.

sexta-feira, outubro 10, 2014

Cachorros Abandonados.



Cachorros Abandonados: Este é um tema realmente muito revoltante, principalmente para os protetores de animais, mas que se encontra comumente presente na vida de muitas pessoas, o abandono de cachorros. Qual será o motivo que leva os responsáveis pelos cachorros, seja ele qual for, a abandona-los na rua como se fosse uma coisa desprezível e descartavel? Falta de dinheiro para cuidar da saúde do cachorro ou para comprar um alimento de qualidade para o mesmo? Falta de tempo para se dedicar ao cachorro, dando carinho e atenção?


Não, não são nenhum destes fatores que fazem com que o abandono de cachorros, cresça cada vez mais no Brasil e também no mundo, mas sim a falta de responsabilidade e de consciência por parte dos ‘responsaveis, pois quando decidem ter um cachorro em casa, os mesmos sabem quais são seus deveres com o mesmo, e todos sabem que o cachorro é totalmente depende do responsável, e precisa de água fresca e limpa constantemente, uma boa alimentação, atenção, consulta semestralmente ao médico veterinário, passeios diários, e muito mais, assim como uma criança.


Então, logo vem a pergunta: ‘Por que ter um cachorro em casa, mesmo sabendo que o cachorro proporciona custos?’. Já ouviu aquele ditado de que ‘a grama do vizinho é sempre a mais verde’, então, muitas pessoas procuram ter um cachorro apenas para falar aos outros que tem. O pior de tudo é quando o cachorro adoe-ce, ao invés de procurar um médico veterinário, o "responsável" o coloca no carro e o abandona na rua ou em abrigos para cachorros. São muitas as pessoas que não conhecem a real finalidade e intuito de um abrigo de cachorros abandonados.


Assim muitos pensam que estas instituições privadas ou públicas são locais para deixar os cachorros que não são mais ‘úteis’ ou que apenas dão trabalho. São muitos os inconsciêntes que não percebem que o abandono de cachorros nas ruas aumenta o risco de acidentes de trânsito, aparecimento de doenças nos cachorros da região, e muitos outros itens. Além disso, estes "responsáveis" se esquecem de que os animais também amam e sentem muito o abandono, inclusive abandono e mau trato é crime.


Pois quem cresceu ao seu lado está literalmente te rejeitando, pode-se realizar uma analogia com o ser humano, assim o que você sentiria se sua mãe te abandonasse no meio da rua? Lembre-se de que você tem capacidade de cuidar de si mesmo, e um cachorro não. É por este e outros motivos, que muitos médicos veterinários e protetores de animais, reforçam que a adoção ou a compra de um cachorro deve ser feita somente após uma consideração real de todos estes pontos, principalmente se há recursos necessários para mantê-lo com saúde e alegre.


Caso contrário, deixe que outra pessoa o adote ou compre,  além disso, é válido ressaltar que maltratar ou abandonar cachorros é crime, por isso, não ignore qualquer denuncia que chegue à porta de sua casa, mesmo que o sistema no Brasil seja lerdo, pois a justiça é lenta, mas nunca falha. Pois pode ser que neste mundo o "responsável" não seja condenado por tamanha crueldade, mas com certeza em outro mundo ou dimensão ele receberá a sentença merecida.

Fonte: www.blogdicas.com.br / Maikon.

Tosa de Cachorros.



Tosa de Cachorros: Existem dois tipos de tosa, a tosa do tipo trimming que é especial e destinada a cachorros para exposição, e a toso do tipo grooming, que é a utilizada na tosa de cachorros de estimação domésticos. E o desenvolvimento do mercado de estética canina levou a ampliação e disseminação de profissionais especializados e a sofisticação no tratamento estético dos cachorros. Inclusive com a organização de varias feiras e exposições de cachorros, produtos e equipamentos específicos do ramo, principalmente equipamentos de tosa.


