.

quinta-feira, outubro 16, 2014

Cachorros Reconhece Sons.



Cachorros Reconhece Sons: Qual é o responsável por um cachorro que não se alegra e se orgulha ao falar de sua inteligência? E para eles não é nenhum surpresa de que os cachorros tenham a capacidade mental de nos entender, assim como revelam diferentes pesquisas e estudos. Mas afinal, quantas palavras os cachorros conseguem entender? E será que os cachorros realmente conseguem entender quando falamos com eles? Ou perdemos nosso tempo falando praticamente sozinhos? Não tem nem o que se discutir sobre esta questão, pois a grande maioria dos cachorros compreende ao menos os comandos básicos, como ‘sente’, ‘fique’, ‘pegue'.

Contudo, se você tiver maior tempo disponível, dedicação e paciência, com certeza poderá ensinar ao seu cachorro muito mais do que cem palavras. Pois de acordo com especialistas e psicólogos, a inteligência canina sugere, que um cachorro treinado consegue reconhecer aproximadamente 160 palavras, sendo que há alguns que conseguem ter um vocabulário, tão extenso quanto o dos bebes humanos. Os animais naturalmente, e principalmente os cachorros possuem capacidade e potencial cerebral para compreender a linguagem humana e interpreta-la em suas próprias linguagens, que são incrivelmente complexas e profundas.

Sendo que podemos observa-la quando os cachorros reagem à certas palavras como por exemplo, ‘passear’ com o abano do rabo. E você já parou para pensar o que significa para os cachorros entender o som das palavras? Quando as crianças começam a aprender a linguagem, elas associam os sons aos objetos ou as ideias, isto é, uma criança ouve a palavra ‘mamadeira’ toda vez que lhe oferecem uma mamadeira, ela irá conectar o som da palavra com o objeto. Isso é o que também acontece com os cachorros, no entanto, eles não chegam ao próximo passo, que é falar. Como outro exemplo, temos uma criança que aprende uma nova palavra, por exemplo, lápis.

A qual logo é relacionada com o conceito de objeto de escrita que possui uma imensa variedade de tipos, havendo então a possibilidade de ocorrer um erro de interpretação e se confundir uma caneta com um lápis. Por outro lado, os cachorros provavelmente aprendem a palavra caneta como um som que cria uma resposta direta e automática, ou seja ‘me traga a caneta que você ganhará um premio ou um agrado’. Então, podemos afirmar que os cachorros entendem a linguagem humana? Isso vai depender da definição de linguagem, a qual é discutível, ou seja, a linguagem indica um processo de comunicação particular para a produção de certa reação.

Analisando-se desta forma, então eles realmente conseguem compreender a linguagem humana, mesmo que de uma forma bastante parcial e limitada. Contudo, se os cachorros não têm a capacidade de compreender a comunicação através de palavras como os humanos, assim como muitos afirmam, por que então eles parecem nos entender tão profundamente? De acordo com alguns estudos, os cachorros reconhecem os gestos dos humanos como pistas com maior eficiência do que outros animais, como por exemplo, os macacos de grande porte.

Desta forma, quando os cachorros parecem compreender nossas palavras, eles verdadeiramente estão atentos a nossa linguagem corporal ou ao nosso tom de voz. Mas isso não significa que você deva parar de conversar com amigo peludo, ou seja, particularmente os cachorros entendem sim os humanos, pois você pode estar conversando com ele sem realizar nenhum gesto ou linguagem corporal, e o cachorro fica concentrando te olhando fixamente, demonstrando que esta entendendo o recado.  De então, também a sua opinião sobre este assunto, participe e deixe seu comentário!



Contraceptivos para Cachorros.



