.

sexta-feira, setembro 26, 2014

Tipos de Ração - Cachorros.



Tipos de Ração - Cachorros: Existem atualmente diversos tipos de rações disponíveis no mercado, e sem duvida são a melhor alternativa para alimentação dos cachorros por oferecerem uma maior praticidade, e proporcionarem aos cachorros uma alimentação balanceada e com todos os nutrientes essências para o seu organismo. Principalmente quando comparadas a comida caseira, que alem de serem trabalhosas e pouco praticas, são também altamente perecíveis, podendo causar diarréias e ate intoxicação nos cachorros.  As rações podem ser do tipo semi-umida, úmida ou seca, e também há as especificas direcionadas para a faixa etária do cachorro (filhotes/adultos/idosos), para o sexo (macho/fêmea/fêmeas lactantes), e também para o tamanho (pequeno/médio/grande). 


E a ração para os cachorros independente de serem classificadas como populares que são as mais baratas, standard que tem  qualidade superior a das populares e as premium e super premium que possuem um padrão de qualidade considerado ótimo, porem são mais caras que as demais. Devem ser bem balanceadas e apresentarem todos os nutrientes necessários ao organismo dos cachorros em todas as fases de sua vida. Possuindo um bom teor de proteínas, carboidratos, gorduras, fibras, vitaminas e sais minerais, e também conter teores mínimos e aceitáveis de conservantes e cinzas.  

Novos ou Filhotes - Cachorros.



Novos ou Filhotes - Cachorros: As verminoses, ao contrário do que muitas pessoas pensam, acometem os cachorros de todas as idades, ou seja podem parasitar os cachorros em todas as fases de sua vida, desde a fase de filhote lactante até idoso. Entretanto, a maioria das pessoas que possuem cachorros, não dão a devida importância a esta questão, ou srja, somente buscam auxilio e orientação de um veterinário, e fazem utilização  de vermifugos específicos quando os cachorros ainda são novos ou filhotes. Sendo que a grande maioria das verminoses intestinais, e principalmente o parasita Dirofilaria Immitis, que é o responsável por uma verminose gravíssima e que muitas vezes é fatal ao cachorro. 

E que inclusive também é uma zoonose, apesar de não ser fatal para os seres humanos, e que é conhecida vulgarmente como verme do coração. Então como as verminoses acometem, e consequentemente parasitam os cachorros de todas as gerações, e em todas as fases da vida de filhote a cachorros idosos, deve-se ficar atento a qualquer sintoma caracteristico, e no minimo anualmente se fazer exames especificos nos cachorros. E inclusive, não somente o vulgarmente conhecido como "verme do coração", mas também as verminoses intestinais, podem não só causar diversas complicações na saúde dos cachorros, mas como também causar o seu próprio óbito.  

Parasita Intestinal - Cachorros.



Parasita Intestinal - Cachorros: A Zoonose Giardiase é uma doença infecciosa causada por um parasita intestinal, mais especificamente um protozoário denominado Giardia Lamblia. E a Zoonoze Giardiase pode acometer tanto crianças quanto adultos, entretanto geralmente é assintomática, ou seja não apresenta sintomas, e quando estes se manifestam quase sempre são de forma leve e efemêra, como diarreia e cólicas abdominais. Mas a infecção pode se tornar cronica e apresentar um quadro de maior gravidade como diarreia intermitente com consequente desidrataçao, dilatação na região abdominal, forte flatulência, anêmia com consequente perda de peso e debilitação física. 

A contaminação acontece por ingestão indireta e involuntária dos cistos infectantes existentes nas fezes das pessoas contaminadas, pois as fezes contaminam a agua, os alimentos e até objetos de uso comum. E após a ingestão, os cistos ao passarem pelo estômago se transformam pela ação do suco digestivo em trofozoitos, e os trofozoitos fixam-se aderindo nas paredes do intestino delgado, se desenvolvem e reproduzem-se, originando novos cistos que são eliminados e disseminados nas fezes da pessoa acometida por esta zoonose

E o diagnóstico, pode ser feito através de um simples exame de fezes da pessoa com suspeita de contaminação, e o tratamento por medicamentos anti-protozoarios, anti-bacterianos como metronidazolomidazol e tinidazol. Entretanto só utilize medicamentos com prescrição medica, pois os mesmos podem apresentar contra-indicações graves. Porem a melhor maneira de se evitar a contaminação, é tomando precauções higiênicas e alimentares, como lavar as mãos sempre que for se alimentar, e lavar os alimentos antes de consumi-los. Pois o cloro não elimina o protozoário Giardia lamblia, e alimentos e agua tratados somente com cloro não ficam isentos de contaminação.                                                                                                                                                                                                                                                                                             

COMPARTILHE A POSTAGEM.

.

.
.

Visualizações de página do mês passado