Atualmente, existem disponíveis no mercado um grande numero de maquinas de tosa, e com um número de lâminas muito variado, existindo tipos de lâminas para os mais diversos tipos de cortes, e sendo geralmente os equipamentos importados superiores aos similares nacionais, principalmente em seu material e acabamento. Inclusive nos Estados Unidos, o nível de especialização e tratamento estético voltado para os cachorros já atingiu um nível de sofisticação que pode ser equiparado em termos de equipamentos, materias e produtos a um salão de cabeleireiro. 


E em relação a utilização das maquinas de tosquiar os cachorros, deve-se dar vital importância a desinfecção dos equipamentos e acessórios utilizados neste processo, para a devida eliminação dos germes, evitando assim a transmissão e a disseminação de eventuais doenças que possam vir a contaminar os cachorros, pois diversas doenças podem ser contraídas num estabelecimento de banho e tosa com condições higiênicas inadequadas. Entre elas, destacam-se as dermatofitoses (enfermidades de pele produzidas por fungos) e as parasitoses cutâneas (sarnas), que podem surgir se os instrumentos e materiais utilizados não estiverem limpos e desinfetados. E além dessas doenças, outros problemas também podem surgir como as ulcerações, processos inflamatórios, entre outros.


Inclusive o uso de produtos errados num procedimento como o banho e tosa também pode provocar danos à saúde do cachorro, e também não se recomenda cortar o pêlo de cachorros sujos, pois todo cachorro deve passar anteriormente por um banho, seguido da secagem, para depois passar pelo processo de tosqueamento. E também caso o cachorro esteja com os pêlos embaraçados, deve-se primeiro desembaraçar os pelos para somente depois se fazer a tosa, pois as máquinas de tosa não foram projetadas para desembaraçar pelos, e podem nestas situações ferir seriamente os cachorros, os cuidados devem também ser redobrados para não se encostar a máquina quente nos cachorros, o que pode ocasionar graves queimaduras.


Portanto, todos os estabelecimentos que manipulam ou executam serviços de banho e tosa em cachorros e outros animais devem ter por lei, um médico veterinário responsável. Deve-se também ficar atento aos procedimentos utilizados durante o processo de banho e tosa, não é permitido por exemplo, dopar o cachorro somente porque ele irá tomar banho e fazer a tosa, a não ser em casos extremos em que o cachorro seja agressivo, e mesmo assim somente com a previa autorização do responsável pelo cachorro.


E caso a clínica ou o estabelecimento faça o uso de anestesia sem o seu conhecimento e consentimento será passível de uma ação penal, pois dependendo da substância utilizada na anestesia, o cachorro pode ter uma abrupta queda de pressão e chegar a óbito, e há o risco também do cachorro sofrer ferimentos e escoriações diversas provocadas por profissionais que não tem o mínimo de cuidado e atenção com os cachorros e só pensam em lucros.


Entretanto o recomendável e o melhor a se fazer é acompanhar o cachorro durante todo o processo de banho e tosa, e evitar deixa-lo sozinho, dando preferência a estabelecimentos que permitam que se fique observando todo o processo de banho e tosa no cachorro, estes lugares geralmente possuem uma janela de vidro, o que evita-ra sofrimentos e riscos a integridade física e a saúde do cachorro, e problemas, aborrecimentos e surpresas desagradáveis e tristes aos responsáveis pelo cachorro.








Caça - Cachorros.




Caça - Cachorros: Os cachorros têm auxiliado aos homens na pratica da caça desde os tempos mais antigos, quando os egípcios usavam os cachorros da raça Greyhound para caçar gazelas. Desde então, diversas raças de cachorros foram aprimoradas em suas caracteristicas típicas para a pratica da caça, os cachorros para caça, se dividem em varias categorias, pois depende da forma de como eles serão treinados, qual será a sua presa, o tipo de terreno onde eles irão caçar, entre outras coisas.

