sexta-feira, março 21, 2014

Cachorro Escolhe para Dormir.


Cachorro Escolhe para Dormir: O espaço em que o cachorro escolhe para dormir é muito mais do que simplesmente um local que proporcione conforto e comodidade para ele. É um espaço, em que ele quer se sentir seguro, protegido, tranquilo e absoluto, ou seja é o seu espaço, é o local em que ele domina e possui uma estabilidade territorial, sem ter que ficar vulnerável e suscetivel a chamarem sua atenção por subir no sofá, ou entrar ou deitar no chão da casa do seu responsável. 

Entretanto geralmente a casa do cachorro não apresenta um grau de conforto adequado, ou esta localizada em um local sujeito a intempéries. Pois o cachorro, ate por uma questão de aumentar a sua auto-estima e melhorar a sua auto-confiança e sua estabilidade emocional, precisa de um cantinho exclusivo que seja só seu, e que lhe proporcione conforto, segurança e proteção, principalmente se o cachorro dormir sozinho no quintal da casa. 

E uma cama confortável e aconchegante pode oferecer tudo isto ao cachorro, existem no mercado camas de cachorros de vários tipos redondas, quadradas, ovais, grossas, finas e também replicas de camas e sofás. E confeccionadas com diversos materiais como plástico, tecido, vime e recheadas com espuma, com flocos ou la acrílica. E ao se escolher o modelo de cama para o cachorro, deve-se levar em consideração não só o formato ou a cor da cama, mas também  é muito importante o tamanho de cama adequado ao tamanho do cachorro, onde ele possa ter espaço para se  espreguiçar com toda comodidade e segurança. 


Montagem Semi-Especializada - Cachorros.


Montagem Semi-Especializada - Cachorros:  Existem diversos tipos de modelo de casa de cachorros  e também vários tipos de materiais com que elas são construídas, como madeira, plástico, fibra de vidro, recicláveis ecológicos ( embalagens longa vida) , placas de cimento (cinasita) . E a principio uma casa de cachorro, deve proporcionar ao mesmo tempo, abrigo e proteção contra intempéries (sol, calor, chuva, frio, neve) segurança, tranquilidade, conforto e comodidade. Estes fatores devem ser levados em consideração, assim como como também o tamanho do cachorro, o espaço e a localização da casa, o clima do local, o material da casa entre outros. 

Em relação aos materiais, alguns apresentam problemas como permeabilidade as chuvas, o que leva ao aparecimento e proliferação de fungos e bactérias, e também compromete a durabilidade, como é o caso da madeira, e que deve preferencialmente ser colocada em locais cobertos. O plástico que tem uma tendência a ressecar e ficar quebradiço, quando exposto ao sol e que juntamente com a fibra de vidro apresentam também toxidade, caso o cachorro fique roendo suas bordas e acabe engolindo algumas partículas.destes materiais. 

Porem existem atualmente opções a estes materiais, como casas de placas de cimento, que não apresentam estes problemas, entretanto são mais pesadas, necessitam de montagem semi-especializada e tem um custo maior.  E também materiais recicláveis a base de embalagens longa vida,  que são impermeáveis e não são suscetíveis ao aparecimento de fungos e bactérias, e também não são tóxicas, entretanto também possuem um custo maior que a dos materiais tradicionais (madeira, fibra de vidro e plástico). 

Mas dependendo da situação e do propósito da casa a ser utilizada pelo cachorro, não se fazem  necessárias todas estas considerações, principalmente se o cachorro a utilizar apenas como mais uma opção de local para descansar. De qualquer maneira, deve-se analisar a questão custo/beneficio, e se o cachorro utilizar a casa como único local de  abrigo e proteção , deve-se considerar o bem estar e o conforto do cachorro, como também a durabilidade da casa. 

Partículas Destes Materiais - Cachorros.


Partículas Destes Materiais - Cachorros:  Existem diversos tipos de modelo de casa de cachorros  e também vários tipos de materiais com que elas são construídas, como madeira, plástico, fibra de vidro, recicláveis ecológicos ( embalagens longa vida) , placas de cimento (cinasita) . E a principio uma casa de cachorro, deve proporcionar ao mesmo tempo, abrigo e proteção contra intempéries (sol, calor, chuva, frio, neve) segurança, tranquilidade, conforto e comodidade. Estes fatores devem ser levados em consideração, assim como como também o tamanho do cachorro, o espaço e a localização da casa, o clima do local, o material da casa entre outros. 

