.

quarta-feira, junho 03, 2015

Pedras nos Rins - Cachorros.



Pedras nos Rins - Cachorros: Os cálculos urinários ou urólitos, que tambem podemos chamar de pedras, ocorrem com bastante frequência em cachorros e se formam, normalmente, na bexiga e na uretra. Já os cálculos localizados dentro dos rins, que são mais conhecidos como pedras nos rins, são bem mais raros. E a formação do cálculo se dá a partir do aparecimento de cristais na urina, e estes cristais podem ter diversas composições, tais como uratos, oxalato de cálcio, fosfato triplo, sílica e cistina). E por fatores ainda não totalmente estabelecidos, os cristais começam a se agrupar , dando inicio a formação dos cálculos. E além de uma predisposição ("tendência") que alguns cachorros têm em formar os urólitos, existem tambem fatores que contribuem para o aparecimento deles. 



E entre eles estão as infecções urinárias, a deficiência de vitamina A, a dieta alimentar e a retenção de urina. Neste último caso, cachorros que não urinam dentro de casa devem ser levados para a rua pelo menos 3 vezes ao dia para que não retenham a urina por muitas horas. E a idade em que os cálculos aparecem com maior frequência está entre 1 e 6 anos, e tambem os cálculos são mais frequente de ocorrerem nos cachorros machos. E uma vez formado o cálculo, o cachorro pode apresentar um ou mais sinais clínicos, e os mais comuns são sangue na urina, dificuldade de urinar ou o gotejamento de urina), ou não conseguir urinar, que é a obstrução das vias urinárias, dores abdominais, apatia e falta de apetite. 



E o diagnóstico dos cálculos urinários pode ser feito pela simples palpação da bexiga no caso do diagnóstico de cálculos grandes e tambem pelo histórico do cachorro, mas para um diagnóstico correto e preciso, é necessário e interessante proceder os exames complementares, que são a ultrasonografia, raio X e exame de urina. E geralmente o tratamento é cirúrgico pois geral e normalmente, os cálculos são muito grandes, principalmente quando há uma obstrução completa das vias urinárias, caso em que o cachorro não consegue urinar, ou há uma grande quantidade de cálculos. Entretanto há casos raros em que o cachorro consegue expelir o calculo ou 'pedra', mas isso pode geralmente demandar muito tempo e consequentemente ocasionar muito sofrimento ao cachorro. 



E após a sua retirada, o cálculo deve ser analisado para se poder conhecer a sua composição, quando a partir daí, vai se instituir uma terapia para prevenção do aparecimento de novas "pedras". E a partir dai, o ph urinário deve ser ajustado, dependendo da composição do urólito, a dieta controlada e a ingestão de água deve ser estimulada para que sempre haja um grande fluxo de urina, evitando-se assim a chance dos cristais se unirem novamente, e antibióticos também são utilizados. Inclusive os cachorros que já tiveram cálculos ou são predispostos ao seu aparecimento, por apresenta-rem cristais na urina, devem fazer o tratamento preventivo e serem monitorados através de exames de urina frequentemente.



Aprenda os Segredos dos Melhores Adestradores ...!

Finalmente! Você poderá adestrar e educar o seu cachorro, com apenas alguns treinamentos básicos, fáceis e de simples execução. 
E o seu cachorro irá lhe obedecer fielmente de uma forma facil e natural.

Você mesmo poderá ensiná-lo a deixar de destruir suas coisas, a latir só quando necessário, ou o melhor a fazer suas necessidades no lugar correto e ainda irão passear sem arrastar você junto...

Nenhum comentário:

COMPARTILHE A POSTAGEM.

.

.
.

Visualizações de página do mês passado