Contraceptivos para Cachorros: Muitos responsáveis por cachorros ou outros animais de estimação não querem que eles procriem, porem hesitam em castrá-los, por receio do procedimento cirúrgico ou porque muito se fala a respeito dos mitos sem fundamentos relacionados à castração, como o cachorro de guarda ficar manso demais e perder a sua capacidade de vigiar e proteger a casa, e tambem o cachorro passar a ter tendência a obesidade. E devido a falta de informação e orientação, os responsáveis pelos cachorros acabam procurando precipitadamente uma alternativa a castração. E fazem erroneamente a opção pelos anticoncepcionais para evitar a gestação em suas cadelas e gatas. 

Porem a grande maioria dos veterinários, atentam para os riscos desta opção e absolutamente não recomendam esse tipo de medicamento, alertando para as sérias consequencias e efeitos colaterais que eles podem provocar no organismo e consequentemente na saúde dos animais. E estas graves reações e efeitos colaterais tanto podem ser causados por anticoncepcionais injetáveis como em comprimidos. E o seu uso, a médio prazo ou acima de um ano, pode ocasionar varias doenças e sérios problemas de saúde como diabetes, infecção de útero, tumores de mama entre outros. Devido a todas estas graves consequencias provocada na saúde dos cachorros provenientes do uso de anticoncepicionais, é que não se deve recomendar a sua utilização como um método contracepitivo alternativa em substituição a castração. 



Pois o uso destes medicamentos, da origem a vários problemas e enfermidades que causam danos muitos graves a saúde dos animais que os utilizam, e não são danos fáceis de serem tratáveis. Pois doenças como Diabetes e Tumores de Mama, alem de terem um alto custo financeiro os seus tratamentos tambem são complexos e trabalhosos. Sendo a castração, logicamente a melhor opção e alternativa, podendo se fazer este procedimento tanto em machos quanto em fêmeas, e sem duvida é o melhor e o mais indicado método anticoncepcional, para se evitar a gestação nas cadelas, sem comprometer ou prejudicar a sua saúde, inclusive o procedimento cirúrgico da castração sendo feito de maneira correta e adequada, ocasiona riscos mínimos aos cachorros, e o seu resultado alem de evitar a procriação indesejada, ainda ajuda a preservar tanto a saúde dos cachorros quanto das cadelas.

Cachorros Velhos.



Cachorros Velhos: Quando o Bill chegou, ele era um lindo e charmoso filho- tinho de poodle, com pêlo espesso e macio, todo preto, e era tão bonito que rendia elogios por onde passava. Entretanto cerca de 10 anos depois, o mascote da família começou a dar sinais que não era mais o mesmo, não tinha mas aquela energia e vitalidade de antes.  Mesmo que aos olhos dos responsáveis, os cachorros nunca envelhecem, e os filhotes nunca crescem. No entanto, a realidade surgiu de repente, ao reverem uma foto antiga, o seu pêlo que era motivo de tanto orgulho, não exibia mais a mesma cor e brilho, as manchas ao redor dos olhos e os cílios também se tornaram totalmente grisalhos, e os indícios eram mais que evidentes, Bill estava envelhecendo.

E saber identificar os sinais que os cachorros apresentam nessa fase da vida, é estar consciente dos cuidados que devem ser tomados nesta fase vulnerável e delicada de sua vida, fase esta em que o cachorro precisa-rá de todo amor e carinho. Pois para os cachorros, os sinais do tempo do relógio da vida tem uma contagem diferente, sendo que no caso dos cachorros eles também são divididos pelo tamanho, os maiores são considerados idosos a partir dos 7 anos e os menores depois dos 9, e a senilidade pode aparecer a partir do nono ano. Porem velhice não é sinônimo de doença, mas pede uma maior atenção, e deve-se ficar atento, sempre que o cachorro sinalizar quando sente alguma dor ou desconforto. 

Os sintomas manifestados na velhice, e que são apontados como os mais comuns, são o cansaço, a tosse noturna, o emagrecimento sem causas aparentes, aumento na ingestão de líquidos e na produção de urina, dificuldades para defecar, diminuição da audição e visão, dificuldades em subir e descer escadas. E estes sintomas, são indicativos que podem camuflar doenças graves como diabetes, câncer e até Doença Articular Degenerativa (DAD). O cansaço, tosse noturna e intolerância ao exercício, podem ser indícios de uma alteração cardíaca, e o tratamento e a terapia são feitos a base de dieta, atividade fisica especifica, medicamentos, controladores de pressão e diuréticos.

