.

sexta-feira, outubro 08, 2010

Cachorros - Medicamentos Anti - Larvas.


Cachorros–Medicamentos Anti-Larvas: As larvas são responsáveis por sérios e graves danos causados a saúde dos cachorros por elas parasitados, pois atuam como agentes condutores tanto para o parasita penetrar no organismo como para migrar através da circulação sanguínea e linfática. Permitindo que o parasita posteriormente se desenvolva, e atinja a fase adulta em diversos orgões do cachorro, como o sistema digestivo, os pulmões, os rins, o fígado, o baço, o coração e inclusive os olhos e o cérebro. E estes tipos de larvas, pertencem ao grupo das verminoses que são a Larva Migrans Visceral (Toxocara Canis), Dirofilariose (Dirofilaria Immitis/Verme do Coração), Dilipidiose (Dipylidium Caninum), Hidatidose (Echinococcus Granulosos) e Demoticose (Trichuris Vulpes). Inclui-se também as principais larvas dos parasitas externos como a Mosca Berneira (Dermatobia Hominis,), Mosca Varejeira (Cochliomyia Hominivorax) e o Mosquito vetor da Dilafilariose (Culex Pipiens). 


E também os ectoparasitas em sua fase larval que são os carrapatos, as pulgas, e os acaros. Os medicamentos anti-larvas geralmente tem um efeito múltiplo, agindo simultaneamente sobre as larvas dos parasitas internos ( Verminoses), e também dos parasitas externos (Moscas, Mosquitos, Carrapatos, Pulgas e Ácaros). O principio ativo destes medicamentos Anti-Larvas utilizam varias substancias como, Ivermectina, Milbemicina, Mibemicina Oxima,, Permetrina, Nitempiram, Selamectina, Fipronil, Metopreno, Imidacloprida, Moxidectina, Imidactoprida, Matoprene, entretanto não se recomenda que se utilizem medicamentos que tenham como principio ativo as substancias Amitraz, Carbamato e Benzoato de Benzina, pois estas substancias são extremamente tóxicas.  Os medicamentos disponíveis no mercado comumente utilizados, e que são recomendados pelos veterinários são o Frontline Plus e Top Spot, Revolution Plus, Advocati e Advantage Max 3., Evolution, Advantage Max 3, Capstar, Metoprag., Milbemax  C e Endogard.  Porem, somente utilize medicamentos com prescrição e acompanhamento veterinário. 



Cachorros - Medicamentos Anti - Fungos.



Cachorros–Medicamentos Anti-Fungos: Os fungos são causadores de varias doenças graves que acometem os cachorros, como a Dermatofitose Canina, o Tétano e a Histoplasmose, e também são responsáveis por desencadearem diversos outra doenças. Devido a isto, é de fundamental importância a eliminação destes parasitas cutâneos do cachorro. Inclusive, há no mercado diversos medicamentos que apresentam um ótimo desempenho no combate e na eliminação das principais espécies de fungo que acometem os cachorros, que são o Microsporum Canis e o Trichophyton Spp. E estes medicamentos são  apresentados em forma de comprimidos, shampos, oleos, spray, em pó solúvel na água, e em gotas.




Geralmente para acelerar o processo de tratamento para eliminação dos fungos, utiliza-se  simultâneamente um antifungicida de uso oral com o de uso tópico (pomadas/shampus/solúveis) juntamente tambem com um medicamento com a função de ser um protetor hepático. E o principio ativo, utilizado por estes medicamentos é composto por varias substancias como Clorexidine, Miconazol, Peróxido de Benzoila, Centamicina, Gentamicina, Ciclotomazol, Betametasona, Pimaricina, Neomicina, Diazinon, Acetato de Dexametasona. Os antifungicidas comumente usados, e que são recomendados pelos veterinários são os das marcas Quadriderme, Mucolytic, Cloresten, Otomax, Auritop e Hexadene. Entretanto, somente utilize medicamentos com a prescrição e o acompanhamento veterinário.

 





Cachorros - Medicamentos Anti - Piolhos.




Cachorros–Medicamentos Anti-Piolhos: Os piolhos são ectoparasitas que alem de serem diretamente nocivos a saúde dos cachorros  causando-lhes Anemia, Dermatite Alérgica com grande irritação(prurido), desconforto e incomodo, são também agentes transmissores da verminose Dipylidium Caninum. Devido ao parasitismo provocado por piolhos (pediculose) ocasionar graves conseqüências a saúde do cachorro, os cuidados e providências para eliminação deste ectoparasita não devem ser negligenciados. E existem no mercado diversos medicamentos com ação eficaz na eliminação de piolhos das espécies Linognathus Cetosus (Piolhos Sugadores) e Trichodectes Canis (Piolhos Mastigadores), e também  nos ciclos biológicas nas suas formas de ninfas e adultos. 


