.

terça-feira, novembro 04, 2014

Cachorros - Raça Deerhound Escoçês.



Cachorros - Raça Deerhound Escoçês:  O Deerhound, é originário e oriundo do Reino Unido, é uma raça primordialmente pertencente aos chefes dos clãs escoceses. Porem com o fim desse sistema, sua população entrou em declínio. Sendo que o primeiro registro referente à história do pensativo Deerhound data da Idade Média, altura em que os chefes tribais escoceses o usavam para caçar. Entretanto o colapso do sistema de clã, em 1746, ocasionou uma seria ameaça a sua própria existência, que porem foi ressuscitado por Duncan McNeil, um criador local. Sendo que posteriormente, alguns exemplares foram levados para a Africa do Sul, pais onde obteve uma grande aceitação e fez muito sucesso, e acabou por tornar-se mais comum na África do Sul que em seu país natal. Fisicamente tem a musculatura de um greyhound, sendo sua pelagem resistente ao frio, dura e relativamente impermeável, e pode atingir o peso de até 45 kg, possui uma musculatura desenvolvida e um tórax profundo.



A raça é suscetível a ter torção gástrica, que podem ser fatal em alguns casos. Seu comportamento e temperamento são descritos como os de um cachorro gracioso, meigo e despretensioso. E entre as suas peculiaridades está sua expectativa de vida, que é muito curta, principalmente quando comparada a cachorros menores. Inclusive a posse do gracioso e meigo Deerhound foi outrora restringida à nobreza escocesa, isso numa altura em que a raça se desenvolveu para perseguir veados através das densas florestas das regiões montanhosas da Escócia. Porem com o derrubada das florestas, no início do século XVIII, e a introdução da espingarda na caça, a raça acabou perdendo sua popularidade. Hoje, esse ilustre galgo é muito comum na África do Sul, enquanto na Escócia existe em pouca quantidade. É muito parecido com um Greyhound em termos de aparência, mas com uma pelagem à prova de intempéries. É uma raça afável, e que se dá bem com outros cachorros.




Cachorro de Caça.



Cachorro de Caça: O Harrier, que significa cachorro de caça, é uma raça cujos primeiros registros datam de meados de 1260, quando eram parte integrante da matilha de Penistone, no Oeste da Inglaterra, embora não tenha reconhecida em seu país de origem. Inclusive foi quase extinta no século XX, tendo então a sua população aumentada graças aos cruzamentos com Foxhounds e possivelmente Beagles e Bloodhounds também. Considerada uma raça de adestramento dito fácil, porem é um cachorro calmo e sociável, de confiança, inclusive para se ter entre crianças. Fisicamente possui o dorso mais largo que fundo, além de muito firme e forte, pode chegar aos 28 kgs e sua curta pelagem varia de coloração entre os indivíduos.





Os registros históricos revelam que existiu uma matilha de Harriers britânicos, a matilha Penistone, em 1260 na parte ocidental da Inglaterra. Registros mais tardios demonstraram que o Harrier era também um sabujo de matilha popular no País de Gales. Neste século, no entanto, a raça esteve em vias de extinção no seu país de origem. Foi restabelecida através da introdução de sangue de Foxhound, pois o Harrier atual, seja ele um caçador de leopardos no Sri Lanka, um caçador de raposas na costa leste dos Estados Unidos ou um seguidor de cheiros nas montanhas da Colômbia, é uma mistura bem sucedida dos temperamentos do Foxhound e do Beagle. É uma raça que se sente à vontade com seus semelhantes, e que se dá bem tambem com outras raças.





O Harrier é ainda um excelente cachorro de companhia ligeiramente menor do que um Foxhound, é provável que o seu futuro na Europa e na América do Norte seja mais em casa do que junto de uma matilha. E quanto a sua origem e historia da raça, o Harrier foi desenvolvido na região ocidental da Inglaterra há pelo menos 800 anos e descende provavelmente do cruzamento do Bloodhound com antepassados do Beagle atual. O seu nome inclusive provém de uma palavra francesa normanda harier, que significa cachorro de caça. Hoje, esta raça está protegida tanto na Grã-Bretanha como nos Estados Unidos.





cachorro de caça a venda, cachorro de caça veadeiro, cachorro de caça americano, cachorro de caça de tatu, cachorro de caça americano a venda, cachorro de caça de paca, cachorro de caça nacional, cachorro de caça americano videos

Cão da Transilvania.



Cão da Transilvania: O Braco da Transilvânia, tambem conhecido como Cão da Transilvania ou Erdélyi kopó, é uma raça de cachorros originária da Hungria. Esta raça sofreu muito poucas alterações em mais de 1000 anos, chegou provavelmente às montanhas da Transilvânia na companhia de viajantes e conquistadores, movimentando-se para o ocidente desde a Rússia ou para norte, através dos Bálcãs.


Outrora preferida pelos reis e nobreza da Hungria, que a usavam para caçar lobos e ursos, esta raça robusta teve uma história recente muito acidentada. Pois foi quase extinta durante a Segunda Guerra Mundial, os exemplares que sobreviveram na região da Transilvânia, na Romênia, foram, juntamente com o Galgo Húngaro, exterminados em 1947, segundo ordens governamentais, visto fazerem lembrar a "ocupação" húngara da Romênia.


Felizmente, houve alguns que sobreviveram na Eslováquia e na Hungria, estando os criadores destes países ativamente a tentar ressuscitar a raça. Ligeiramente desconfiado e introspectivo, este lustroso sabujo ocorre nas variedades de patas curtas e compridas. História da Raça: esta raça sofreu muito poucas alterações em mais de 1000 anos. Chegou provavelmente às montanhas da Transilvânia na companhia de viajantes e conquistadores, movimentando-se para o ocidente desde a Rússia ou para norte, através dos Bálcãs.


COMPARTILHE A POSTAGEM.

.

.
.

Visualizações de página do mês passado