quinta-feira, junho 02, 2011

Bouvier dos Flandes - Cachorros.



Bouvier dos Flandes - Cachorros: O Bouvier des Flandres é uma raça de cachorro de pastoreio originários dos Flandres. Eles foram em geral originalmente utilizados para a exploração de trabalho, incluindo pastoreio de gado, pastoreio de ovelhas e carrinho de puxar. Porem hoje em dia são mais utilizados como cachorros de guarda e de polícia, e tambem como cachorros de companhia. O nome da raça em françes significa literalmente, "Vaca Herder de Flandres", referindo-se à origem flamenga da raça, e outros nomes para a raça são Toucheur de Boeuf (condutor de gado) e Vuilbaard (barba suja). Os monges do mosteiro Duinen Ter, nos Flandres, estavam entre os primeiros criadores conhecidos da raça, os Bouviers criados por eles foram registrados como tendo sido criados a partir de importações.


Como o Galgo Irlandês e Escocês Deerhounds cruzados com cachorros de fazendas locais, até que uma raça considerada a antecessora da moderna Bouvier des Flandres foi obtida. E que se tornou um cachorro de trabalho capaz de executar incansavelmente, o pastoreio, a guarda de gado e até mesmo puxar carroças de carga, graças à sua força e temperamento, sendo tambem capaz de suportar as condições climáticas locais, devido à sua espessa pelagem. Inclusive o corte de orelha e da cauda eram feitas por razões práticas, evitando assim amputações acidentais no curso do trabalho, ou para indicar que o cachorro estava sendo utilizado para trabalho e não como cachorro de estimação, para se evitar a consequente tributação.


Até o início do século 20, a raça ainda não tinha sido completamente definida, pois existiam três variantes, a Paret, a Moerman e a Roeselare Briard. O conflito entre os defensores destas três variantes foi ocorrendo simultaneamente ao desenvolvimento da raça, principalmente na parte traseira. E entre 1912 e 1913, vários clubes do kennel locais, reconheceram padrões de Bouviers, pois eles geralmente têm diferentes padrões para o Roeselare e outros. No entanto devido as suas variações a I Guerra Mundial quase causou o desaparecimento quase que completo da raça, devido à devastação que se abateu sobre sua região de sua origem e ao fato de que os cachorros eram usados para fins militares.


Porem graças a Nic, um homem de nome Nic, que serviu durante a guerra e foi treinador de cachorros de trincheira, e que posteriormente foi um vencedor constante em mostras de cachorros após a guerra, e é considerado o fundador do reinício da raça Bouvier des Flandres. Inclusive um padrão unificado do Bouvier des Flandres foi criado em 1936 por um franco-belga através de uma comissão mista, no entanto, a Segunda Guerra Mundial pois novamente em perigo a existência da raça. Devido a estas contrariedades, o progresso foi lento, e foi somente em 1965 que a Fédération Cynologique Internationale formalizou o padrão da raça FCI, conforme acordado e adotado por vários clubes do kennel menores.


E na aparência a raça Bouvier dos Flandes se constitui de um cachorro compacto e robusto revestido por uma áspera pelagem, dándo a impressão de tamanho e força, sem entretanto apresentar excesso de peso. Talvez sua característica mais notável seja a sua impressionante cabeça, que é acentuado por uma barba espessa e bigodes. As orelhas e cauda do Bouvier são tradicionalmente cortadas, e o peso dos machos varia entre 45 á 55 kg, sendo um peso um pouco menor para as femeas. E sua pelagem é constituída de uma poderosa e grossa pelagem dupla, que pode ser nas cores castanho, preto, cinza tigrado, ou "pimenta e sal ". Os Bouviers às vezes são considerados como cachorros que não perdem pelôs, porem na verdade podem sim perder os seus pelos como todos os outros cachorros.


Inclusive a sua perda de pelos é muitas vezes é decorrente de sua pelagem dupla, que exigem uma escovação semanal minima para manter a integridade de sua pelagem. E tambem além da escovação semanal, o revestimento deve ser cortado, aproximadamente a cada 3 à 5 semanas,  para manter a sua pelagem desembaraçada e brilhante, entretanto aparar sua pelagem requer prática para alcançar a aparência adequada. E quanto ao temperamento, o Bouvier des Flandres são racionais, gentis, leais abdicados ao trabalho e protetores de sua família humana. Pois as combinações específicas das características da raça, torna-os alem de bons cachorros de estimação da família, bem como ótimos cachorros de guarda.