E o principio ativo destes medicamentos, utilizam varias substâncias como Selamectina, Fipronil, Metopreno, Imidacloprida, Moxidectina, Imidactoprida e Permetrina. Entretanto, não se deve utilizar medicamentos que tenham como principio ativo substancias como Amitraz, Carbamato e Benzoato de Benzina, pois estas substâncias são extremamente tóxicas e podem prejudicar irreversivelmente a saúde dos cachorros que façam  uso delas. Os medicamentos mais utilizados, e que são recomendados pelos veterinários e que estão disponíveis no mercado são, o Frontline Plus e Top Spot, Revolution 6% e 12%, Advocati e Advantage Max 3. Entretanto somente utilize medicamentos com a prescrição e o acompanhamento de um veterinário. 

Cachorros - Medicamentos Anti - Mosquitos.




Cachorros -Medicamentos Anti-Mosquitos:  Os mosquitos que comumente parasitam e transmitem doenças para os cachorros são os mosquitos do tipo Culex Pipiens da família dos Culicideos e que transmitem a doença Dilafilariose. E os mosquitos do tipo Lutzomya Cruzi da família dos Flebotomineos conhecidos vulgarmente como mosquitos Palha, e que transmitem a doença Leishmaniose Visceral Canina. E os medicamentos utilizados no combate a estes mosquitos, são inseticidas e repelentes de diversos tipos e aplicações. Como spray, em pó tipo talco, em pó solúvel em água, oleosos, em gotas e também  coleiras repelentes. E tendo como principais principio ativo substancias como Cipermetrina, Permetrina, Imidactoprida, Deltrametrina entre outras. 


Utiliza-se também medicamentos de uso oral para prevenção da Dilafilariose, e que tem como principio ativo substancias como Milbemicina Oxima, Praziquantel, Febantel, Pirantel, e Ivermectina. Os medicamentos de uso oral comumente utilizados, e que também são de marcas bem conceituadas,  inclusive junto aos veterinários são o Milbemax-C e o Endogard. E a coleira anti-mosquitos da marca Scalibor, tem tido um ótimo desempenho e demonstrado ser bastante eficiente, mesmo tendo um preço elevado quando comparada com as coleiras de outra marcas. Entretanto, somente utilize medicamentos, incluindo as coleiras anti-mosquitos, com a prescrição e o acompanhamento de um veterinário.


Cachorros - Medicamentos Anti - Moscas.


Cachorros - Medicamentos Anti - Moscas: Os medicamentos Anti-Moscas disponíveis no mercado são de diversos tipos e aplicações. Existem Anti-Moscas tipo isca granulados a base de Azemrtifos para dispersão no ambiente, e iscas com atrativos sexuais a base de tricosene, benzoato de denatonium, e muscamone. Armadilhas a base de cola, luminosas e também fitas pega moscas. E também os tradicionais inseticidas em pó para diluição, ou spray e tambem repelentes em forma de pomadas ou oleosos. E as moscas que mais comumente acometem os cachorros, são a Mosca dos Estábulos (Stomoxys Calcitrans), Mosca Varejeira (Cochliomya Hominivorax) e a  Mosca do Berne ou Berneira (Dermatobia Hominis), nas quais se usam inseticidas e repelentes sistemicos a base de Ivermectina ou a base de Piretroides, Deltametrina, Permetrina, Fipronil, Imidacloprio, e no caso especifico da Mosca do Berne, utiliza-se também medicamentos orais, para a eliminação desta ainda em sua fase larval. Entretanto, somente utilize medicamentos com prescrição e acompanhamento veterinário.  


Cachorros - Medicamentos Anti - Verminoses.





Cachorros – Medicamentos Anti-Verminoses: Os medicamentos Anti-Verminoses disponíveis no mercado, geralmente agem  simultâneamente sobre diversas classificações e tipos de verminoses. Como Nematodeos e Cestodeos e tipos Ancylostoma Caninum, Ancylostoma Braziliense, Dipylidium Caninum, Toxocara Canis, Dilofilaria Immitis ( Verme do Coração).  E estes medicamentos Anti-Verminoses, tem como principio ativo varias substancias que eliminam diretamente os parasitas ( vermes) e também seus ovos e larvas, inclusive alguns principios ativos agem tambem em outras tipos de enfermidades e parasitas. 





