.

quarta-feira, março 26, 2014

Conseguem Entender - Cachorros.


Conseguem Entender - Cachorros: Qual é o responsável por um cachorro que não se alegra e se orgulha ao falar de sua inteligência? E para eles não é nenhum surpresa de que os cachorros tenham a capacidade mental de nos entender, assim como revelam diferentes pesquisas e estudos. Mas afinal, quantas palavras os cachorros conseguem entender? E será que os cachorros realmente conseguem entender quando falamos com eles? Ou perdemos nosso tempo falando praticamente sozinhos? Não tem nem o que se discutir sobre esta questão, pois a grande maioria dos cachorros compreende ao menos os comandos básicos, como ‘sente’, ‘fique’, ‘pegue'.

Contudo, se você tiver maior tempo disponível, dedicação e paciência, com certeza poderá ensinar ao seu cachorro muito mais do que cem palavras. Pois de acordo com especialistas e psicólogos, a inteligência canina sugere, que um cachorro treinado consegue reconhecer aproximadamente 160 palavras, sendo que há alguns que conseguem ter um vocabulário, tão extenso quanto o dos bebes humanos. Os animais naturalmente, e principalmente os cachorros possuem capacidade e potencial cerebral para compreender a linguagem humana e interpreta-la em suas próprias linguagens, que são incrivelmente complexas e profundas.

Sendo que podemos observa-la quando os cachorros reagem à certas palavras como por exemplo, ‘passear’ com o abano do rabo. E você já parou para pensar o que significa para os cachorros entender o som das palavras? Quando as crianças começam a aprender a linguagem, elas associam os sons aos objetos ou as ideias, isto é, uma criança ouve a palavra ‘mamadeira’ toda vez que lhe oferecem uma mamadeira, ela irá conectar o som da palavra com o objeto. Isso é o que também acontece com os cachorros, no entanto, eles não chegam ao próximo passo, que é falar. Como outro exemplo, temos uma criança que aprende uma nova palavra, por exemplo, lápis.

A qual logo é relacionada com o conceito de objeto de escrita que possui uma imensa variedade de tipos, havendo então a possibilidade de ocorrer um erro de interpretação e se confundir uma caneta com um lápis. Por outro lado, os cachorros provavelmente aprendem a palavra caneta como um som que cria uma resposta direta e automática, ou seja ‘me traga a caneta que você ganhará um premio ou um agrado’. Então, podemos afirmar que os cachorros entendem a linguagem humana? Isso vai depender da definição de linguagem, a qual é discutível, ou seja, a linguagem indica um processo de comunicação particular para a produção de certa reação.

Analisando-se desta forma, então eles realmente conseguem compreender a linguagem humana, mesmo que de uma forma bastante parcial e limitada. Contudo, se os cachorros não têm a capacidade de compreender a comunicação através de palavras como os humanos, assim como muitos afirmam, por que então eles parecem nos entender tão profundamente? De acordo com alguns estudos, os cachorros reconhecem os gestos dos humanos como pistas com maior eficiência do que outros animais, como por exemplo, os macacos de grande porte.

Desta forma, quando os cachorros parecem compreender nossas palavras, eles verdadeiramente estão atentos a nossa linguagem corporal ou ao nosso tom de voz. Mas isso não significa que você deva parar de conversar com amigo peludo, ou seja, particularmente os cachorros entendem sim os humanos, pois você pode estar conversando com ele sem realizar nenhum gesto ou linguagem corporal, e o cachorro fica concentrando te olhando fixamente, demonstrando que esta entendendo o recado.  De então, também a sua opinião sobre este assunto, participe e deixe seu comentário!

Mais Atingidas - Cachorros.


Mais Atingidas - Cachorros:  O sol é muito importante na saúde dos cachorros, principalmente pelo seu papel fundamental no metabolismo da vitamina D e conseqüentemente, na calcificação dos ossos. Mas, a exemplo do que ocorre com os humanos, pode tambem causar danos à pele dos animais em caso de excesso de exposição nos horários de maior incidência dos raios ultravioleta. E os veterinários usam o termo fotodermatite, para definir diferentes tipos de doença relacionadas à exposição solar que atingem tanto os cachorros quanto os gatos. E as áreas de pele branca ou despigmentada do corpo, além de parte de coloração amarelada ou bege, são as mais atingidas. E tambem, as regiões do ventre e do flanco (lateral do abdome), além de nariz e orelhas. Inclusive há raças de cachorros mais sensiveis e com uma maior predisposição à fotodermatite, como a raça Bull Terrier, a American Staffordshire Terrier, a Pit Bull,  Boxer, Dálmata, Whippet e Beagle.

Coloração Amarelada ou Bege - Cachorros.


