.

quinta-feira, janeiro 30, 2014

Tipos de Xampus.



Tipos de Xampus: Existem disponíveis atualmente no mercado diversas marcas e tipos de xampus específicos para os cachorros. Como xampus antialérgicos, xampus antipulgas, xampus carrapaticidas, xampus clareadores, xampus para pelos curtos, xampus para pelos longos, xampus com condicionadores, xampus com perfumes, xampus 2em1, xampus 3em1. Entretanto, somente se pode utilizar xampus antipulgas ou xampus anticarrapatos, em cachorros com idade igual ou superior a 6 meses. E também não se deve utilizar xampus para uso em pessoas, nos cachorros porque possuem um PH diferente, e podem causar alergias e dermatite seborreica (caspa) nos cachorros.  Inclusive tambem somente utilize produtos de higiene, limpeza ou medicamentos veterinários nos cachorros, com a prescrição e acompanhamento veterinário.

Emoções e Sentimentos.


Emoções e Sentimentos: Segundo estudos de especialistas em comportamneto canino e de  Institutos de Ciências Biomédicas e Veterinaria. Os cachorros são capazes de sentir e interpretar as emoções e os sentimentos humanos, inclusive houve a constatação pelos pesquisadores de que os cachorros tem a percepção, e podem assimilar as emoções de seus responsaveis. Isto em diversas situações e de forma imediata, mesmo que o responsavel não esteja interagindo com ele naquele exato momento.


De acordo com os estudos, os cachorros não copiam simplesmente as emoções e os sentimentos que estão ao seu redor, mas tambem tem a percepção de presenti-las. Mesmo que não estejam participando, ou envolvidos diretamente com a situação que as ocasionou. Pois os cachorros podem ficar tão sentidos, aprensivos e tristes quanto uma criança quando criados em um ambiente familiar em que aconteçam brigas constantes. E podem inclusive pedir por ajuda a terceiros, no caso de presentirem situações de perigo ou emergências.



O que evidencia, um grande grau de percepção em relação a situação, e tambem um sentimento de proteção e empatia, para com o seu responsavel e familiares. E os cachorros tem um grau de percepção e sensibilidade tão apuradas, que conseguem distinguir, se os acontecimentos relacionados aos sentimentos e as emoççoes são simulados ou reais. Como por exemplo uma simulação de briga, ou o fingimento de um acidente ou um mal estar, pois não é fácil enganar um cachorro. Os cachorros podem a principio até ficaram confusos, mas logo concluem que aquela situação não passa de uma brincadeira, e ficam tranquilos.



Para os pesquisadores, isso acontece porque o cachorro tem a capacidade de sentir e interpretar, não somente as atitudes e movimentos corporais. Mas tambem outros sinais, como cheiro, respiração, sons e a tonalidade da voz. Ou seja, uma discussão real em voz alta, carregado de emoção e sentimento já põe o cachorro em alerta, e uma simulação de brigas, ele logo percebe que é uma brincadeira, e vai querer participar tambem. E inclusive os cachorros, que são utilizados em terapias com pacientes especiais ou idosos, acabão sendo afetados emocionalmente tanto pelo seu trabalho, quanto pelos proprios pacientes.



E de acordo com os estudiosos e especialistas, os cachorros são afetados pelas emoções e os sentimentos humanas por serem descendentes dos lobos, que são caninos sociais, cooperativos e que sentem empatia pelos integrantes de sua familia ou do seu grupo. E a evolução do seu grau de integração com os humanos, e a consequente domesticação, teriam feito com que os cachorros conseguissem sincronizar as suas emoções com as emoções humanas. Outra razão tambem sugerida pelos estudiosos, teria sido a seleção e o aprimoramento artificial das raças. Que objetivou sempre, cachorros com caracteristicas especificas, que integrassem e se adequassem ao padrão, a rotina e ao tipo de vida das pessoas na sociedade humana.


COMPARTILHE A POSTAGEM.

.

.
.

Visualizações de página do mês passado