Como a Sarna Sarcoptica, Acaros, Pulgas, Piolhos e Carrapatos. E estas  substancias são Albendazol, Pirantel, Praziquantel, Febantal, Pamoato de Pirantal, Ivermectina e Selamectina. Sendo os principais medicamentos, os mais confiáveis e conceituados perante o publico e os veterinários, os medicamentos Anti-Verminose de nomes Rico Composto, Drontal Plus, Endogard, Cardomec Plus, Lopatol, Mebendazole, Nitrocasnate , Endal, e Revolution.  Entretanto, somente utilize medicamentos com prescrição e acompanhamento veterinário.















 

Cachorros - Medicamentos Anti - Acaros (Sarna).



Cachorros - Medicamentos Anti - Acaros (Sarna): Os medicamentos Anti - Acaros (Sarna) disponíveis no mercado são diversos, e podem atuar diretamente tanto contra  os acaros, como também as doenças e os seus respectivos sintomas causados por estes parasitas. E os medicamentos utilizados são de amplo aspecto, e vão desde proteínas, vitaminas e antibióticos que são administrados para proteção do organismo do cachorro debilitado pela presença do parasita e da doença, e tambem das consequentes infecções secundarias. Até o uso de acaricidas que agem diretamente na eliminação do parasita juntamente com seus ovos e larvas, e os acaricidas comumente utilizados são a base de Amitraz, Ivermimectina, Lindane e Carbamatos



Entretanto os acaricidas a base de Carbamatos Lindane, não são recomendados por serem substancias altamente tóxicas, estando proibido seu uso em diversos países, e só sendo liberada sua aplicação caso as outras substancias não surtam efeito. Os acaricidas Amitraz e Ivemimectina apresentam um grau de toxidade aceitável e tolerável pelos cachorros, e se aplicados adequadamente são bastante minimizados seus efeitos tóxicos. Um outro tipo de medicamento utilizado, e que também podem ser classificados como Anti-Acaros, por agirem nas doenças causados por eles são os Anti-Alérgicos Corticoides que podem ser de uso oral, em forma de pomadas ou injetaveis. Porem os Anti-Alérgicos Corticoides para uso injetavel, apesar de apresentarem um resultado mais rápido e aparentemente mais eficiente, provocam graves efeitos colaterais, e sendo estes efeitos muitas vezes irreverssiveis. 


Portanto opte sempre por Anti-Alérgicos Corticoides de uso tópico (pomada) ou Via oral (comprimidos), pois apesar de não proporcionarem um resultado tão imediato quanto os de uso injetável, a médio prazo possuem a mesma eficiência sem causarem os gravíssimos efeitos colaterais ocasionados pelos corticoides injetáveis. E os antibióticos usados para fortalecer, proteger e impedir a presença das infecções secundarias no organismo do cachorro acometido pela doença, são a base de substancias como Cloretidina, Benzoato de Benzila, Cetoconazoto, e são utilizados simultaneamente com as Vitaminas do Complexo B e o Selenio, e tambem as proteinas como o Aminoacido Inosina. Entretanto somente utilize medicamentos com a prescrição e o acompanhamento de um veterinário.

            

Cachorros - Medicamentos Anti - Pulgas.



Cachorros - Medicamentos Anti - Pulgas: Os medicamentos Anti - Pulgas que se encontram disponíveis no mercado são diversos e também muitos são similares aos medicamentos anti-carrapatos pois tem aplicações múltiplas para combater carrapatos, pulgas e acaros. E estes medicamentos permitem diferentes tipos de aplicação e utiçlização, existe inclusive medicamentos anti-pulgas para uso oral. Os medicamentos mais conceituados e eficiêntes, perante o publico e tambem os veterinários são o Frontline, Revolution, My Pet Strip, Advantage Max 3, Capstar, Advocate e Program Plus. Entretanto somente utilize medicamentos ou anti-parasiticidas, com a prescrição e o acompanhamento veterinário. 


Cachorros - Medicamentos Anti - Carrapatos.


Cachorros – Medicamentos Anti – Carrapatos: Os medicamentos disponíveis atualmente no mercado são diversos, e também a grande maioria tem múltiplas atuações. Ou seja tem ação conjunta contra vários tipos de parasitas ou ectoparasitas simultâneamente, como carrapatos, pulgas, ácaros, larvas e ate verminoses. Existem os medicamentos anti–carrapatos específicos para uso veterinário canino, entretanto por questões de economia muitas pessoas acabam utilizando medicamentos carrapaticidas que são para uso veterinário em bovinos, suínos, equinos e ate em aves.