E ao contrário de algumas raças de natureza agressiva e com grande energia latente, o Bouvier possui traços sofisticados, como a sua grande inteligência e noção de responsabilidade. O Bouvier des Flandres é um cachorro obediente com uma natureza agradável, e apesar de procurem intimidar os seus adversários quando necessário, são realmente cachorros calmos e gentis. Eles são cachorros entusiasmados, responsáveis, destemidos, porem com um temperamento bastante equilibrado. Alem de serem excelentes cachorros de guarda, são tambem muito fáceis de treinar, pois a raça aprende os comandos relativamente de forma fácil e rapidamente.


Eles exigem uma formação equilibrada, para que se comportem de forma consistente, pois é importante sempre fazer com que o cachorro tenha uma atitude consciente, sem ser duro ou áspero, para que o cachorro assimile e saiba que o seu responsável é o líder dominante da matilha. Inclusive esta raça necessita de um responsável experiente para evitar problemas de dominância e super proteção, e tambem os Bouviers devem ser bem socializados, de preferência a partir de uma idade precoce, para se evitar a timidez, a desconfiança, e que venha a ser excessivamente reservado com estranhos (embora a raça seja naturalmente indiferente com estranhos).


E a proteção da família quando o estado de perigo está presente, não é algo que precisa ser ensinado, pois é uma atitude naturalmente instintiva a raça. Pois os Bouviers são ótimos cachorros para família, e excelentes com as crianças, sendo muito adaptáveis se comportando com muita calma e tranqüilidade. E seu Obediência treinamento de obediência deve começar em uma idade precoce, o seu comportamento depende da habilidade do responsável para comunicar o que é esperado, e no nível individual de dominância do cachorro. Eles tambem geralmente se dão muito bem com outros cachorros, principalmente se criados com eles desde filhotes.


Entretanto indivíduos dominantes podem criar cachorros com índole agressiva, devido principalmente seus responsáveis não serem assertivas e não se comunicarem com o cachorro que agressividade excessiva é desnecessária e indesejada. O Bouvier é um cachorro lento para amadurecer, tanto no corpo quanto na mente, pois o Bouvier não amadurece completamente até a idade de 2 à 3 anos. E quanto as suas atividades, o Bouvier des Flandres podem competir em eventos de pastoreio em agilidade e obediência, quesitos em que são ótimos, e que são decorrentes do carisma do cachorro. instintos de pastoreio e treinabilidade podem ser medidos em testes não-competitivo de pastoreio. Bouviers exibindo básicos instintos de pastoreio pode então ser treinados para competir em provas de pastoreio.








Dandi Dinmont Terrier - Cachorros.



Dandi Dinmont Terrier - Cachorros: A Dandie Dinmont Terrieré uma raça de pequenos cachorros da família dos Terriers oriunda da Escócia. Sua origem é pouco conhecida, mas sabe-se que seu nome foi inspirado em um personagem do romance de Walter Scott, chamado Guy Mannering. Séculos depois de suas primeiras aparições em pinturas que retratavam a aristocracia escocesa. E diferente dos Terriers na aparência e no comportamento, é descrito como um cachorro leal, calmo e tolerante com outros animais e cachorros, embora brigue quando instigado. Conhecido por sua força, tem muitos problemas de saúde relacionados a sua coluna, em decorrência de suas pernas curtas e de seu dorso longo. Quanto ao tamanho e peso, pode atingir os 28 cm e pesar em media 11 kg, tem seu adestramento qualificado como de dificuldade moderada para responsáveis inexperientes. 



E quanto a aparência, são cachorros originalmente criados para ir ao chão, o Dandie Dinmont Terrier é um cachorro de comprimento proporcionalmente longo, principalmente em relação a sua baixa estatura,o que acaba ocasionando uma linha superior curvada. A sua cabeça é distinta, e possui um topete de seda grande, mas é proporcional ao tamanho do cachorro, e os olhos escuros são grandes e redondos, com uma expressão suave e inteligente. São cachorros de construção robusta, com uma forte estrutura óssea e com uma grande força muscular. O corpo robusto, flexível e com cauda em forma de cimitarra são cobertos com uma pelagem bastante nítidas, nas cores mostarda ou pimenta. 