Em relação aos materiais, alguns apresentam problemas como permeabilidade as chuvas, o que leva ao aparecimento e proliferação de fungos e bactérias, e também compromete a durabilidade, como é o caso da madeira, e que deve preferencialmente ser colocada em locais cobertos. O plástico que tem uma tendência a ressecar e ficar quebradiço, quando exposto ao sol e que juntamente com a fibra de vidro apresentam também toxidade, caso o cachorro fique roendo suas bordas e acabe engolindo algumas partículas.destes materiais. 

Porem existem atualmente opções a estes materiais, como casas de placas de cimento, que não apresentam estes problemas, entretanto são mais pesadas, necessitam de montagem semi-especializada e tem um custo maior.  E também materiais recicláveis a base de embalagens longa vida,  que são impermeáveis e não são suscetíveis ao aparecimento de fungos e bactérias, e também não são tóxicas, entretanto também possuem um custo maior que a dos materiais tradicionais (madeira, fibra de vidro e plástico). 

Mas dependendo da situação e do propósito da casa a ser utilizada pelo cachorro, não se fazem  necessárias todas estas considerações, principalmente se o cachorro a utilizar apenas como mais uma opção de local para descansar. De qualquer maneira, deve-se analisar a questão custo/beneficio, e se o cachorro utilizar a casa como único local de  abrigo e proteção , deve-se considerar o bem estar e o conforto do cachorro, como também a durabilidade da casa. 

Apresentam Toxicidade - Cachorros.


Apresentam Toxicidade - Cachorros:  Existem diversos tipos de modelo de casa de cachorros  e também vários tipos de materiais com que elas são construídas, como madeira, plástico, fibra de vidro, recicláveis ecológicos ( embalagens longa vida) , placas de cimento (cinasita) . E a principio uma casa de cachorro, deve proporcionar ao mesmo tempo, abrigo e proteção contra intempéries (sol, calor, chuva, frio, neve) segurança, tranquilidade, conforto e comodidade. Estes fatores devem ser levados em consideração, assim como como também o tamanho do cachorro, o espaço e a localização da casa, o clima do local, o material da casa entre outros. 

Em relação aos materiais, alguns apresentam problemas como permeabilidade as chuvas, o que leva ao aparecimento e proliferação de fungos e bactérias, e também compromete a durabilidade, como é o caso da madeira, e que deve preferencialmente ser colocada em locais cobertos. O plástico que tem uma tendência a ressecar e ficar quebradiço, quando exposto ao sol e que juntamente com a fibra de vidro apresentam também toxidade, caso o cachorro fique roendo suas bordas e acabe engolindo algumas partículas.destes materiais. 

Porem existem atualmente opções a estes materiais, como casas de placas de cimento, que não apresentam estes problemas, entretanto são mais pesadas, necessitam de montagem semi-especializada e tem um custo maior.  E também materiais recicláveis a base de embalagens longa vida,  que são impermeáveis e não são suscetíveis ao aparecimento de fungos e bactérias, e também não são tóxicas, entretanto também possuem um custo maior que a dos materiais tradicionais (madeira, fibra de vidro e plástico). 

Mas dependendo da situação e do propósito da casa a ser utilizada pelo cachorro, não se fazem  necessárias todas estas considerações, principalmente se o cachorro a utilizar apenas como mais uma opção de local para descansar. De qualquer maneira, deve-se analisar a questão custo/beneficio, e se o cachorro utilizar a casa como único local de  abrigo e proteção , deve-se considerar o bem estar e o conforto do cachorro, como também a durabilidade da casa. 

Ressecar e Ficar Quebradiço - Cachorros.


Ressecar e Ficar Quebradiço - Cachorros:  Existem diversos tipos de modelo de casa de cachorros  e também vários tipos de materiais com que elas são construídas, como madeira, plástico, fibra de vidro, recicláveis ecológicos ( embalagens longa vida) , placas de cimento (cinasita) . E a principio uma casa de cachorro, deve proporcionar ao mesmo tempo, abrigo e proteção contra intempéries (sol, calor, chuva, frio, neve) segurança, tranquilidade, conforto e comodidade. Estes fatores devem ser levados em consideração, assim como como também o tamanho do cachorro, o espaço e a localização da casa, o clima do local, o material da casa entre outros. 

