segunda-feira, maio 23, 2011

Azawakh - Cachorros.



Azawakh - Cachorros: Particularmente pernalta e elegante, o lébrel Azawakh confere a impressão geral extremamente refinada. Sua ossatura e musculatura são reveladas através de sua fina e magra pele. Esse lébrel se apresenta como um cachorro raçudo, cujo contorno do tronco está inserido num retângulo com o lado maior na vertical. A raça nativa pesa entre 15 a 25 quilos, sua altura é de 60 a 74 centímetros, e o seu pêlo é muito curto e quase ausente na barriga. A sua estrutura óssea aparece claramente através da pele e da musculatura, seus músculos são bem planos, ao contrário do Galgo Inglês, e nesta característica ele se aproxima do Saluki. As cores permitidas pelo padrão de raça FCI são fulva com manchinhas limitadas às extremidades, todas as nuances são admitidas, da zibelina clara à fulva escura.





A cabeça pode ou não ter uma máscara preta e a presença de uma linha é muito inconstante. A pelagem tem uma mancha branca no peito e um pincel branco na ponta da cauda, cada uma das quatro patas tem que ter compulsoriamente uma "meia" branca, no mínimo, em sombra de traço nas patas, sendo que o tigrado em preto é aceito. Incomum para uma raça grande, os Azawakhs não têm conhecidas predisposições para doenças genéticas (como a displasia da anca). Os Azawakhs precisam ser bem socializados desde a mais tenra idade e devem ser colocados frente a novas situações. Eles são uma combinação de um corredor de grande arranque (embora nem sempre tão rápidos como um Greyhound) com um de longa distância (como o Saluki).






Portanto, eles precisam de um nível bem elevado de exercícios regulares e devem executar corridas em grandes áreas fechadas para atingir o esplendor de seu vigor físico. E no seu temperamento, é uma raça Veloz, alerta, distante, reservado com estranhos e podendo até ser de difícil aproximação, mas pode ser gentil e afetuoso com aqueles que ele está disposto a aceitar. Ele consegue equilibrar um vínculo estreito com o seu responsável, porem com uma forte e quase independência felina. Não são agressivos, a mesmo que se sintam ameaçados, eles são também muito animados. Os Azawakhs têm a capacidade única de reconhecer outros Azawakhs pela visão, e se relacionam naturalmente com membros da sua própria raça.





E quanto a sua origem e história, a raça foi criada pelos Tuaregues, Fulas e vários outros tribos nômades do deserto do Saara e do Sahel nos países Mali, Níger e Burkina Faso. A raça é utilizada lá como cachorro de guarda, e na caça à gazela e à lebre alcançando a velocidade aproximada de 64 quilômetros por hora. Os Tuaregues historicamente têm sido muito duros com eles e não lhes dedicam muita atenção, o que acentuou na raça as características de robustez e independência. E diferentemente de outros lébreis afro-asiáticos, eles atuam em grupos para caçar. No papel de cachorro de guarda, se um Azawakh pressente algum perigo, ele late para alertar os outros membros do grupo, que se reúnem sob a liderança do cachorro líder, quando então afugentam ou atacam o predador.





O Sloughi, em comparação, atua de forma mais independente, é um caçador solitário e tem um elevado instinto de caça. Eles não são muito comuns na Europa e América do Norte, mas possuem um crescente número de admiradores. Estima-se que existam menos de 200 Azawakhs na América do Norte. Seu temperamento é muito felino e, portanto, não seria um bom animal de estimação, para a grande maioria dos eventuais responsáveis. No entanto, quando socializados e bem treinados, eles podem relacionar-se bem com outros cachorros, gatos, crianças e estranhos. A raça ainda não é registrada no Canadian Kennel Club ou American Kennel Club (mas é registrada na Fundação Stock Service do AKC), é registrado no United Kennel Club, American Rare Breed Association e outros.









Aprenda os Segredos dos Melhores Adestradores ...!

Finalmente! Você poderá adestrar e educar o seu cachorro, com apenas alguns treinamentos básicos, fáceis e de simples execução. 
E o seu cachorro irá lhe obedecer fielmente de uma forma facil e natural.

Você mesmo poderá ensiná-lo a deixar de destruir suas coisas, a latir só quando necessário, ou o melhor a fazer suas necessidades no lugar correto e ainda irão passear sem arrastar você junto...




Braco da Transilvania - Cachorros.


Braco da Transilvania - Cachorros: O Braco da Transilvânia, tambem conhecido como Cão da Transilvania ou Erdélyi kopó, é uma raça de cachorros originária da Hungria. Esta raça sofreu muito poucas alterações em mais de 1000 anos, chegou provavelmente às montanhas da Transilvânia na companhia de viajantes e conquistadores, movimentando-se para o ocidente desde a Rússia ou para norte, através dos Bálcãs.



Outrora preferida pelos reis e nobreza da Hungria, que a usavam para caçar lobos e ursos, esta raça robusta teve uma história recente muito acidentada. Pois foi quase extinta durante a Segunda Guerra Mundial, os exemplares que sobreviveram na região da Transilvânia, na Romênia, foram, juntamente com o Galgo Húngaro, exterminados em 1947, segundo ordens governamentais, visto fazerem lembrar a "ocupação" húngara da Romênia.



Felizmente, houve alguns que sobreviveram na Eslováquia e na Hungria, estando os criadores destes países ativamente a tentar ressuscitar a raça. Ligeiramente desconfiado e introspectivo, este lustroso sabujo ocorre nas variedades de patas curtas e compridas. História da Raça: esta raça sofreu muito poucas alterações em mais de 1000 anos. Chegou provavelmente às montanhas da Transilvânia na companhia de viajantes e conquistadores, movimentando-se para o ocidente desde a Rússia ou para norte, através dos Bálcãs.



Dunker - Cachorros.



Dunker - Cachorros O Dunker, também chamado de Sabujo Norueguês, foi concebido e desenvolvido por um criador norueguês de nome Wilhelm Dunker, que desenvolveu o plácido e afável Dunker cruzando o Harlequin Hound da Rússia com outros sabujos de confiança. É uma raça de médio porte, robustamente construído e resistente, embora não sugira aparência pesada. Sua pelagem é reta, dura e não muito curta. Seus olhos são negros, redondos e não protuberantes, classificados ainda como expressivos.



Sua cauda é grossa na raíz e afina em direção à ponta, e como de costume, os machos são ligeiramente maiores que as fêmeas. Embora a Noruega tenha uma população relativamente pequena, a sua tradição de caça continua forte e várias raças surgiram para preencher o lugar específico de cachorro de caça do norte. Sendo o Dunker, um exemplo clássico, "concebido" para caçar e recuperar lebres através do faro e não da visão.



Trata-se de uma raça meiga e afetuosa, de aparência lustrosa e séria, mas com uma resistência tremenda. Embora a displasia da anca possa constituir ocasionalmente um problema, o Dunker é, caso contrário, um cachorro bastante saudável, adaptado a caçar sobre uma vasta gama de terrenos. Com o seu ar atraente e a sua personalidade sedutora, é também um valioso companheiro. História da Raça: Wilhelm Dunker, um criador norueguês, desenvolveu o plácido e afável Dunker cruzando o Harlequin Hound da Rússia com outros sabujos de confiança.





COMPARTILHE A POSTAGEM.

COMPRE E RECEBA EM CASA! COM TODA COMODIDADE, SEGURANÇA E RAPIDEZ.

,

,

CURSO DE VIOLÃO: EBOOK + VIDEO AULAS - TOTALMENTE GRATIS!