.

sábado, agosto 23, 2014

Duvidas sobre Zoonoses - Cachorros.



Duvidas sobre Zoonoses - Cachorros: Existem muitas duvidas e especulações a respeito das doenças que são tranmitidas, principalmente por animais domesticos como cachorros e gatos, e tambem a forma de como elas são propagadas por estes, e consequentemente como contaminam as pessoas. Descrevere-mos então a seguir, algumas das mais comentadas e discutidas teorias e mitos a respeito das zoonoses mais comuns, ou seja as principais doenças transmitidas pelos cachorros e outros animais domesticos ou não aos seres humanos.


1. "A mordida ou a baba do cachorro transmite a raiva"
Está afirmação está apenas parcialmente correta, pois os cachorros afetados pela raiva salivam bastante, ou seja "babam" por não conseguirem engolir a própria saliva, e devido à paralisia que a doença causa. A mordida desses animais transmite a raiva, porém, um cachorro só pega raiva se for mordido por outro animal doente. Inclusive a grande maioria dos cachorros não é portadora do vírus da raiva, principalmente aqueles que são vacinados. Sendo assim então, realmente apenas a saliva ou a "baba" proveniente da mordida de um animal contaminado e consequentemente doente, pode sim transmitir a raiva.



2. "Cachorro que baba ou espuma, com toda a certeza está contaminado pela raiva"
Está afirmação está totalmente equivocada, e quase que totalmente errqada, pois nem todo cachorro que saliva, espuma ou "baba" pode estar contaminado pelo virus da raiva. pois inclusive os cachorros quando intoxicados, podem apresentar intensa salivação, assim como cachorros ou gatos que ingeriram medicamentos de sabor desagradável tambem podem espumar, e tambem animais submetidos a um forte estresse também podem salivar.



3. "Cachorro que corre em volta do rabo está louco"
Afirmação totalmente errada, pois muitos cachorros correm atrás do rabo por costume, ou tambem por uma manifestação de ataque convulsivo. E obviamente o cachorro que corre atrás do rabo, não está louco, nem com raiva.



4. "O gato com toda certeza, transmite determinadas doenças para mulher grávida"
É uma afirmação parcialmente correta, pois os gatos domésticos podem contrair a toxoplasmose através da carne crua ou ingestão de pombos e outras aves contaminadas. Inclusive os gatos não apresenta sinais clínicos da toxoplasmose, e eliminam o parasita pelas fezes, na forma de oocistos, e que podem levar até 5 dias para se tornarem infectantes. E a mulher que contrair toxoplasmose durante os três primeiros meses da gestação poderá ter sérios problemas com o feto. Antes de engravidar, caso ela possua ou tenha contato com animais, deve fazer um exame para detectar se já tem a doença, mas não apresenta sintomas. Se tiver toxoplasmose, deverá ser tratada antes de engravidar. Caso contrário, deverá evitar o contato com fezes de gatos, nos três primeiros meses de gestação. Entretanto a família não precisa-rá absolutamente se desfazer do seu gato de estimação, no caso de gravidez na família. Pode-se inclusive se fazer um exame sorológico (no sangue) no gato para se saber se ele é portador da doença, ou simplesmente, se evitar o contato da mulher grávida com os dejetos do gato. E a ingestão de carne mal cozida ou crua pela gestante, tambem deve ser evitada, pois está é a principal forma de se contaminar e se adquirir a doença. pois a carne ou os seus derivados como linguiça, salshicha e outros embutidos podem eventualmente estarem contaminados e, sem o devido cozimento, consequentemente transmitir a toxoplasmose.



4. "Cachorro na praia transmite doenças"
Está afirmação está parcialmente correta, pois nem todos os cachorros podem transmitir doenças às pessoas se freqüentarem a praia. Porém, se o cachorro estiver com vermes, e defecar na areia, os ovos microscópicos desses parasitas poderão se transformarão em larvas. E estas larvas consequentemente podem penetrar na pele das pessoas, causando o "bicho geográfico". Os cachorros que são vermifugados, ou seja, tomam remédio para vermes regularmente, certamente não transmitirão as larvas às pessoas. De qualquer forma, deixar o cachorro fazer suas necessidades na areia da praia, com o sem vermes, é uma ato totalmente errado, anti-social e irresponsável.



5. "Os gatos podem transmitir asma para as pessoas e principalmente para as crianças"
Está tambem é uma afirmação totalmente errada, pois a asma, também conhecida como bronquite, bronquite alérgica, bronquite asmática ou asma brônquica é uma doença alérgica, e portanto não é transmissível. E crianças ou pessoas que sofrem de asma, podem ter crises quando em contato com os pêlos de gatos e outros animais. Pois os pêlos do gato ou os ácaros presentes na pelagem (o mesmo ácaro existente na poeira), em algumas pessoas, podem vir a desencadear as crises.



6. "O gato também tem AIDS"
Outra afirmação totalmente errada, pois a FAIDS é uma doença que causa imunodeficiência em felinos, mas que não tem nada a ver com a AIDS humana. É sua transmitição ocorre unicamente entre os gatos. Pois em absoluto não se trata da mesma doença, nem é transmitida aos seres humanos.