Em relação aos materiais, alguns apresentam problemas como permeabilidade as chuvas, o que leva ao aparecimento e proliferação de fungos e bactérias, e também compromete a durabilidade, como é o caso da madeira, e que deve preferencialmente ser colocada em locais cobertos. O plástico que tem uma tendência a ressecar e ficar quebradiço, quando exposto ao sol e que juntamente com a fibra de vidro apresentam também toxidade, caso o cachorro fique roendo suas bordas e acabe engolindo algumas partículas.destes materiais. 

Porem existem atualmente opções a estes materiais, como casas de placas de cimento, que não apresentam estes problemas, entretanto são mais pesadas, necessitam de montagem semi-especializada e tem um custo maior.  E também materiais recicláveis a base de embalagens longa vida,  que são impermeáveis e não são suscetíveis ao aparecimento de fungos e bactérias, e também não são tóxicas, entretanto também possuem um custo maior que a dos materiais tradicionais (madeira, fibra de vidro e plástico). 

Mas dependendo da situação e do propósito da casa a ser utilizada pelo cachorro, não se fazem  necessárias todas estas considerações, principalmente se o cachorro a utilizar apenas como mais uma opção de local para descansar. De qualquer maneira, deve-se analisar a questão custo/beneficio, e se o cachorro utilizar a casa como único local de  abrigo e proteção , deve-se considerar o bem estar e o conforto do cachorro, como também a durabilidade da casa. 

Proliferação de Fungos e Bactérias - Cachorros.


Proliferação de Fungos e Bactérias - Cachorros:  Existem diversos tipos de modelo de casa de cachorros  e também vários tipos de materiais com que elas são construídas, como madeira, plástico, fibra de vidro, recicláveis ecológicos ( embalagens longa vida) , placas de cimento (cinasita) . E a principio uma casa de cachorro, deve proporcionar ao mesmo tempo, abrigo e proteção contra intempéries (sol, calor, chuva, frio, neve) segurança, tranquilidade, conforto e comodidade. Estes fatores devem ser levados em consideração, assim como como também o tamanho do cachorro, o espaço e a localização da casa, o clima do local, o material da casa entre outros. 

Em relação aos materiais, alguns apresentam problemas como permeabilidade as chuvas, o que leva ao aparecimento e proliferação de fungos e bactérias, e também compromete a durabilidade, como é o caso da madeira, e que deve preferencialmente ser colocada em locais cobertos. O plástico que tem uma tendência a ressecar e ficar quebradiço, quando exposto ao sol e que juntamente com a fibra de vidro apresentam também toxidade, caso o cachorro fique roendo suas bordas e acabe engolindo algumas partículas.destes materiais. 

Porem existem atualmente opções a estes materiais, como casas de placas de cimento, que não apresentam estes problemas, entretanto são mais pesadas, necessitam de montagem semi-especializada e tem um custo maior.  E também materiais recicláveis a base de embalagens longa vida,  que são impermeáveis e não são suscetíveis ao aparecimento de fungos e bactérias, e também não são tóxicas, entretanto também possuem um custo maior que a dos materiais tradicionais (madeira, fibra de vidro e plástico). 

Mas dependendo da situação e do propósito da casa a ser utilizada pelo cachorro, não se fazem  necessárias todas estas considerações, principalmente se o cachorro a utilizar apenas como mais uma opção de local para descansar. De qualquer maneira, deve-se analisar a questão custo/beneficio, e se o cachorro utilizar a casa como único local de  abrigo e proteção , deve-se considerar o bem estar e o conforto do cachorro, como também a durabilidade da casa. 

Permeabilidade as Chuvas - Cachorros.


Permeabilidade as Chuvas - Cachorros:  Existem diversos tipos de modelo de casa de cachorros  e também vários tipos de materiais com que elas são construídas, como madeira, plástico, fibra de vidro, recicláveis ecológicos ( embalagens longa vida) , placas de cimento (cinasita) . E a principio uma casa de cachorro, deve proporcionar ao mesmo tempo, abrigo e proteção contra intempéries (sol, calor, chuva, frio, neve) segurança, tranquilidade, conforto e comodidade. Estes fatores devem ser levados em consideração, assim como como também o tamanho do cachorro, o espaço e a localização da casa, o clima do local, o material da casa entre outros. 

