.

sexta-feira, outubro 31, 2014

Diagnostico da Dor - Cachorros.



Diagnóstico da Dor - Cachorros: A algum tempo atrás, as pessoas em geral e tambem até os veterinários acreditavam que a dor sentida pelos cachorros, era de certa forma benéfica e tinha a sua utilidade, pois ajudava a manter os cachorros calmos e estáticos fazendo assim com que eles pudessem curar mais rapidamente. Além disso, o pensamento predominante era que não havia nenhuma maneira precisa de saber se um cachorro estava sentindo dor, ou se o tratamento aplicado surtia algum tipo de alívio na mesma. Entretanto, atualmente os veterinários têm uma maior sensibilidade e consequentemente uma nova maneira de olhar para está questão. 

Que anteriormente era considerada como uma preocupação desnecessária, que eram os tratamentos e medicações aplicadas com o intuito de eliminar ou diminuir a intensidade da dor sentida pelos cachorros em decorrência de eventuais doenças, acidentes ou cirurgias. Sendo que atualmente já existem diversos tipos de medicamentos específicos, prescritos pelos veterinários no qual a única e exclusiva função é o alivio da dor sentida pelo cachorro, juntamente com o medicamento para uma eventual doença ou qualquer lesão ou problema que esteja causando está dor. 

Inclusive atualmente a medicina veterinária tem dado uma grande prioridade, e estão dedicando muito tempo e recursos para pesquisas e estudos a respeito da dor em animais. E estes estudos têm mostrado que o alívio da dor pode ser capaz de acelerar o processo de recuperação, seja em decorrencia de dores originadas por motivo de doença, cirurgia ou lesão. E o mais importante, o controle e o alívio da dor pode ajudar o cachorro a ter uma maior expectativa de vida, ou seja viver por mais tempo, pois reduz o imensamente o stress e aumenta a sensação de bem-estar e consequentemente a qualidade de vida. 

E há dois tipos de dores, sendo que um tipo é a dor aguda, que geralmente ocorre de forma súbita e repentina, e é proveniente de um ferimento provocado por um eventual acidente, por uma cirurgia ou até mesmo ser motivada por uma infecção recente, que pode ser até dentária. e este tipo de dor é bastante intensa e pode fazer com que o cachorro sinta muita dor e fique em estado de agonia e extremamente desconfortável, limitando tambem a sua mobilidade. Porem, este tipo de dor não se manifesta de forma cronica e raramente permanece, e geralmente desaparecem quando a condição que originou e causou a dor ela é tratada. 

O outro tipo de dor é a dor crônica, que geralmente se desenvolve lentamente e quase sempre é de longa duração. E a dor cronica normalmente está relacionada, e é em decorrencia da idade e de doenças como artrite, podendo também ser causada por câncer ou doença óssea. E este tipo de dor geralmente é de tratamento difícil e demorado, pois ela pode perdurar por anos, e às vezes até mesmo ser incurável, tendo que permanecer o tratamento com a respectiva medicação para o resto da vida do cachorro. Entretanto devido a se desenvolverem lentamente. 

Alguns cachorros conseguem tambem progressivamente se adaptarem a este tipo de dor, tendo uma menor sensibilidade e aprendendo a tolerar e conviver com este tipo de dor progressiva e cronica, quase que sem manifesta-las, o que muitas vezes atrasa e dificulta a detecção da doença, acarretando a descoberta tardia da doença, o que causa bastante complicações, dificultando em muito a cura, e podendo causar inclusive o súbito e eminente óbito do cachorro, devido o atraso no tratamento. Devido a isto, é importante se observar, e ficar muito atento a qualquer mudança em seu comportamento. 

Pois muitos cachorros tem uma certa tendência a não querer demonstrarem fraqueza, escondendo a dor. principalmente as dores progressivas nas quais eles consigam vir a se adaptar. E mesmo que o cachorro não apresente sintomas ou sinais de dor, isso não significa que ele não há esteja sentindo, dor está que pode ter sido motivada por uma lesão ou doença oculta, ou por um acidente desconhecido. O mais importante, é que assim que houver suspeitas ou for detectado qualquer mudança ou problema comportamental, ou indicio de dor ou doença no cachorro, deve-se leva-lo imediatamente ao veterinário. 




Nenhum comentário:

COMPARTILHE A POSTAGEM.

.

.
.

Visualizações de página do mês passado