E que geralmente são medicamentos com um grau de toxidade bem superior aos utilizados especificamente em cachorros, e que com muitas precauções e cuidados até podem ser utilizados para eliminar carrapatos, ovos e larvas do ambiente. Mas que são extremamente perigosos quando utilizados diretamente nos cachorros, pois o cachorro pode ingeri-los ao lamber-se, e estes medicamentos devido a sua alta toxidade podem provocar graves doenças hepáticos, renais e intestinais, alem de serem também canceriginos.



E os medicamentos veterinários anti-carrapatos específicos para uso canino, que proporcionam uma maior confiabilidade e menos efeitos colaterais aos cachorros, e que são os mais conceituados perante os veterinários e os consumidores responsáveis pelos cachorros são os medicamentos Frontline, Advantage Max 3, Revolution, Garma, Assuntol sabonete, e K9 Advantix.



Porem, existem vários medicamentos veterinários anti-carrapatos, para uso especifico em outros animais como ( bois, cavalos, porcos e até galinhas). E que são comumente usados em cachorros, talvez as pessoas que os utilizem ignorem que estejam expondo seriamente a saúde dos cachorros a gravíssimas doenças, e entre estes medicamentos, os mais comumente utilizados são o Acatak Pour-On, Assuntol Plus, Biovet, Butox Coopers, Bovitraz, Bolfo. 

                                                                                                     

Cachorros – Vacinação.



Cachorros – Vacinação: A vacinação preventiva aplicada aos cachorros, é a melhor maneira de proteger e evitar a contaminação dos mesmos por diversas doenças infecto-contagiosas. Entretanto a vacina não é uma garantia de proteção absoluta contra as doenças infecto-contagiosas, mesmo as vacinas tendo um alto percentual de eficiência, ou seja proporcionando quase que 100% de proteção. Ocorre porem, em situações extraordinárias e em percentagens minimas, que alguns cachorros mesmo sendo vacinados, por diversos motivos não conseguem ficar imunizados, e isto acontece geralmente por estarem com alguma doença, ou tomando alguma medicação que debilitem o seu sistema imunológico. Pois os cachorros logo ao nascerem recebem uma proteção através de anti-corpos de suas genitoras vindos do colostro do leite, e estes anti-corpos os mantem protegidos geralmente contra as doenças infecto-contagiosas mais decorrentes por um prazo médio de 70 a 90 dias. 


E após este prazo, os cachorros filhotes na fase pos-lactaçao ficam vulneráveis e suscetiveis de serem infectados, então precisam ser vacinados para adiquiri-rem e desenvolve-rem imunidade contra as doenças infecto-contagiosas por um determinado período, sendo que geralmente aplica-se a primeira dose de vacina aproximadamente aos 45 dias de vida. Os cachorros devem ser vacinados contra as seguintes doenças infecto-contagiosas Parvovirose, Coronavirose, Cinomose, Hepatite Infecciosa Canina, Iparainfluenza, Leptospirose e Raiva. Utiliza-se geralmente ao menos três doses de vacinas polivalentes, pois são vacinas que conseguem proporcionar proteção contra vários tipos de doenças infecto-contagiosas simultaneamente. Segue abaixo cronograma de vacinação.



6 semanas: Cinomose, Parvovirose, Coronavirose, Adenovirose, Hepatite e Parainfluenza Cinomose, Parvovirose, Coronavirose, Adenovirose, Hepatite, Parainfluenza e Leptospirose 

9 semanas: Cinomose, Parvovirose, Coronavirose, Adenovirose, Hepatite, Parainfluenza e Leptospirose 

12 semanas: Cinomose, Parvovirose, Coronavirose, Adenovirose, Hepatite, Parainfluenza e Leptospirose 

16 semanas: 
Opcional Cinomose, Parvovirose, Coronavirose, Adenovirose, Hepatite, Parainfluenza e Leptospirose
e Raiva 

Revacinação anual: 
(1 dose) Cinomose, Parvovirose, Coronavirose, Adenovirose, Hepatite, Parainfluenza e Leptospirose e Raiva
ou
Cinomose, Parvovirose, Adenovirose, Hepatite, Leptospirose associada com Raiva






    

COMPARTILHE A POSTAGEM.

.

.
.

Visualizações de página do mês passado