Em relação aos materiais, alguns apresentam problemas como permeabilidade as chuvas, o que leva ao aparecimento e proliferação de fungos e bactérias, e também compromete a durabilidade, como é o caso da madeira, e que deve preferencialmente ser colocada em locais cobertos. O plástico que tem uma tendência a ressecar e ficar quebradiço, quando exposto ao sol e que juntamente com a fibra de vidro apresentam também toxidade, caso o cachorro fique roendo suas bordas e acabe engolindo algumas partículas.destes materiais. 

Porem existem atualmente opções a estes materiais, como casas de placas de cimento, que não apresentam estes problemas, entretanto são mais pesadas, necessitam de montagem semi-especializada e tem um custo maior.  E também materiais recicláveis a base de embalagens longa vida,  que são impermeáveis e não são suscetíveis ao aparecimento de fungos e bactérias, e também não são tóxicas, entretanto também possuem um custo maior que a dos materiais tradicionais (madeira, fibra de vidro e plástico). 

Mas dependendo da situação e do propósito da casa a ser utilizada pelo cachorro, não se fazem  necessárias todas estas considerações, principalmente se o cachorro a utilizar apenas como mais uma opção de local para descansar. De qualquer maneira, deve-se analisar a questão custo/beneficio, e se o cachorro utilizar a casa como único local de  abrigo e proteção , deve-se considerar o bem estar e o conforto do cachorro, como também a durabilidade da casa. 

Material da Casa - Cachorros.


Material da Casa - Cachorros:  Existem diversos tipos de modelo de casa de cachorros  e também vários tipos de materiais com que elas são construídas, como madeira, plástico, fibra de vidro, recicláveis ecológicos ( embalagens longa vida) , placas de cimento (cinasita) . E a principio uma casa de cachorro, deve proporcionar ao mesmo tempo, abrigo e proteção contra intempéries (sol, calor, chuva, frio, neve) segurança, tranquilidade, conforto e comodidade. Estes fatores devem ser levados em consideração, assim como como também o tamanho do cachorro, o espaço e a localização da casa, o clima do local, o material da casa entre outros. 

Em relação aos materiais, alguns apresentam problemas como permeabilidade as chuvas, o que leva ao aparecimento e proliferação de fungos e bactérias, e também compromete a durabilidade, como é o caso da madeira, e que deve preferencialmente ser colocada em locais cobertos. O plástico que tem uma tendência a ressecar e ficar quebradiço, quando exposto ao sol e que juntamente com a fibra de vidro apresentam também toxidade, caso o cachorro fique roendo suas bordas e acabe engolindo algumas partículas.destes materiais. 

Porem existem atualmente opções a estes materiais, como casas de placas de cimento, que não apresentam estes problemas, entretanto são mais pesadas, necessitam de montagem semi-especializada e tem um custo maior.  E também materiais recicláveis a base de embalagens longa vida,  que são impermeáveis e não são suscetíveis ao aparecimento de fungos e bactérias, e também não são tóxicas, entretanto também possuem um custo maior que a dos materiais tradicionais (madeira, fibra de vidro e plástico). 

Mas dependendo da situação e do propósito da casa a ser utilizada pelo cachorro, não se fazem  necessárias todas estas considerações, principalmente se o cachorro a utilizar apenas como mais uma opção de local para descansar. De qualquer maneira, deve-se analisar a questão custo/beneficio, e se o cachorro utilizar a casa como único local de  abrigo e proteção , deve-se considerar o bem estar e o conforto do cachorro, como também a durabilidade da casa. 

Tamanho do Cachorro.


Tamanho do Cachorro: Existem diversos tipos de modelo de casa de cachorros  e também vários tipos de materiais com que elas são construídas, como madeira, plástico, fibra de vidro, recicláveis ecológicos ( embalagens longa vida) , placas de cimento (cinasita) . E a principio uma casa de cachorro, deve proporcionar ao mesmo tempo, abrigo e proteção contra intempéries (sol, calor, chuva, frio, neve) segurança, tranquilidade, conforto e comodidade. Estes fatores devem ser levados em consideração, assim como como também o tamanho do cachorro, o espaço e a localização da casa, o clima do local, o material da casa entre outros. 

