.

terça-feira, fevereiro 11, 2014

Hepatite Viral Canina.

Hepatite Viral Canina: A Hepatite Viral Canina é uma virose em que a incidência é bem menor que as da Cinomose/Parvovirose/Coronavirose, e também seu percentual de mortalidade é bem inferior aos das viroses citadas. E é tambem causada por um vírus, que assim como a maioria das viroses caninas não contamina os seres humanos, portanto não e uma Zoonose. E a contaminação ocorre por contato direto entre o cachorro sadio, com outro cachorro infectado, sendo que o período de desenvolvimento do vírus no organismo do cachorro infectado é em media de 3 a 7 dias. E no seu ciclo de desenvolvimento no organismo do cachorro, o vírus migra para orgões como o fígado e os rins, e dependendo da intensidade da infecção o cachorro, pode apresentar um quadro sintomático leve ou bastante agudo. 

E os sintomas apresentados pela virose Hepatite Viral Canina, e que se manifestam no cachorro acometido são febre, diarreias e tosse cronica, vomitos com a coloração amarelada, cólicas na região abdominal, corrimentos nasal e ocular, inflamações nas regiões da face e da garganta, e alterações na pigmentação ocular. E o diagnóstico da Hepatite Viral Canina, é feito através de exames laboratoriais do sangue do cachorro com suspeitas de infecção, para a detecção e a confirmação da doença. E também pode ser feito através da observação visual da região do fígado (hepatomegalia), e do baço (esplenomegalia), pois a um aumento de tamanho desses orgões, e uma consequente inflamação destas regiões. E usa-se também, o procedimento através do toque manual externo no local em que se localizam os orgões, procedimento este em que os cachorros acometidos pela infecção geralmente acusam a presença da doença, pois sentem dor no local do orgão tocado. 

E o tratamento da virose Hepatite Viral Canina, é feito através de medicamentos que inibem e combatem diretamente os sintomas das doenças secundarias, apresentados pelo cachorro acometido pela Hepatite Viral Canina. Pois assim como em outras viroses caninas como Cinomose, Parvovirose e Coronavirose entre outras, não há um medicamento que atue diretamente no vírus causador da infecção. Utiliza-se então, medicamentos que combatam os sintomas causados pelo mesmo no organismo, como anti-diarreicos, anti-vomiticos, soroterapia, usando-se o soro glicosado para efeito também de hidratação, complexo vitaminico e antibióticos, para proteção contra infecções oportunistas no organismo do cachorro debilitado pela presença do vírus. E também medicamentos específicos para o fígado e para a despigmentação ocular. E passada a fase critica da infecção, e controlando-se os sintomas das doenças secundarias, o próprio sistema imunológico do cachorro supera a infecção e re-estabelece o equilíbrio imunologico e consequentemente a saúde no seu organismo. E somente de medicamentos ao cachorro, com a prescrição e o acompanhamento veterinário. 

Nenhum comentário:

COMPARTILHE A POSTAGEM.

.

.
.

Visualizações de página do mês passado