.

quinta-feira, outubro 23, 2014

Cachorros - Épagneul Breton.



Cachorros - Épagneul Breton:  O Spaniel Bretão, que em francês é Épagneul Breton, sendo também conhecido por Brittany, é a raça de cachorro de tiro mais popular da França e favorita nos Estados Unidos, e que foi salva da extinção na década de 1900 pelo criador Arthur Enaud. Entretanto o Spaniel Bretão apesar de ser um Spaniel, comporta-se como um Pointer, levantando e carregando as presas das caçadas. De adestramento considerado fácil, pode atingir em media os 15 kg e tem a pelagem do corpo fina e densa, que varia em três cores que são o preto, laranja e chocolate, junto ao branco. A raça nasceu na Vila de Callac, que é uma região da Bretanha na França, e o seu mais provável antecessor pondera-se que teriam sido cachorros da raça Oysel, bastante popular e conhecido na Idade Média e sem dúvida uma das mais antigas raças de cachorros de aponte na França.


Durante o século XIX a pequena nobreza inglesa, possuidora de terras, tinha o hábito de caçar perdizes na França e levavam com eles seus melhores cachorros-de-tiro, sendo na sua maioria Seter Inglêses, Gordon Seter e Pointers. Estes cachorros eram comumente deixados aos cuidados dos proprietários da terra até a estação de caça seguinte, o que resultou em um grande número de cruzamentos entre estas diversas raças, dando origem a um popular Spaniel da região.  Daí surgiu o grande cachorro-de-tiro, Spaniel Bretão, esta combinação se tornou tão popular que em torno do ano de 1900, diversos cruzamentos planejados foram feitos. Sendo que o 1º Campeão da raça, foi um cachorro francês de nome "Max de Callac", de cor branco e fígado.


Outro cachorro de destaque, também oriundo da França, foi o "Ska de Saint Tugen", um tricolor de preto que também foi pai, avô, e bisavô de muitos campeões. O Spaniel Bretão é um ótimo Pointer e Retriever, sociável com seus semelhantes e um companheiro ideal, sendo equilibrado, franco, doce e inteligente. A pelagem é relativamente fina, densa, moderadamente franjada, podendo ser lisa ou levemente ondulada. As cores são branco e laranja, branco e fígado, branco e preto, ou Tricolor branco, laranja e fígado ou branco laranja e preto e ainda ruão com qualquer dessas cores. Na aparência geral é um cachorro de pequeno porte, robusto, muito vigoroso, esperto e de expressão inteligente. As orelhas são pendentes e bem guarnecidas de pêlos. O Spaniel Bretão por vezes nasce anuro (sem cauda) ou quando não, devem ter a cauda amputada em no máximo 10 cm.



PADRÃO DA RAÇA:

Padrão FCI n. - 95
Grupo n. 7, - Cães de Aponte
Tamanho - 47 a 50 cm com tolerância de 1cm
Peso - padrão não comenta
Pelagem - medianamente longa
Agressividade - moderada
Aptidão - caça
Atividade - Espontânea moderada
País de Origem - França


Aspecto geral - Altura máxima de 51cm, mínimo de 46cm; altura ideal nos machos de 48 a 50cm, de 47 a 49 nas fêmeas. Curto de lombo; cabeça arredondada com focinho de lábios não pendentes, orelha curta e inserida alta, relativamente com poucas franjas, pelo liso acamado contra o corpo, franjas onduladas mas nunca frisadas; tipo cob, cauda de mais ou menos 10cm, embora o animal possa também ser anuro.


Cabeça -

Trufa: bem aberta e um pouco angulosa, da cor mais escura do corpo quando a pelagem do cão for branca e castanha ou branca e preta.

Lábios: finos, bastante retraídos, com o lábio superior que ultrapassa um pouco o lábio inferior; reto ou muito ligeiramente curvado. Cana nasal: mais curta que o grande eixo maior, reta ou ligeiramente curvada.


Crânio: de comprimento médio, arredondado, paredes laterais marcadas e arredondadas; stop com depressão bastante marcada.

Olhos: âmbar escuro em harmonia com o pêlo, vivos e expressivos.

Orelha: inserida alta, de preferência curta, ligeiramente arredondada, com um pouco de franja embora bem provida de pelos ondulados.


Pescoço

De comprimento médio, embora desprendido dos ombros, sem papadas.

Membros anteriores

Ombros inclunados e musculosos. Braços musculosos e ossudos. Pernas anteriores muito retas. Munhecas ligeiramente inclinadas, finas e musculosas.


Corpo

Peito profundo, descendo plenamente até o nível do cotovelo, costelas bastante arredondadas e largas. Costas curtas, cernelha bem deslocada, nunca afundada. Lombo curto, largo e vigoroso. Flancos levantados, sem excesso.

Membros posteriores

Garupa mais baixa do que a cernelha, saliente, chegando à altura da linha superior. Garupa ligeiramente fugidiça. Pernas posteriores com músculos largos muito descidos, muito musculosos; jarrete e ponta do ísquio na mesma vertical. Pernas com franjas onduladas até meia coxa. Metatarso bem aprumado, jarrete não muito marcado.


Pés

Dedos unidos com um pouco de pelo entre eles. Cauda - Ereta ou caída se o cão não é anuro, sempre curta, em torno de 10cm, às vezes um pouco desviada e terminada com uma mecha de pelo. Pele - Bastante solta. Pelo - Finos no corpo, sem excesso e tende para o liso ou muito ligeiramente ondulado.

Pelagem

Branca e laranja, branca e castanha, branca e preta, tricolor ou ruão de uma ou outra dessas cores. Conjunto - Compacto e robusto, pequeno cão elegante embora muito vigoroso, de movimentos energéticos, de fisionomia inteligente, apresentando o aspecto de um cob cheio de classe.










Nenhum comentário:

COMPARTILHE A POSTAGEM.

.

.
.

Visualizações de página do mês passado