Em relação aos materiais, alguns apresentam problemas como permeabilidade as chuvas, o que leva ao aparecimento e proliferação de fungos e bactérias, e também compromete a durabilidade, como é o caso da madeira, e que deve preferencialmente ser colocada em locais cobertos. O plástico que tem uma tendência a ressecar e ficar quebradiço, quando exposto ao sol e que juntamente com a fibra de vidro apresentam também toxidade, caso o cachorro fique roendo suas bordas e acabe engolindo algumas partículas.destes materiais. 

Porem existem atualmente opções a estes materiais, como casas de placas de cimento, que não apresentam estes problemas, entretanto são mais pesadas, necessitam de montagem semi-especializada e tem um custo maior.  E também materiais recicláveis a base de embalagens longa vida,  que são impermeáveis e não são suscetíveis ao aparecimento de fungos e bactérias, e também não são tóxicas, entretanto também possuem um custo maior que a dos materiais tradicionais (madeira, fibra de vidro e plástico). 

Mas dependendo da situação e do propósito da casa a ser utilizada pelo cachorro, não se fazem  necessárias todas estas considerações, principalmente se o cachorro a utilizar apenas como mais uma opção de local para descansar. De qualquer maneira, deve-se analisar a questão custo/beneficio, e se o cachorro utilizar a casa como único local de  abrigo e proteção , deve-se considerar o bem estar e o conforto do cachorro, como também a durabilidade da casa. 

Conforto e Comodidade - Cachorros.


Conforto e Comodidade - Cachorros:  Existem diversos tipos de modelo de casa de cachorros  e também vários tipos de materiais com que elas são construídas, como madeira, plástico, fibra de vidro, recicláveis ecológicos ( embalagens longa vida) , placas de cimento (cinasita) . E a principio uma casa de cachorro, deve proporcionar ao mesmo tempo, abrigo e proteção contra intempéries (sol, calor, chuva, frio, neve) segurança, tranquilidade, conforto e comodidade. Estes fatores devem ser levados em consideração, assim como como também o tamanho do cachorro, o espaço e a localização da casa, o clima do local, o material da casa entre outros. 

Em relação aos materiais, alguns apresentam problemas como permeabilidade as chuvas, o que leva ao aparecimento e proliferação de fungos e bactérias, e também compromete a durabilidade, como é o caso da madeira, e que deve preferencialmente ser colocada em locais cobertos. O plástico que tem uma tendência a ressecar e ficar quebradiço, quando exposto ao sol e que juntamente com a fibra de vidro apresentam também toxidade, caso o cachorro fique roendo suas bordas e acabe engolindo algumas partículas.destes materiais. 

Porem existem atualmente opções a estes materiais, como casas de placas de cimento, que não apresentam estes problemas, entretanto são mais pesadas, necessitam de montagem semi-especializada e tem um custo maior.  E também materiais recicláveis a base de embalagens longa vida,  que são impermeáveis e não são suscetíveis ao aparecimento de fungos e bactérias, e também não são tóxicas, entretanto também possuem um custo maior que a dos materiais tradicionais (madeira, fibra de vidro e plástico). 

Mas dependendo da situação e do propósito da casa a ser utilizada pelo cachorro, não se fazem  necessárias todas estas considerações, principalmente se o cachorro a utilizar apenas como mais uma opção de local para descansar. De qualquer maneira, deve-se analisar a questão custo/beneficio, e se o cachorro utilizar a casa como único local de  abrigo e proteção , deve-se considerar o bem estar e o conforto do cachorro, como também a durabilidade da casa. 

Intempéries ( Sol, Calor, Chuva, Frio, Neve ) - Cachorros.


Intempéries ( Sol, Calor, Chuva, Frio, Neve ) - Cachorros:  Existem diversos tipos de modelo de casa de cachorros  e também vários tipos de materiais com que elas são construídas, como madeira, plástico, fibra de vidro, recicláveis ecológicos ( embalagens longa vida) , placas de cimento (cinasita) . E a principio uma casa de cachorro, deve proporcionar ao mesmo tempo, abrigo e proteção contra intempéries (sol, calor, chuva, frio, neve) segurança, tranquilidade, conforto e comodidade. Estes fatores devem ser levados em consideração, assim como como também o tamanho do cachorro, o espaço e a localização da casa, o clima do local, o material da casa entre outros. 