Os cachorros de caça pertencem a raças que apresentam desempenho excelente no auxilio aos homens na pratica da caça. Existem vários tipos de cachorros de caça, que são treinados e aprimorados para desenvolverem e executarem de forma eficiente as muitas tarefas que lhes são exigidas. As principais categorias de cachorros de caça incluem os hounds, terriers e perdigueiros. Entre esses existem divisões de acordo com as habilidades que o cachorro possui.

Os Hounds são usados geralmente para perseguir a presa e em algumas ocasiões para matar, e frequentemente caçam em matilhas liderando os caçadores em longas caçadas, terminando com a caça sendo encurralada ou morta pela matilha. Muitos animais de pele como o guaxinim, coiote, e predadores grandes são caçados com hounds. Hounds também são divididos em lébreis e sabujos dependendo do senso primário usado para localizar a caça.

Os Lébreis, Whippet ou galgos, são cachorros extremamente rápidos que caçam pela visão. Sabujos/Basset Hound, sabujos são hounds que caçam se orientando pelo seu apurado e sensível faro, nesta categoria estão as raças que são consideradas as de maior poder e capacidade olfativa, que são a retrievers, setters, spaniels e pointers.

Retriever do Labrador, a principal função do retriever é achar e retornar a caça para o caçador, conseguem ficar por longas horas espreitando a presa, e depois do caçador ter atirado em várias caças como patos e gansos, eles conseguem se orientar visualmente. E lembrarem-se do local onde os pássaros foram abatidos. São capazes de sob comando mergulha-rem em água gelada e retorna-rem com a caça. Tem a capacidade de entender e seguir comandos verbais, com a mão e assobios enquanto o caçador dirige-os à caça abatida.

Setter Irlandês, os Setters tem uma antiga tradição como perdigueiros de montanha, eles tem a grande habilidade para descobrir e apontar pássaros nativo das montanhas. Quando o caçador se aproxima, em seu comando eles espantam os pássaros para que o caçador atire.

Cocker Spaniel Inglês, os Spaniels são utilizados para a caça por centenas de anos, e os cruzamentos seletivos aprimorarão suas habilidades, resultando em um cachorro de caça de porte menor e ainda um excelente cachorro de companhia e de família. Spaniels são usados para localizar e espantar a caça para o caçador e trabalham próximo ao caçador, assegurando que o caçador irá estar na distância correta para atirar, quando a caça for espantada.

Pointers/Weimaraner, os Pointers são cachorros que são treinados para localizar e apontar caças pequenas para o caçador. Eles ficam imóveis e apontam a caça quando a localizam para evitar espantá-la antes que o caçador chegue ao local, e desempenham a mesma tarefa que os spaniels, mas de maneira diferenciada. A diferença entre os dois está na técnica aplicada, os Pointers ficam numa distância muito maior, apontando a caça quando descoberta. Isto permite ao caçador fazer as aves voarem por si mesmo.

Cães D'Água/Cão de água Português, os Cães D'Água são uma subclasse dos retrievers, a maioria dos retrievers são descendentes de cães conhecidos como spaniels d'água.

Terrier Brasileiro, os Terriers são usados exclusivamente para caçar mamíferos., Terriers usualmente são usados para localizar a toca do animal alvo, e então capturar ou matar este animal por métodos de força. Muitos dos animais caçados com terrier são pragas, um exemplo é o Airedale Terrier usado para caçar ratões-do-banhado na Inglaterra.

E no Brasil a raça Fila Brasileiro é um excelente caçador de ratos que invadem os depositos e silos de milho, e tambem, a raça tem todo um histórico centenário como caçador de, inclusive de onças, sendo muito utilizado e tambem bastante conceituado na época por bandeirantes,  tropeiros e fazendeiros, como cachorro de caça e guarda, e usado inclusive por capitães do mato para caçar escravos fugitivos. 



COMPARTILHE A POSTAGEM.

.

.
.

Visualizações de página do mês passado

.COMO ACABAR COM AS PULGAS!