7. "A urina dos ratos pode transmitir doenças"
Está é uma afirmação apenas parcialmente correta, pois os ratos são transmissores da leptospirose, que é uma doença que atinge o homem e animais através da urina desses roedores. Porém, nem todo os ratos estão potêncialmente infectados com a leptospirose. E em caso de dúvida, evite o consumo de alimentos ou o uso de rações para animais, que possam vir a estar contaminados pela urina de ratos. Assim como tambem, o contato com águas de enchentes, que podem estar contaminadas pela urina desses roedores que vivem nos esgotos.







Vitaminas pra Cachorro.



Vitaminas pra Cachorro: As vitaminas são chamadas de micronutrientes por comporem a dieta dos cachorros em quantidades de miligramas /microgramas por dia. Esta denominação serve para diferencialos dos macronutrientes que são os carboidratos, proteínas e as gorduras, e que são necessários em quantidades significativas na dieta diária dos cachorros. Os macronutrientes são imprencidiveis em grandes quantidades por fornecerem energia e aminoácidos(proteínas) para o organismo. Diferentemente das vitaminas que são necessárias em pequenas quantidades. 

Mas entretanto participam de várias etapas do ciclo metabólico e da assimilação dos macronutrientes para a manutenção do crescimento e do funcionamento perfeito do organismo do cachorro. E as vitaminas são divididas em duas categorias, que são as vitaminas hidrossolúveis (solúveis em água), e as lipossolúveis (solúveis em gorduras). As vitaminas hidrossolúveis são a tiamina (vitamina B1), riboflavina (vitamina B2), ácido nicotínico, ácido pantotênico, piridoxina (vitamina B6), biotina, ácido fólico, cianocobalamina (vitamina B12) e ácido ascórbico (vitamina C). E as  vitaminas lipossolúveis são as A, D, E e K, que são substâncias oleosas e  não solúveis em  água. 

Violência Contra Cachorros.



Violência Contra Cachorros : Você está presenciando ou sabendo de casos de maus tratos de cachorros e outros animais domésticos ou selvagens em sua vizinhança, e não sabe o que fazer? É importante que você não pense duas vezes antes de tomar a decisão de se direcionar a uma delegacia de polícia mais próxima de sua residência para realizar um Boletim de Ocorrências ou então, se preferir você poderá orientar o Promotor de Justiça do Fórum, pertencente a Justiça do Meio Ambiente.

Desta forma, a denuncia de maus tratos será legitimada a partir do artigo 32 da Lei Federal n° 9.605 de 1998, a qual é a Lei de Crimes Ambientes, sendo que se possível antes de recorrer a delegacia tenha em mãos uma cópia da Lei 9.605/98 já que muitas autoridades policiais não possuem o conhecimento da mesma. Além disso, esteja munido com o artigo 139 do Código Penal, pois caso a autoridade se recuse em abrir um Boletim de Ocorrência, já que se trata do Brasil, onde a própria população sofre com o descaso de muitas autoridades, já pensou em relação aos cachorros e outros animais?

De acordo com o artigo 32 da Lei Federal 9.605 de 1998, é considerado crime a prática do abuso, ferir, maus tratos ou mutilar animais domésticos ou silvestres, nativos ou exóticos. É crime com pena de detenção de três meses a um ano e multa, sendo que em relação ao primeiro parágrafo, incorre nas mesmas penas quem realiza a experiência cruel ou dolorosa em animais vivos, incluindo para fins didáticos e/ou científicos, quando existirem houver recursos alternativos. Já no segundo parágrafo consta que a pena é aumentada de um terço a um sexto se houver a morte do animal ou de animais.

De acordo com a Lei de Proteção Ambiental 9.605 de 1998, os atos considerados maus tratos e crueldades mais comuns são:

-Manter o animal preso por um longo tempo sem comida ou água.

-Abandono.

-Envenenamento.

-Agressão física, exagerada e covarde.

-Mutilação.

-Manter o cachorro ou outro animal em um espaço impróprio e sem higiene.

Não procurar um veterinário caso o animal esteja doente.

-Utilizar o animal em apresentações, show ou trabalho que possa lhe causar sofrimento e pânico.



Estes atos estão relacionados para todo e qualquer animal, seja ele doméstico como cachorros, gatos e outros animais, assim como cavalos utilizados para o trabalho de tração, e ainda para animais criados e domesticados em fazendas, sítios e chácaras como porcos, galinhas e até pássaros também estão inclusos nesta Lei, sendo que há Leis e Portarias específicas criadas pelo o IBAMA (Instituição Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis).

Desta forma, caso você recorra a delegacia ou ao Fórum e não tenha o atendimento satisfatório, é necessário que você denuncie ao Ministério Público.

Assim conte o nome e patente de quem o atendeu, além do número da delegacia e o endereço, além da data, horário e um relato em duas vias solicitando a protocolação de uma delas. Caso você esteja acompanhado por alguém, esta pessoa poderá ser a sua prova testemunhal para o encaminhamento de tal documento para o Ministério Público. É válido lembrar que toas das provas e fatos devem ser anexadas junto à ocorrência para ajudar em seu B. O. È lógico que estes procedimentos demandam tempo e inclusive muitos aborrecimentos. Porem os cachorros e outros animais são seres inocentes e que não sabem sequer falar, e sua única defesa diante destas crueldades e covardias é o seu choro ou os seus gritos de desespero, sofrimento e dor.




COMPARTILHE A POSTAGEM.

.

.
.

Visualizações de página do mês passado

.COMO ACABAR COM AS PULGAS!