Em relação aos materiais, alguns apresentam problemas como permeabilidade as chuvas, o que leva ao aparecimento e proliferação de fungos e bactérias, e também compromete a durabilidade, como é o caso da madeira, e que deve preferencialmente ser colocada em locais cobertos. O plástico que tem uma tendência a ressecar e ficar quebradiço, quando exposto ao sol e que juntamente com a fibra de vidro apresentam também toxidade, caso o cachorro fique roendo suas bordas e acabe engolindo algumas partículas.destes materiais. 

Porem existem atualmente opções a estes materiais, como casas de placas de cimento, que não apresentam estes problemas, entretanto são mais pesadas, necessitam de montagem semi-especializada e tem um custo maior.  E também materiais recicláveis a base de embalagens longa vida,  que são impermeáveis e não são suscetíveis ao aparecimento de fungos e bactérias, e também não são tóxicas, entretanto também possuem um custo maior que a dos materiais tradicionais (madeira, fibra de vidro e plástico). 

Mas dependendo da situação e do propósito da casa a ser utilizada pelo cachorro, não se fazem  necessárias todas estas considerações, principalmente se o cachorro a utilizar apenas como mais uma opção de local para descansar. De qualquer maneira, deve-se analisar a questão custo/beneficio, e se o cachorro utilizar a casa como único local de  abrigo e proteção , deve-se considerar o bem estar e o conforto do cachorro, como também a durabilidade da casa. 

Placas de Cimento ( Cinasita ) - Cachorros.


Placas de Cimento ( Cinasita ) - Cachorros:  Existem diversos tipos de modelo de casa de cachorros  e também vários tipos de materiais com que elas são construídas, como madeira, plástico, fibra de vidro, recicláveis ecológicos ( embalagens longa vida) , placas de cimento (cinasita) . E a principio uma casa de cachorro, deve proporcionar ao mesmo tempo, abrigo e proteção contra intempéries (sol, calor, chuva, frio, neve) segurança, tranquilidade, conforto e comodidade. Estes fatores devem ser levados em consideração, assim como como também o tamanho do cachorro, o espaço e a localização da casa, o clima do local, o material da casa entre outros. 

Em relação aos materiais, alguns apresentam problemas como permeabilidade as chuvas, o que leva ao aparecimento e proliferação de fungos e bactérias, e também compromete a durabilidade, como é o caso da madeira, e que deve preferencialmente ser colocada em locais cobertos. O plástico que tem uma tendência a ressecar e ficar quebradiço, quando exposto ao sol e que juntamente com a fibra de vidro apresentam também toxidade, caso o cachorro fique roendo suas bordas e acabe engolindo algumas partículas.destes materiais. 

Porem existem atualmente opções a estes materiais, como casas de placas de cimento, que não apresentam estes problemas, entretanto são mais pesadas, necessitam de montagem semi-especializada e tem um custo maior.  E também materiais recicláveis a base de embalagens longa vida,  que são impermeáveis e não são suscetíveis ao aparecimento de fungos e bactérias, e também não são tóxicas, entretanto também possuem um custo maior que a dos materiais tradicionais (madeira, fibra de vidro e plástico). 

Mas dependendo da situação e do propósito da casa a ser utilizada pelo cachorro, não se fazem  necessárias todas estas considerações, principalmente se o cachorro a utilizar apenas como mais uma opção de local para descansar. De qualquer maneira, deve-se analisar a questão custo/beneficio, e se o cachorro utilizar a casa como único local de  abrigo e proteção , deve-se considerar o bem estar e o conforto do cachorro, como também a durabilidade da casa. 

Recicláveis Ecológicos ( Embalagens Longa Vida ) - Cachorros.