O pimenta varia de preto azulado escuro para uma cor cinza prateado, o topete é um branco prateado. A mostarda pode variar de um castanho avermelhado a um fulvo pálido, com o topete de um branco cremoso. E no seu temperamento, o Dandie Dimont é um cachorro carinhoso e divertido, sendo um grande companheiro, animado, valente, determinado, obstinado, independente, inteligente e audaz. É reservado com estranhos e protetor da família e do lar, sendo muito bom com todos e bem-comportados com crianças e bebês, principalmente se forem da família. Porem é uma raça com certo grau de dominância, com o nível variando muito, pois alguns machos podem ser agressivos com outros cachorros machos no domicílio, enquanto as fêmeas podem ser mal-humoradas. 


A história do Dandi Dimont Terrier, tem inicio no seculo 17, quando foi criado e desenvolvido para ser um Terrier de pernas curtas especialista na caça de lontras e texugos na Cheviot e Teviotdale Hills no país fronteiriço da Escócia e Inglaterra. O Dandie Dinmont Terrier recebeu este nome devido um agricultor Jovial em Sir Walter Scott e foi retirado da novela Guy Mannering. Scott também deu o nome as cores da pelagem, pimenta e mostarda, que foram aprovados logo após a escolha do nome de Dandie Dinmont, sendo que o Dandie Dinmont Terrier é a única raça a ser chamado depois de uma personagem de ficção. Em 1870, os cachorros que foram exibidos ao publico tornou a raça popular, O Kennel Club formada em 1873 e, só após esse tempo, os movimentos foram feitos por entusiastas Dandie para formar um clube. 


Em 17 de novembro de 1875, em reunião realizada no Hotel Velo em Selkirk na Scottish Borders, o Dandie Dinmont Terrier Club foi formado. É uma das mais antigas pedigree clubes da raça no mundo. A primeira tarefa foi a elaboração de um padrão da raça e do Sr. William Wardlaw Reed, membro fundador da DDTC. Trabalhou sobre este assunto, suavizando as muitas diferenças. No ano seguinte, o Red Lion Hotel, Carlisle, o padrão foi aprovado e adotado. A raça foi registado pela primeira vez com o American Kennel Club (AKC) em 1888.  O Dandie Dinmont Terrier foi reconhecido pelo United Kennel Club (UKC) em 1918. Hoje, o Dandie Dinmont está entre as mais raras e ameaçadas de todas as raças puras de cachorros com pedigree. O Reino Unido Kennel Club do Dandie lista como um dos vulneráveis do Reino Unido Native Dog Raças e há uma possibilidade real de extinção da raça.






Aprenda os Segredos dos Melhores Adestradores ...!

Finalmente! Você poderá adestrar e educar o seu cachorro, com apenas alguns treinamentos básicos, fáceis e de simples execução. 
E o seu cachorro irá lhe obedecer fielmente de uma forma facil e natural.

Você mesmo poderá ensiná-lo a deixar de destruir suas coisas, a latir só quando necessário, ou o melhor a fazer suas necessidades no lugar correto e ainda irão passear sem arrastar você junto...







Field Spaniel - Cachorros.



Field Spaniel - Cachorros: A Field Spaniel é uma raça descedente do Spaniel Inglês, criada através de cruzamentos para exposições, o que gerou cachorros de pernas mais curtas e dorso longo. Porem estas mudanças físicas retiraram do cachorro suas habilidades para o trabalho, o que quase levou à extinção da raça no fim da Segunda Guerra Mundial. Entretanto na década de 1960, novos cruzamentos, agora entre Cockers Ingleses e Springer Spaniels, garantiram o aumento de sua população. Fisicamente, é o Field Spaniel é um cachorro que pode atingir os 23 kg, tem a pelagem sedosa, de aspecto brilhante e que varia entre três cores, além das malhadas em branco. 



Em relação ao adestramento, é visto como um cachorro de fácil aprendizado. Eles foram originalmente desenvolvidos para todos os exemplares da raça terem pelagem negra no final do seculo 19 e início do século 20, e eram impopulares para o trabalho como um cachorro de caça. No entanto, durante meados do século 20 foram reconstruídos como um cachorro de pernas mais longas, bem mais adequado a ser utilizado para trabalhos de campo. Porem atualmente eles são considerados uma raça rara, e são registrados como uma raça nativa e vulnerável pelo The Kennel Club. Sua pele é mais leve do que outros Spaniels e não têm sub-pêlo, seus revestimentos vêm principalmente em cores sólidas com algumas marcações ocasionais no peito.