Coloração Amarelada ou Bege - Cachorros:  O sol é muito importante na saúde dos cachorros, principalmente pelo seu papel fundamental no metabolismo da vitamina D e conseqüentemente, na calcificação dos ossos. Mas, a exemplo do que ocorre com os humanos, pode tambem causar danos à pele dos animais em caso de excesso de exposição nos horários de maior incidência dos raios ultravioleta. E os veterinários usam o termo fotodermatite, para definir diferentes tipos de doença relacionadas à exposição solar que atingem tanto os cachorros quanto os gatos. E as áreas de pele branca ou despigmentada do corpo, além de parte de coloração amarelada ou bege, são as mais atingidas. E tambem, as regiões do ventre e do flanco (lateral do abdome), além de nariz e orelhas. Inclusive há raças de cachorros mais sensiveis e com uma maior predisposição à fotodermatite, como a raça Bull Terrier, a American Staffordshire Terrier, a Pit Bull,  Boxer, Dálmata, Whippet e Beagle.

Sol - Cachorros.


Sol - Cachorros:  O sol é muito importante na saúde dos cachorros, principalmente pelo seu papel fundamental no metabolismo da vitamina D e conseqüentemente, na calcificação dos ossos. Mas, a exemplo do que ocorre com os humanos, pode tambem causar danos à pele dos animais em caso de excesso de exposição nos horários de maior incidência dos raios ultravioleta. E os veterinários usam o termo fotodermatite, para definir diferentes tipos de doença relacionadas à exposição solar que atingem tanto os cachorros quanto os gatos. E as áreas de pele branca ou despigmentada do corpo, além de parte de coloração amarelada ou bege, são as mais atingidas. E tambem, as regiões do ventre e do flanco (lateral do abdome), além de nariz e orelhas. Inclusive há raças de cachorros mais sensiveis e com uma maior predisposição à fotodermatite, como a raça Bull Terrier, a American Staffordshire Terrier, a Pit Bull,  Boxer, Dálmata, Whippet e Beagle.

Maior Predisposição - Cachorros.


Maior Predisposição - Cachorros:  O sol é muito importante na saúde dos cachorros, principalmente pelo seu papel fundamental no metabolismo da vitamina D e conseqüentemente, na calcificação dos ossos. Mas, a exemplo do que ocorre com os humanos, pode tambem causar danos à pele dos animais em caso de excesso de exposição nos horários de maior incidência dos raios ultravioleta. E os veterinários usam o termo fotodermatite, para definir diferentes tipos de doença relacionadas à exposição solar que atingem tanto os cachorros quanto os gatos. E as áreas de pele branca ou despigmentada do corpo, além de parte de coloração amarelada ou bege, são as mais atingidas. E tambem, as regiões do ventre e do flanco (lateral do abdome), além de nariz e orelhas. Inclusive há raças de cachorros mais sensiveis e com uma maior predisposição à fotodermatite, como a raça Bull Terrier, a American Staffordshire Terrier, a Pit Bull,  Boxer, Dálmata, Whippet e Beagle.

Despigmentada - Cachorros.


Despigmentada - Cachorros: O sol é muito importante na saúde dos cachorros, principalmente pelo seu papel fundamental no metabolismo da vitamina D e conseqüentemente, na calcificação dos ossos. Mas, a exemplo do que ocorre com os humanos, pode tambem causar danos à pele dos animais em caso de excesso de exposição nos horários de maior incidência dos raios ultravioleta. E os veterinários usam o termo fotodermatite, para definir diferentes tipos de doença relacionadas à exposição solar que atingem tanto os cachorros quanto os gatos. E as áreas de pele branca ou despigmentada do corpo, além de parte de coloração amarelada ou bege, são as mais atingidas. E tambem, as regiões do ventre e do flanco (lateral do abdome), além de nariz e orelhas. Inclusive há raças de cachorros mais sensiveis e com uma maior predisposição à fotodermatite, como a raça Bull Terrier, a American Staffordshire Terrier, a Pit Bull,  Boxer, Dálmata, Whippet e Beagle.

Raios Ultravioleta - Cachorros.


Raios Ultravioleta - Cachorros: O sol é muito importante na saúde dos cachorros, principalmente pelo seu papel fundamental no metabolismo da vitamina D e conseqüentemente, na calcificação dos ossos. Mas, a exemplo do que ocorre com os humanos, pode tambem causar danos à pele dos animais em caso de excesso de exposição nos horários de maior incidência dos raios ultravioleta. E os veterinários usam o termo fotodermatite, para definir diferentes tipos de doença relacionadas à exposição solar que atingem tanto os cachorros quanto os gatos. E as áreas de pele branca ou despigmentada do corpo, além de parte de coloração amarelada ou bege, são as mais atingidas. E tambem, as regiões do ventre e do flanco (lateral do abdome), além de nariz e orelhas. Inclusive há raças de cachorros mais sensiveis e com uma maior predisposição à fotodermatite, como a raça Bull Terrier, a American Staffordshire Terrier, a Pit Bull,  Boxer, Dálmata, Whippet e Beagle.