Recicláveis Ecológicos ( Embalagens Longa Vida ) - Cachorros:  Existem diversos tipos de modelo de casa de cachorros  e também vários tipos de materiais com que elas são construídas, como madeira, plástico, fibra de vidro, recicláveis ecológicos ( embalagens longa vida) , placas de cimento (cinasita) . E a principio uma casa de cachorro, deve proporcionar ao mesmo tempo, abrigo e proteção contra intempéries (sol, calor, chuva, frio, neve) segurança, tranquilidade, conforto e comodidade. Estes fatores devem ser levados em consideração, assim como como também o tamanho do cachorro, o espaço e a localização da casa, o clima do local, o material da casa entre outros.


Em relação aos materiais, alguns apresentam problemas como permeabilidade as chuvas, o que leva ao aparecimento e proliferação de fungos e bactérias, e também compromete a durabilidade, como é o caso da madeira, e que deve preferencialmente ser colocada em locais cobertos. O plástico que tem uma tendência a ressecar e ficar quebradiço, quando exposto ao sol e que juntamente com a fibra de vidro apresentam também toxidade, caso o cachorro fique roendo suas bordas e acabe engolindo algumas partículas.destes materiais. 

Porem existem atualmente opções a estes materiais, como casas de placas de cimento, que não apresentam estes problemas, entretanto são mais pesadas, necessitam de montagem semi-especializada e tem um custo maior.  E também materiais recicláveis a base de embalagens longa vida,  que são impermeáveis e não são suscetíveis ao aparecimento de fungos e bactérias, e também não são tóxicas, entretanto também possuem um custo maior que a dos materiais tradicionais (madeira, fibra de vidro e plástico). 

Mas dependendo da situação e do propósito da casa a ser utilizada pelo cachorro, não se fazem  necessárias todas estas considerações, principalmente se o cachorro a utilizar apenas como mais uma opção de local para descansar. De qualquer maneira, deve-se analisar a questão custo/beneficio, e se o cachorro utilizar a casa como único local de  abrigo e proteção , deve-se considerar o bem estar e o conforto do cachorro, como também a durabilidade da casa. 

Madeira, Plastico e Fibra de Vidro - Cachorros.


Madeira, Plastico e Fibra de Vidro - Cachorros:  Existem diversos tipos de modelo de casa de cachorros  e também vários tipos de materiais com que elas são construídas, como madeira, plástico, fibra de vidro, recicláveis ecológicos ( embalagens longa vida) , placas de cimento (cinasita) . E a principio uma casa de cachorro, deve proporcionar ao mesmo tempo, abrigo e proteção contra intempéries (sol, calor, chuva, frio, neve) segurança, tranquilidade, conforto e comodidade. Estes fatores devem ser levados em consideração, assim como como também o tamanho do cachorro, o espaço e a localização da casa, o clima do local, o material da casa entre outros. 

Em relação aos materiais, alguns apresentam problemas como permeabilidade as chuvas, o que leva ao aparecimento e proliferação de fungos e bactérias, e também compromete a durabilidade, como é o caso da madeira, e que deve preferencialmente ser colocada em locais cobertos. O plástico que tem uma tendência a ressecar e ficar quebradiço, quando exposto ao sol e que juntamente com a fibra de vidro apresentam também toxidade, caso o cachorro fique roendo suas bordas e acabe engolindo algumas partículas.destes materiais. 

Porem existem atualmente opções a estes materiais, como casas de placas de cimento, que não apresentam estes problemas, entretanto são mais pesadas, necessitam de montagem semi-especializada e tem um custo maior.  E também materiais recicláveis a base de embalagens longa vida,  que são impermeáveis e não são suscetíveis ao aparecimento de fungos e bactérias, e também não são tóxicas, entretanto também possuem um custo maior que a dos materiais tradicionais (madeira, fibra de vidro e plástico). 

Mas dependendo da situação e do propósito da casa a ser utilizada pelo cachorro, não se fazem  necessárias todas estas considerações, principalmente se o cachorro a utilizar apenas como mais uma opção de local para descansar. De qualquer maneira, deve-se analisar a questão custo/beneficio, e se o cachorro utilizar a casa como único local de  abrigo e proteção , deve-se considerar o bem estar e o conforto do cachorro, como também a durabilidade da casa. 

Varios Tipos de Materiais - Cachorros.


