.

segunda-feira, junho 13, 2011

Dell' Etna Cirneco - Cachorros.


Dell' Etna Cirneco - Cachorros: O dell'Etna Cirneco (Cirnechi plural) é uma pequena raça de cães originária da Sicília . Este cão foi historicamente usado para caçar coelhos e pode trabalhar por horas sem comida ou água. A raça também tem um sentido de cheiro afiado e é primariamente construído para a resistência mais dura do terreno como o do Monte Etna . É o menor dos cães de caça ilha do Mediterrâneo, sendo os outros Hounds Faraó e Ibiza Hounds . Hoje eles estão cada vez mais conservados durante o esporte de mostrar conformação e como animais de estimação, devido à sua baixa manutenção casaco e amigo da natureza, embora, como um cão activo eles precisam de exercício regular. A medida deve Cirneco 43-51 cm (17-20e) e pesam entre 10-12 kg (22-26 £). Tal como acontece com outras raças, as de ações de caça pode estar fora destes limites. Tendo metade do tamanho do Pharaoh Hound e do Podengo Ibicenco, esta raça italiana atlética e sempre alerta é virtualmente desconhecida fora de Itália e, em particular, fora da Sicília. Partilha com essas outras raças a capacidade de caçar pela visão e pelo faro. Tal como muitas raças antigas, o Cirneco necessita de muito exercício, o que torna difícil ter um exemplar destes na cidade. Não é uma raça fácil de treinar e não de adapta prontamente às crianças e a outros cães. Num clima quente fica satisfeito por dormir ao relento e funciona como cão de guarda. História da Raça: outro descendente clássico dos cães de corrida egípcios de orelhas arrebitadas, o Cirneco dell’Etna tem-se reproduzido de forma pura no relativo isolamento da Sicília desde a sua chegada, há 2.000 anos.

Spitz Finlandes - Cachorros.


Spitz Finlandes - Cachorros: Spitz Finlandês (em finlandês: Suomenpystykorva) é uma raça originalmente vigorosa e independente, usada para a caça na região leste da Finlândia e na Carélia. Dentro de seu país de origem é ainda um popular cão de tiro. De pelagem praticamente impermeável é resistente ao frio. 

Sua capacidade para manter um latido forte por bastante tempo o torna ideal como cão de guarda. Semelhante a uma raposa, tem seu adestramento considerado difícil, o que não o torna um cão fácil para estimação. Cão de porte médio, tem sua pelagem vermelho-dourada e a cauda enrolada. Suas orelhas são pequenas e em forma de V; seu tórax é fundo e o abdômen curvado. 

Pode chegar a pesar 16 kg e medir 50 cm.
Os contrário dos cães de caça noruegueses, o Cão de Caça da Finlândia fareja rastros mas não recupera, embora leve os caçadores a matar galinholas e outras aves de caça na vegetação densa da floresta. Esta raça grande e meiga adora atividade física, é boa para as crianças e sente-se bem ao dormir ao ar livre sozinho durante os meses de verão da Escandinávia. 

Embora o pêlo rente não ofereça muita proteção contra as condições atmosféricas, necessita de pouca atenção. A raça é apenas um cão de guarda relativamente razoável devido à sua natureza plácida. Os machos podem ser temperamentais para com outros cães do sexo masculino.

História da Raça: embora existam na Finlândia cães de caça de verão desde século XVIII, a raça atual resulta de um programa de criação do século XIX, que envolveu cães franceses, alemães e suecos. O Cão de Caça da Finlândia tornou-se a raça nativa de trabalho mais popular da Finlândia.



Cão de caça da Polônia - Cachorros.


Cão de caça da Polônia - Cachorros: O cão de caça da Polônia, originalmente chamado gończy Polski, é uma raça que, tal como as demais de caça europeias, quase foi extinta nas guerras. Parecido com seu parente, o bloodhund, foi perpetuado graças a alguns exemplares sobreviventes recolhidos após a Segunda Guerra Mundial, o que não aconteceu com sua variante menor, o Polski pies gonczy. Considerado um perseguidor resistente, é usado para farejar animais maiores. Com a sobrevivência assegurada devido aos esforços de novos criadores, passou também a ser apressiado nos lares, como animal de companhia bem adaptado.
Tal como aconteceu com muitas outras raças de caça européias, as guerras deste século quase levaram o Cão de Caça da Polônia à extinção. Após a Segunda Guerra Mundial, os caçadores polacos conseguiram encontrar sobreviventes suficientes para perpetuar este cão rústico e simples. É um excelente perseguidor e resistente, parecido com o seu parente afastado Bloodhound.
A raça é usada para seguir caça grossa, recorrendo à sua voz de tom médio quando fareja um rastro recente. É também um cão de companhia que se sente muito à vontade em casa. Com as mudanças políticas do pós-Comunismo na Polônia, esta raça encontrou novos admiradores, que lhe assegurarão a sobrevivência.
História da Raça: não se conhece a história desta raça amigável. A sua configuração e local de origem sugerem ser parente do Cão de Santo Huberto, tendo sido depois cruzado com cães de caça alemães. Uma versão menor, o Polski Pies Gonczy, extinguiu-se durante a Segunda Guerra Mundial.

Pastor Jugoslavo - Cachorros.


Pastor Jugoslavo - Cachorros: A pastor jugoslavo (português europeu) ou iugoslavo (português brasileiro) (em sérvio: Шарпланинaц) (em macedônio: Шарпланинец) é uma raça originária da região dos Balcãs na antiga Jugoslávia, mais precisamente nas atuais Macedônia, Sérvia e Montenegro. A história deste cão é tão incerta e conflituosa quanto a história de seu local de origem: foi dizimado até quase a extinção e possui diversos nomes, como pastor iugoslavo da sarplarina. Apesar da certeza de sua região de origem, não se sabe com precisão o país do qual é oriundo. Inicialmente criada para guardar os rebanhos nas montanhas do sudoeste iugoslavo, é considerada por alguns a raça mais antiga de mossolóides. Sem futuro em sua terra natal, é criado nos Estados Unidos e no Canadá para embates com coiotes e lobos enquanto cão de guarda. De adestramento considerado bastante difícil, não é tido como um animal de estimação, mas sim de trabalho. Ainda assim, tem seu temperamento classificado como corajoso e leal ao dono, embora não seja visto como sociável. Fisicamente pode atingir os 60 cm na cernelha e pesar 36 kg. Sua pelagem, densa e de tamanho geral  médio, é de difícil cuidado e possui quatro diferente colorações. Enquanto sua cabeça, orelhas e
face anterior são cobertas por uma pelagem curta, seu pescoço, tronco, cauda e face posterios dos
membros são recobertos por pelos mais longos e duros. No entanto, sua subpelagem é fina e densa.

COMPARTILHE A POSTAGEM.

.

.
.

Visualizações de página do mês passado