O emagrecimento progressivo pode ser indicio de verminose, doença periodontal, diabetes, insuficiência renal, doenças metabólicas e infecciosas, e o tratamento é feito com soroterapia, alimentação parenteral e vitaminas. Muita sede e excesso de urina, podem ser indícios de Diabetes e/ou insuficiência renal, o tratamento é feito com uma dieta específica, insulinoterapia, e castração. E volumes internos, abcessos, verrugas, cistos, tumores e câncer, o tratamento é feito com quimioterapia, laserterapia e cirurgia.Dificuldade em defecar, obstrução intestinal, constipação, hérnias, problemas de coluna, neoplasias e vermes, tratamento é feito com cirurgias, alterações na dieta, enemas e medicamentos. Opacidade ocular, menor produção de lágrimas, secreção ocular crônica e "olhos vermelhos" catarata, tratamento feito com cirurgias, e colirios específicos

Diminuição da audição, otites e surdez, tratamento feito a base de medicamentos. Dificuldade em locomover-se, andar enrijecido e problemas nas articulações, tratamento a base de Condroitina, antiinflamatórios especificos, acupuntura, homeopatia, fisioterapia e deve-se também evitar-se escadas. Aumento de peso, obesidade, tratamento a base de dieta com ração específica e fisioterapia Mau-hálito, perda de dentes, dificuldade mastigatória e acúmulo de tártaro, doença periodontal, tratamento com remoção cirúrgica, limpeza periodíca com escovação e produtos comestíveis E um simples exame de sangue e urina pode diagnosticar problemas nos rins, fígado e diabetes, já a insuficiência cardíaca pode ser detectada com auscultação, eletrocardiogramas e radiografias.

Reveja também o tipo de ração fornecida, inclusive existem no mercado muitas opções de rações especificas para cachorros idosos. Uma nutrição adequada fortalece o organismo e a saúde do cachorro, controla o seu peso evitando a obesidade e impede a formação de tártaro. E este problema bucal que é o principal causador de mau-hálito nos cachorros, e pode levar a perda de seus dentes e também facilita a entrada de bactérias em sua corrente sanguínea, causando problemas cardíacos e renais. Então evite fornecer ao seu cachorro, alimentos que facilitem o acumulo de resíduos na sua gengiva e nos seus dentes, de preferência por oferecer ração, e evite dar comida caseira ao cachorro, pois ela deixa muitos resíduos.

E escove os dentes do cachorro ao menos uma vez por semana, e a limpeza e remoção do tártaro deve ser feita anualmente no veterinário. E além de contar com os remédios tradicionais, atualmente os peludos dispõem também de tratamentos alternativos. Como a acupuntura e a homeopatia, que retardam o aparecimento de enfermidades e aliviam as dores, aumentando o bem-estar e a qualidade de vida dos cachorros. A acupuntura ajuda no tratamento de problemas articulares, e os colírios homeopáticos podem diminuir a progressão de processos oftálmicos senis etc...

Entretanto esgotadas todas as possibilidades de cura e tratamento de uma enfermidade, que compromete a qualidade de vida do cachorro, juntos o responsavel e veterinário devem decidir o que fazer. E esta decisão de extrema responsabilidade e nada simples, feita sempre com o devido acompanhamento médico veterinário, pode significar a última demonstração de amor ao querido companheiro, que é o procedimento da eutanásia. Pois qualquer sentimento de culpa deixa de existir, quando todas as possibilidades de tratamento foram levantadas, e esta é uma necessidade que se mostra absoluta, a eutanásia, que é uma palavra de origem grega, que significa Boa Morte.





COMPARTILHE A POSTAGEM.

.

.
.

Visualizações de página do mês passado

.COMO ACABAR COM AS PULGAS!