Eles podem fazer cachorros de boa família e é paciente com crianças, mas pode exigir algum tipo de atividade, seja ele o trabalho de caça ou de agilidade, a fim de impedir que se tornem entediados e destrutivos. O Spaniel de campo foi desenvolvido originalmente para mostrar aos demais concorrentes que tambem tentavam desenvolver um Spaniel mais negro que todos. Inclusive alguns dos métodos de criação dos primeiros desenvolvedores foram criticados, um dos primeiros criadores do Spaniel de campo, Thomas Jacobs, disse sobre a origem, "Muito tem sido escrito e dito sobre a pureza da raça, depreciativo o meio que adotei para produzi-los, calculado para alterar um tipo de presunção, e criticas freqüentes têm para mim e meus cachorros por trás da cerca.



Mas onde está a raça de Cocker Spaniel preto puro de que tanto ouvimos falar? Prova da existência de uma raça pura (se é que houve uma!) ainda não se verificou. Como a maioria dos cachorros esportistas, que são o resultado de diferentes cruzamentos. Eles eram impopulares com esportistas, como as cores escuras da raça não aparecerem em condições de caça, e as pernas curtas e forma alongada da raça primitiva não era muito prático para mover-se facilmente. inicialmente a baixa variedade de Field Spaniel foram desenvolvidos por Phineas Bullock, cachorros que anteriormente eram propriedade de Sir Francis Burdett, o secretário do Birmingham Dog Show.



Burdett foi dito ter possuído uma variedade preto da raça Cocker Spaniel, Bullock atravessou o campo com o Spaniel Spaniel Sussex e o Water Spaniel Inglês em 1870. E ele foi muito bem sucedido na mostra de sua variedade de Field Spaniel, no entanto, resultou em um cachorro que era quase exatamente como um Spaniel de Sussex, com excepção da própria cabeça. O cachorro que é considerado o pai do moderno Cocker Spaniel Inglês, que nasceu em 1879 de um pai Spaniel Sussex e uma mãe Field Spaniel. Inclusive os filhos deste cruzamento são considerados os pais da moderna Cocker Spaniel Americano, que foi descrito como tendo apenas dez centímetros de altura e com um corpo muito longo.



Em 1909, o peso médio de um Spaniel de campo variava entre 16 à 20 kg, além disso a mistura da raça ocorreu com os elementos do Basset Hound introduzidas. Vários problemas de saúde em genética levantou-se e foram tomadas medidas para corrigir os problemas dentro da raça. E o Springer Spaniel Inglês foi utilizado para introduzir elementos saudáveis na raça. E a maioria das raças modernas podem ser atribuídas a quatro exemplares de cachorros a partir dos anos 1950, Colombina de Teffont, Elmbury Morwena de Rhiwlas, Gormac Teal e Ronayne Regal. O Spaniel de campo continua a ser uma raça rara, mesmo no Reino Unido, em 2009, um total de 51 cães foram registrados com o Kennel Club e esteve em constante declínio desde 2000.



Fora de todas as raças Spaniel registrado no Kennel Club, o Spaniel de campo tem a menor numeração registrada no ano para ano, com apenas o Sussex Spaniel próximos um segundo lugar, com 60 inscrições em 2009. Este é comparado com o Springer Spaniel Inglês com 12.700 e o Cocker Spaniel Inglês com 22.211 inscrições, só em 2009. A fim de promover a raça, que tem sido registadas como vulneráveis e em risco de extinção pelo Kennel Club.  E na aparência, o Field Spaniel tem uma cor de pelagem preta solida, e o tamanho padrão para um campo Spaniel é em media 43-46 cm de altura na cernelha, e tendo um peso entre 18 à 25 kg, que o coloca em tamanho e peso entre o Cocker Spaniel Inglês e Inglês Springer Spaniel.



Seus longos e sedosos revestimento vem em cores sólidas do fígado, preto ou ruão, manchas brancas na garganta e no peito pode ser assinalada ou a mesma cor que o resto do corpo.  Eles têm uma pelagem moderadamente longa, solteira e sem subpêlo, e o empenamento da pele aparece no peito, na barriga, orelhas e na parte de trás das pernas. A pelagem não é tão pesada quanto a de um Cocker Spaniel, mas exigem cuidados para evitar embaraçamentos n pelo.  Quanto ao temperamento, O Spaniel de campo pode ser um bom cachorro de família, embora necessitem praticar alguma atividade. Pois eles possuem agilidade e o instinto dos cachorros de caça, e sem praticarem algum tipo exercício, podem muitas vezes tentarem se divertir-se por conta própria e causarem grande prejuízo.



