente doenças bucais em maior quantidade e intensidade, do que em uma alimentação de consistência dura e fibrosa. 

Para auxiliar na prevenção das doenças bucais, existem disponíveis no mercado rações especiais para raças que possuem maior predisposição para desenvolverem a placa bacteriana. Os sintomas iniciais de doenças bucais e periodentais são a halitose (odor fétido) e dificuldades mastigatorias, gengivite com  sangramento, inflamações  gengivais, infecções pustulentas, fraqueza da raiz e queda de dentes, perda de apetite, peso e consequente prostração. Nos cachorros  jovens a doença bucal periodontal que ocorre com maior frequência é a gengivite, enquanto que nos cachorros idosos, há uma maior predominancia de fraqueza óssea dental e a queda de dentes. A higiene bucal através da escovação diária dos dentes com escovas e pastas especificas para os cachorros, pois os cremes dentais humanos, contém substâncias nocivas aos cachorros que podem causar problemas gastro-intestinais e  intoxicações, é a melhor forma de prevenirmos o desenvolvimento de placas bacterianas e o acumulo de tártaros e consequentemente as doenças bucais e periodontais. 

Por estes motivos, é fundamental que seja feita a higienização preventiva bucal para se proporcionar uma boa saúde bucal e periodental, e uma maior e melhor expectativa de vida aos cachorros. O tratamentos para as doenças bucais e periodentais são relativos e dependem dos sintomas manifestados, se a enfermidade acometida for o tártaro, geralmente é feita uma limpeza com um aparelho de ultra-som, no qual remove-se todas as placas bacterianas com total  segurança através de vibrações, se estiver relacionado à periodontite, dependendo da evolução da doênça utiliza-se antibióticos. Há situações em que são necessários extração do dente, cirurgias periodontais, tratamento de canal,  e correções ortodônticas. Consulte um veterinario para maiores orientações e também para fazer um exame  bucal no  cachorro, e se necessário uma limpeza completa.

COMPARTILHE A POSTAGEM.

.

.
.

Visualizações de página do mês passado

.COMO ACABAR COM AS PULGAS!