Vários Tipos de Materiais - Cachorros:  Existem diversos tipos de modelo de casa de cachorros  e também vários tipos de materiais com que elas são construídas, como madeira, plástico, fibra de vidro, recicláveis ecológicos ( embalagens longa vida) , placas de cimento (cinasita) . E a principio uma casa de cachorro, deve proporcionar ao mesmo tempo, abrigo e proteção contra intempéries (sol, calor, chuva, frio, neve) segurança, tranquilidade, conforto e comodidade. Estes fatores devem ser levados em consideração, assim como como também o tamanho do cachorro, o espaço e a localização da casa, o clima do local, o material da casa entre outros. 

Em relação aos materiais, alguns apresentam problemas como permeabilidade as chuvas, o que leva ao aparecimento e proliferação de fungos e bactérias, e também compromete a durabilidade, como é o caso da madeira, e que deve preferencialmente ser colocada em locais cobertos. O plástico que tem uma tendência a ressecar e ficar quebradiço, quando exposto ao sol e que juntamente com a fibra de vidro apresentam também toxidade, caso o cachorro fique roendo suas bordas e acabe engolindo algumas partículas.destes materiais. 

Porem existem atualmente opções a estes materiais, como casas de placas de cimento, que não apresentam estes problemas, entretanto são mais pesadas, necessitam de montagem semi-especializada e tem um custo maior.  E também materiais recicláveis a base de embalagens longa vida,  que são impermeáveis e não são suscetíveis ao aparecimento de fungos e bactérias, e também não são tóxicas, entretanto também possuem um custo maior que a dos materiais tradicionais (madeira, fibra de vidro e plástico). 

Mas dependendo da situação e do propósito da casa a ser utilizada pelo cachorro, não se fazem  necessárias todas estas considerações, principalmente se o cachorro a utilizar apenas como mais uma opção de local para descansar. De qualquer maneira, deve-se analisar a questão custo/beneficio, e se o cachorro utilizar a casa como único local de  abrigo e proteção , deve-se considerar o bem estar e o conforto do cachorro, como também a durabilidade da casa. 

Diversos Tipos de Modelo - Cachorros.


Diversos Tipos de Modelo - Cachorros - Existem diversos tipos de modelo de casa de cachorros  e também vários tipos de materiais com que elas são construídas, como madeira, plástico, fibra de vidro, recicláveis ecológicos ( embalagens longa vida) , placas de cimento (cinasita) . E a principio uma casa de cachorro, deve proporcionar ao mesmo tempo, abrigo e proteção contra intempéries (sol, calor, chuva, frio, neve) segurança, tranquilidade, conforto e comodidade. Estes fatores devem ser levados em consideração, assim como como também o tamanho do cachorro, o espaço e a localização da casa, o clima do local, o material da casa entre outros. 

Em relação aos materiais, alguns apresentam problemas como permeabilidade as chuvas, o que leva ao aparecimento e proliferação de fungos e bactérias, e também compromete a durabilidade, como é o caso da madeira, e que deve preferencialmente ser colocada em locais cobertos. O plástico que tem uma tendência a ressecar e ficar quebradiço, quando exposto ao sol e que juntamente com a fibra de vidro apresentam também toxidade, caso o cachorro fique roendo suas bordas e acabe engolindo algumas partículas.destes materiais. 

Porem existem atualmente opções a estes materiais, como casas de placas de cimento, que não apresentam estes problemas, entretanto são mais pesadas, necessitam de montagem semi-especializada e tem um custo maior.  E também materiais recicláveis a base de embalagens longa vida,  que são impermeáveis e não são suscetíveis ao aparecimento de fungos e bactérias, e também não são tóxicas, entretanto também possuem um custo maior que a dos materiais tradicionais (madeira, fibra de vidro e plástico). 

Mas dependendo da situação e do propósito da casa a ser utilizada pelo cachorro, não se fazem  necessárias todas estas considerações, principalmente se o cachorro a utilizar apenas como mais uma opção de local para descansar. De qualquer maneira, deve-se analisar a questão custo/beneficio, e se o cachorro utilizar a casa como único local de  abrigo e proteção , deve-se considerar o bem estar e o conforto do cachorro, como também a durabilidade da casa. 

COMPARTILHE A POSTAGEM.

COMPRE E RECEBA EM CASA! COM TODA COMODIDADE, SEGURANÇA E RAPIDEZ.

,

,

CURSO DE VIOLÃO: EBOOK + VIDEO AULAS - TOTALMENTE GRATIS!