.

sexta-feira, setembro 12, 2014

Fuga de Cachorros.





Fuga de Cachorros: Poucos são os cachorros que demonstram equilíbrio e tranquilidade e consequentemente sabem se comportar ao verem um portão aberto. Pois na grande maioria das vezes, muitos cachorros assim que percebem o portão sendo aberto, já saem imediatamente em disparado correndo para a rua, e é um verdadeiro sufoco até que se consiga traze-los em segurança de volta para casa. 

E ao contrário do que a maioria das pessoas pensam, os cachorros não saem correndo pra rua para fugir. Pois não é da natureza dos cachorros fugir e abandonar a matilha, pois tendo um comportamento genuinamente gregário, eles consequentemente dependem diretamente da matilha para sobreviver, e, portanto não haveria qualquer explicação lógica para que eles simplesmente abandonassem a matilha. 

Pois nem mesmo quando um cachorro é maltratado ele abandona a matilha, tamanha é a sua lealdade para com o grupo. O que realmente acontece, é que nós humanos costumamos classificar como fugas situações em que o cachorro se perde e não consegue voltar para casa. Invariavelmente o cachorro simplesmente sai correndo, e, quando se dá conta, percebe que está numa região desconhecida. 

Algumas circunstâncias que podem provocar este tipo de resultado são quando os cachorros saem em disparada perseguindo gatos, ou outros animais, machos farejando fêmeas no cio, ou simplesmente o cachorro querendo brincar com o seu responsável. Nas duas primeiras situações, pouco se pode fazer em termos de adestramento, pois não existe treinamento que faça com que um cachorro ou qualquer animal agir de forma diversa ao seu instinto. 

Porém, com algumas orientações e ensinamentos dadas aos cachorros, pode-se melhorar em muito o seu comportamento em relação as suas fugas pelo portão, fazendo com que os cachorros se acostumem a ver o portão da rua aberto, sem que eles saiam correndo pela rua, e quando mais jovem for o cachorro, mais fácil será o seu aprendizado. 

Pois inclusive o cachorro não sai correndo pelo portão com a intenção de desobedeçer ou criar problemas, ele simplesmente o faz por puro instinto natural. Pois ele nestas situações, não pensa, simplesmente age, e quando o portão é aberto ele simplesmente sai. E, como em várias outras situações com cachorros, é a reação dos responsáveis que acaba complicando tudo. 

Pois ao saírem correndo atrás do cachorro, dão a ele a impressão de que tudo não passa de uma boa brincadeira de pega-pega, que inclusive os cachorros adoram. E se não houvesse o perigo do cachorro ser atropelado, o ideal é que nem mesmo se devesse dar importância ao fato ocorrido, e simplesmente ignorasse-mos. Porém, como nossas ruas são muito perigosas, a coisa toda deve ser feita de forma bem diferente. 

E para iniciar todo o processo de treinamento, você precisará de uma corda que possa ser presa em algum ponto fixo dentro da sua casa. Esta corda deve ter um comprimento grande o suficiente para que possa ultrapassar o portão, mas não tão comprido que permita que seu cachorro chegue até o asfalto. Também é fundamental que você tenha alguns petiscos com você. 

Prenda então o seu cachorro nesta corda e abra o portão, e assim que ele ameaçar sair do lugar diga um “NÃO” bem firme e se ele obedeçer e parar no meio do caminho, dê um petisco a ele como forma de recompensa e depois faça muito carinho. Inclusive você não precisa esperar até que ele passe pelo portão para dar a bronca, pois assim que você perceber que ele está se encaminhando para o portão, você já pode dar a bronca. 

E se seu cachorro ainda insistir em sair, não insiste e tambem não vá atrás dele. Simplesmente vire de costas e vá embora, pois ele provavelmente irá atrás de você, pois o que ele quer realmente é brincar com você, e não fugir de você. Então brinque um pouco com ele, feche o portão, e comece tudo novamente. Faça este treinamento várias vezes, e nunca se esqueça de elogiá-lo muito quando ele ficar dentro do terreno da sua casa. 

Pois o importante aqui é que ele perca o ímpeto de tentar sair só porque o portão está sendo aberto. E outra coisa muito importante e fundamental aqui, é que ele se acostume a ver o portão aberto, e inclusive acostume-se a brincar com ele com o portão aberto. Depois do treinamento, deixe-o ainda preso na corda, e brinque com ele com uma bolinha, ou simplesmente sente-se com ele fazendo bastante carinho e brincadeiras. 

Desta forma, o fato do portão estar aberto deixa de ser tão importante, e, portanto, não chamará a atenção dele. E a segunda parte deste treinamento também vai ajudar a seu cachorro a se acostumar a ver o portão aberto e você do lado de fora da casa, sem que ele tente ir atrás de você. Comece o treinamento estando você fora da casa, e o cachorro dentro. 

Abra o portão, e se ele ameaçar sair diga Não, feche o portão novamente, espere alguns segundos e abra-o de novo. Se seu cachorro ficar no lugar, dê petiscos a ele. Aguarde alguns segundos, dê um passo atrás e diga com firmeza FICA com sua palma da mão virada para ele, para que ele não avance. Dê um passo em direção ao seu cachorro e dê um petisco. 

Se ele ameaçar cruzar a linha do portão, diga não, mas enquanto ele estiver dentro do seu terreno, fale com ele com uma voz bastante suave, elogie-o e dê petiscos. O ideal é que se faça este exercício várias vezes por semana, cada vez ficando mais longe dele. Lógico que na hora de dar o petisco você deve chegar perto do cachorro, e não simplesmente jogar o petisco para ele. 

Pois isso poderia provocar sem querer a passagem dele pelo portão, caso o petisco caia do lado de fora do seu terreno. E a última parte do treinamento é mostrar a ele que o errado não é simplesmente passar pelo portão, mas sim passar pelo portão sem a sua ordem. Mantenha-o preso na corda, abra o portão e dê o comando VEM. E assim que ele cruzar o portão dê um petisco e elogie-o muito! 

Se ele ficar indeciso sobre o que fazer, comece esticando o braço (com o petisco) para perto dele. Depois vá fazendo os exercícios próprios do comando VEM, fazendo com que ele passe pelo portão para tocar a sua mão. Comece, então, a alternar abrir o portão e não falar nada, com abrir o portão e brincar com ele sem que ele saia do seu terreno, e abrir o portão junto com o comando VEM. 

Seja o mais claro possível na diferenciação entre as 3 situações, mostrando de forma bem clara que só será permitido a ele passar pelo portão quando você der o comando. Inclusive você poderá usar esta mesma técnica para ensinar o seu cachorro a não entrar dentro de casa só porque a porta estiver aberta, como também no caso de você morar em um apartamento para que seu cachorro não corra para o elevador, ou mesmo pelo hall e escadas do prédio. É só uma questão de você ter paciência e adaptar o treinamento.

Nenhum comentário:

COMPARTILHE A POSTAGEM.

.

.
.

Visualizações de página do mês passado

.COMO ACABAR COM AS PULGAS!