Áreas de Pele Branca - Cachorros.


Áreas de Pele Branca - Cachorros:  O sol é muito importante na saúde dos cachorros, principalmente pelo seu papel fundamental no metabolismo da vitamina D e conseqüentemente, na calcificação dos ossos. Mas, a exemplo do que ocorre com os humanos, pode tambem causar danos à pele dos animais em caso de excesso de exposição nos horários de maior incidência dos raios ultravioleta. E os veterinários usam o termo fotodermatite, para definir diferentes tipos de doença relacionadas à exposição solar que atingem tanto os cachorros quanto os gatos. E as áreas de pele branca ou despigmentada do corpo, além de parte de coloração amarelada ou bege, são as mais atingidas. E tambem, as regiões do ventre e do flanco (lateral do abdome), além de nariz e orelhas. Inclusive há raças de cachorros mais sensiveis e com uma maior predisposição à fotodermatite, como a raça Bull Terrier, a American Staffordshire Terrier, a Pit Bull,  Boxer, Dálmata, Whippet e Beagle.

Mais Sensíveis - Cachorros.


Mais Sensíveis - Cachorros:  O sol é muito importante na saúde dos cachorros, principalmente pelo seu papel fundamental no metabolismo da vitamina D e conseqüentemente, na calcificação dos ossos. Mas, a exemplo do que ocorre com os humanos, pode tambem causar danos à pele dos animais em caso de excesso de exposição nos horários de maior incidência dos raios ultravioleta. E os veterinários usam o termo fotodermatite, para definir diferentes tipos de doença relacionadas à exposição solar que atingem tanto os cachorros quanto os gatos. E as áreas de pele branca ou despigmentada do corpo, além de parte de coloração amarelada ou bege, são as mais atingidas. E tambem, as regiões do ventre e do flanco (lateral do abdome), além de nariz e orelhas. Inclusive há raças de cachorros mais sensiveis e com uma maior predisposição à fotodermatite, como a raça Bull Terrier, a American Staffordshire Terrier, a Pit Bull,  Boxer, Dálmata, Whippet e Beagle.

Excesso de Exposição - Cachorros.


Excesso de Exposição - Cachorros:  O sol é muito importante na saúde dos cachorros, principalmente pelo seu papel fundamental no metabolismo da vitamina D e conseqüentemente, na calcificação dos ossos. Mas, a exemplo do que ocorre com os humanos, pode tambem causar danos à pele dos animais em caso de excesso de exposição nos horários de maior incidência dos raios ultravioleta. E os veterinários usam o termo fotodermatite, para definir diferentes tipos de doença relacionadas à exposição solar que atingem tanto os cachorros quanto os gatos. E as áreas de pele branca ou despigmentada do corpo, além de parte de coloração amarelada ou bege, são as mais atingidas. E tambem, as regiões do ventre e do flanco (lateral do abdome), além de nariz e orelhas. Inclusive há raças de cachorros mais sensiveis e com uma maior predisposição à fotodermatite, como a raça Bull Terrier, a American Staffordshire Terrier, a Pit Bull,  Boxer, Dálmata, Whippet e Beagle.

Causar Danos à Pele - Cachorros.


Causar Danos à Pele - Cachorros:  O sol é muito importante na saúde dos cachorros, principalmente pelo seu papel fundamental no metabolismo da vitamina D e conseqüentemente, na calcificação dos ossos. Mas, a exemplo do que ocorre com os humanos, pode tambem causar danos à pele dos animais em caso de excesso de exposição nos horários de maior incidência dos raios ultravioleta. E os veterinários usam o termo fotodermatite, para definir diferentes tipos de doença relacionadas à exposição solar que atingem tanto os cachorros quanto os gatos. E as áreas de pele branca ou despigmentada do corpo, além de parte de coloração amarelada ou bege, são as mais atingidas. E tambem, as regiões do ventre e do flanco (lateral do abdome), além de nariz e orelhas. Inclusive há raças de cachorros mais sensiveis e com uma maior predisposição à fotodermatite, como a raça Bull Terrier, a American Staffordshire Terrier, a Pit Bull,  Boxer, Dálmata, Whippet e Beagle.

COMPARTILHE A POSTAGEM.

.

.
.

Visualizações de página do mês passado