No entanto, eles são muito pacientes com crianças e gostam de ficar perto de sua família, e quando socializados, eles conseguem conviverem pacificamente com outros cachorros. Em geral, são dóceis e independentes, e tambem não são tão empolgados como raça Cocker Spaniel.  Stanley Coren autor do livro "A Inteligência dos Cães" lista a raça como sendo acima da média em trabalho de inteligência. E no aspecto da saúde, existem algumas condições oculares para que o Spaniel de campo tem uma predisposição. Estes incluem catarata, atrofia da retina e displasia retinal. E tambem a displasia coxofemoral tem aparecido em algumas linhagens britânicas de Campo Spaniels.  Em um exame de saúde realizado pelo Kennel Club do Reino Unido, a principal causa de morte no campo de Spaniels foi o câncer, e tendo como a segunda causa mais freqüente a própria velhice. E a expectativa media de tempo de vida para a raça, varia entre onze à doze anos, que é cinco meses maior que a média de idade para todas as raças de cachorro.







Aprenda os Segredos dos Melhores Adestradores ...!

Finalmente! Você poderá adestrar e educar o seu cachorro, com apenas alguns treinamentos básicos, fáceis e de simples execução. 
E o seu cachorro irá lhe obedecer fielmente de uma forma facil e natural.

Você mesmo poderá ensiná-lo a deixar de destruir suas coisas, a latir só quando necessário, ou o melhor a fazer suas necessidades no lugar correto e ainda irão passear sem arrastar você junto...





Bedlington Terrier - Cachorros.



Bedlington Terrier - Cachorros: A raça Bedlington Terrier, que é originária do Reino Unido, é um cachorro cuja primeira aparição em exposições foi em 1870. sendo considerados como prováveis descendente dos Rothbury Terriers, que eram atléticos cachorros dos ciganos de Rothbury, usados na caça a lebres e coelhos na superfície. O Bedlington Terrier é inclusive dono de uma das expectativas de vida mais longas entre os cachorros, que é em media acima de quatorze anos. E seu temperamento é classificado como brando, apesar de se tornar um cachorro muito destrutivo caso não se exercite. Fisicamente é dono da peculiaridade de se deixar um topete sem tosa ao longo do focinho, o que lhe dá um aspecto reto na face. No corpo, a pelagem varia em quatro colorações e é composta de partes iguais de pelo e sobre-pelo, outra particularidade são suas orelhas, que podem ou não ter uma franja de pelo branco e sedoso nas pontas.





De adestramento considerado de dificuldade moderada, pode atingir o peso médio de 10 kg, sendo uma raça de terriers Inglês com um topete e uma grossa veloso, geralmente pelagem azulada, que se assemelha muito a um cordeiro. A raça foi desenvolvido no século 19, em Northumberland e Bedlingtonshire, um distrito de mineração na área. Inicialmente foi criado como um cachorro de combate e caçador de animais nocivos, porem o Bedlington Terrier mais tarde se tornou um cachorro de estimação popular. Semelhantes aos do cordeiro na aparência, eles tem um arco de volta, um topete, e uma pelagem espessa e encaracolados que é azul-cinza, marrom avermelhado, ou pálida areia, muitas vezes com manchas marrons. A raça tem um porte entre 38 à 40 cm de altura e pesa entre 10 à 11 kg.











Aprenda os Segredos dos Melhores Adestradores ...!

Finalmente! Você poderá adestrar e educar o seu cachorro, com apenas alguns treinamentos básicos, fáceis e de simples execução. 
E o seu cachorro irá lhe obedecer fielmente de uma forma facil e natural.

Você mesmo poderá ensiná-lo a deixar de destruir suas coisas, a latir só quando necessário, ou o melhor a fazer suas necessidades no lugar correto e ainda irão passear sem arrastar você junto...





COMPARTILHE A POSTAGEM.

COMPRE E RECEBA EM CASA! COM TODA COMODIDADE, SEGURANÇA E RAPIDEZ.

,

,

CURSO DE VIOLÃO: EBOOK + VIDEO AULAS - TOTALMENTE GRATIS!