.

terça-feira, junho 02, 2015

Medo de Barulho - Cachorros.




Medo de Barulho - Cachorros:  Existem cachorros que têm um medo excessivo de determinados ruídos, porem se imaginarmos que eles têm uma capacidade auditiva quase quatro vezes maior que a nossa, um ruído sem importância para nós, pode ser realmente ensurdecedor para eles. E entre os ruidos que costumam normalmente causar bastante incomodo e até pânico entre os cachorros, estão incluidos os fogos de artifício, máquinas de tosa e/ou secadores, trovões, tiros, entre outros similares. E quando há ocorrência destes ruidos, os cachorros que são mais sensiveis a eles, chegam a pular no colo de seu responsável, tremem excessivamente, o seu coração dispara. Medo de Barulho - Cachorros, Medo de Barulho - Cachorros.




E eles tentam se esconder em lugares pouco comuns, como embaixo de camas, mesas ou quartos fechados, e dependendo da quantidade e constância destes ruidos, permanecem lá sem comer, beber ou sair para fazer suas necessidades, até que os ruidos cessem totalmente. Alguns responsáveis podem até achar isto até engraçado, porém, se o cachorro tiver alguma alteração cardíaca severa, como a taquicardia, que é a aceleração no ritmo do coração, que o medo excessivo provoca, e que pode causar serios problemas à saúde do cachorro, principalmente se ele for idoso. E se fobia a ruídos for um problema serio para o seu cachorro, e você realmente se preocupa com a reação dele, quando da ocorrência de fogos ou tempestades. Medo de Barulho - Cachorros, Medo de Barulho - Cachorros.




É necessario então estar atento, e tomar as providências que forem necessarias para ajudar o cachorro a superar esta questão, que a principio parece não ter grande importância, mas que dependendo da reação do cachorro, e se não for resolvido ou munimizado, pode chegar a ser algo bastante grave. A principio deve-se trabalhar com a dessensibilização do cachorro, para com estes sons que lhe causam algum incomodo ou temor, e se possivel ter gravado em um cassete ou CD os sons que deixam o cachorro neste estado de incomodo ou pavor. E inicialmente deve-se colocar o som em um volume baixo, quase que imperceptível, e motivar o cachorro calmamente a repetir qualquer rotina que ele goste muito. Medo de Barulho - Cachorros, Medo de Barulho - Cachorros.




Como jogar bolinha, comer biscoito, etc.. No início é preciso fazer estes exercícios num local e horário bastante calmos e neutros. E só se deve passar adiante, quando o cachorro já estiver suportando os barulho que o incomodavam anteriormente, e em um nível normal. E inclusive não se de recompensar involuntariamente o cachorro, é preciso ter muito cuidado para não dar carinho e atenção ao cachorro, quando ele estiver com medo para não recompensá-lo, involuntariamente, por ter medo. Nada de tentar acalmar o cachorro ou segurá-lo no colo, em último caso é preciso deixar um local preparado para que o cachorro possa se esconder e se sentir seguro, como se estive-se numa toca. Medo de Barulho - Cachorros, Medo de Barulho - Cachorros.




E quanto a se Usar medicação, alguns veterinários preconizam doses diárias de antidepressivos, ministrados nos dias em que se suspeita que haverá ruídos que causem pânico ao cachorro. A medicação tem que ser dada antes do cachorro começar a ficar apavorado, e pode realmente ajudar a evitar crises médias ou leves de pânico. Para casos graves de fobias causadas por sons, como fogos de artifício, tempestades, trovões ou armas de fogo, outras drogas podem ser utilizadas, entretanto sempre a critério e sob prescrição do veterinário. E segundo veterinários especialistas, o medo excessivo de ruídos é um dos problemas mais difíceis para serem tratados em comportamento canino. Medo de Barulho - Cachorros, Medo de Barulho - Cachorros.




Especialmente em casos graves, entretanto de qualquer forma vale a pena tentar. E no caso de cachorros que se estressam com o barulho de máquinas de tosa e secadores, utilize chumaços de algodão nos ouvidos do animal, para diminuir o ruído. Isso também pode ser tentado em dias de tempestade ou fogos de artifício. Porem geralmente, esse "truque" não tem efeito algum em cachorros extremamente medrosos. Deve-se se previnir e procurar assegurar-se que o cachorro não possa fugir em momentos de grande manifestação de medo. Pois é bastante comum os cachorros se desesperarem, e saírem em disparado em direção à rua. É então recomendavel, se necessário e não houver outra alternativa, que se prenda o cachorro em dias de comemorações com fogos e rojões. Medo de Barulho - Cachorros, Medo de Barulho - Cachorros.




E inclusive consulte o veterinário que trata do seu cachorro, e caso ele julgue necessario e conveniente, medicará o seu cachorro para que o mesmo possa enfrentar e superar o medo. Ou encaminhará você a um especialista em comportamento canino, para que se possa tratar o seu cachorro de uma maneira especifica. pois associando as medicações alopática, homeopática ou as alternativas (Florais de Bach), e tambem com uma mudança de postura do responsável com relação a esta questão em especial que consequentemente envolve o seu cachorro, há grandes chances e possibilidades reais dele superar conseguir superar está fobia. Medo de Barulho - Cachorros, Medo de Barulho - Cachorros.





Medo de Barulho - Cachorros, Medo de Barulho - Cachorros.

5 comentários:

Anônimo disse...

Postagem muiyo bacana.

Anônimo disse...

Parabens pelo otimo post.

Anônimo disse...

Excelente post, parabens pela materia.

Anônimo disse...

Excelente post, parabens pela materia.

Anônimo disse...

Muito bacana a postagem....

COMPARTILHE A POSTAGEM.

.

.
.

Visualizações de página do mês passado