.

segunda-feira, fevereiro 10, 2014

Parvovirose.

Parvovirose: A Virose Parvovirose é uma doença infecto-contagiosa que tem uma grande incidência, e é responsável por um alto percentual de mortalidade em  cachorros filhotes quando infectados, pois aproximadamente 80% dos filhotes acometidos por esta virose não conseguem sobreviver. Entretanto ela pode infectar cachorros em qualquer faixa etária, e o seu período de desenvolvimento no organismo do cachorro infectado leva em media de 9 a 13 dias. E é uma doença que se apresenta de forma aguda, aparecendo de maneira instantânea e intensa, entretanto o cachorro que consegue sobreviver a Parvovirose não apresenta sequelas, e volta a ter um desenvolvimento normal alem de ficar temporariamente imune a virose. 

Devido a alta incidência e da gravidade apresentada pela Parvovirose, é de fundamental importância a vacinação anual dos cachorros contra esta virose. 
Sendo que os sintomas apresentados pela Virose Parvovirose, e que se manifestam nos cachorros acometidos são febre, vomitos e diarreias intensas e crônicas, com fezes aquosas, contendo sangue e com odor fétido. Causando consequentemente grande desidratação, perda de peso e prostração. Sendo necessário tratamento imediato no cachorro acometido, e dependendo da intensidade da infecção faz-se necessário inclusive a sua internação. E o diagnóstico da Virose Parvovirose é feito através de exames laboratoriais das fezes, vómitos ou tecidos retirados de cachorros vitimados fatalmente (post-mortem). 

Os exames são praticados com auxilio de microscópios eletrônicos para a detecção e confirmação da presença do vírus da Parvovirose no organismo do cachorro com suspeitas de infecção. Inclusive também para se evitar a confusão no diagnóstico, pois comumente se confunde a Virose Parvirose com alguns tipos de verminoses, viroses e intoxicações que apresentam sintomas semelhantes aos da Parvovirose. Existem também outros tipos de exames que são utilizados para a confirmação da presença do vírus, sendo que o mais utilizado é o exame de ensaios imunoenzimaticos (ELISA), por ser este o exame mais acessível, rápido e de alta eficiência. Os outros tipos de exame são o de imunomicroscopia eletronica (IME), o exame de hemaglutinaçao, exames de reações de imunoflurescencia (IF) e também o exame de polimerase (PCR). 

E o tratamento da Virose Parvovirose, é feito a base de medicamentos que agem sobre os sintomas manifestados pelo cachorro infectado, pois devido a Parvovirose ser causada por um vírus torna-se difícil a utilização de um medicamento especifico e que tenha efeito diretamente sobre a virose. Os medicamentos utilizados que controlam e minimizam os sintomas da Parvovirose são anti-diarreicos, anti-vomitos, complexo vitaminicos, antibióticos para se evitar infecções secundarias oportunistas no organismo do cachorro debilitado, soro glicosado com aplicação endovenosa devido a intensa desitratação, e dependendo do grau de infecção da virose pode ser necessário até uma transfusão de sangue, devido a grande perda de sangue causada pela diarreia. 

E o cachorro acometido pela virose deve ser separado e mantido aquecido, hidratado, medicado, e alimentado para que seu organismo através de seu sistema imunológico possa superar a doença e se recuperar. Entretanto mesmo com todo tratamento e cuidados necessarios sendo aplicados aos cachorros contaminados, não há garantias e são poucas as chances de recuperação, havendo inclusive uma grande possibilidade de o mesmo não conseguir sobreviver. Devido ao grau de fatalidade e ao quadro de incertezas e instabilidades apresentados pela doença em relação a sua recuperação, o melhor tratamento e o melhor remédio  contra a Parvovirose é certamente a prevenção, ou seja, não deixar de se fazer a vacinação anual dos cachorros. 


Nenhum comentário:

COMPARTILHE A POSTAGEM.

.

.
.

Visualizações de página do mês passado